Vómitos



Há muitas causas de vómitos, desde doenças gastroenterológicas até mecanismos como a tosse, passando por otites, febre, meningites e situações psicossomáticas. O estômago reage praticamente a todos os fenómenos patológicos, designadamente quando nele entram substâncias que considera indesejáveis.

O grande problema dos vómitos, para além da eventual gravidade da causa, é a desidratação, por perda de líquidos e por cessação da via oral. Neste trecho vou referir apenas os cuidados a ter para tentar resolver a situação em casa, mas tendo presente que, se não for possível ou a criança apresentar sinais de desidratação, terá de provavelmente fazer líquidos por via endovenosa. Há que ter o cuidado de oferecer à criança soro de re-hidratação ou líquidos em quantidades pequenas (colher a colher), muito amiúde. Isto exige muita paciência, mas resulta, e rapidamente os pais verão os resultados da sua re-hidratação.

A administração fracionada dos líquidos, sobretudo no caso de vómitos, contribui para o êxito. Outros medicamentos, como os medicamentos para os vómitos ou para as cólicas não têm geralmente qualquer indicação no tratamento da diarreia e da desidratação, embora os primeiros possam ser dados quando os vómitos são de outra origem que não a gastroenterológica, ou numa fase inicial do processo. Além do tratamento, é preciso dar apoio à criança, que se sente mal e assustada.

Comentários

Vómitos | Para Pais.