Posts found under: crianças

Uma área em franco crescimento

Não existem dúvidas de que a medicina alternativa está a tornar-se cada vez mais popular. Em Portugal, os dados permitem saber que cerca de um em cada seis portugueses revela ter já utilizado as terapêuticas alternativas, nas duas semanas anteriores ao inquérito. No entanto, apesar da crescente procura da «medicina alternativa» em Portugal, há um […]

Ler Mais...

Braçadeiras

Indispensáveis. Todas as crianças deveriam andar com braçadeiras, mesmo as que «já sabem nadar». A escolha é vossa, claro, mas esperemos que optem pela segurança dos vossos filhos. Comprem sempre umas que tenham a marca «CE». Sempre são mais fiáveis, e nos barcos, as braçadeiras não substituem o colete salva-vidas. Outro pormenor é enfiar as […]

Ler Mais...

Maus-tratos – um problema atual

Os maus-tratos, abusos e negligências que envolvem crianças são um problema muito grave. Dos mais graves entre os que afetam a qualidade de vida na infância, com consequências a vários níveis, designadamente no futuro das pessoas envolvidas. As agressões físicas, o abuso sexual e a negligência, nas suas diversas expressões designadamente no não provimento das […]

Ler Mais...

As crianças gostam do teatro – e o teatro gosta das crianças

Não deverá existir nenhuma criança que não goste de fingir, de imaginar, de entrar no  mundo do irreal, da fantasia. Algumas passam lá bastante tempo e criam (e recriam) ambientes e pessoas, como os amigos imaginários, que menciono no capítulo do Desenvolvimento e Comportamento. Mesmo sem chegar a esse ponto, é vulgar as crianças brincarem com bonecos ou […]

Ler Mais...

Pontos a considerar

o sentimento de pena relativamente aos intervenientes do processo, com especial ênfase para o filho ou filha e, principalmente para os netos. Por muito que se saiba que as crianças envolvidas em divórcios não têm, só pelo facto, um futuro pior do que as outras, também sabemos que em muitos casos o processo não é tranquilo […]

Ler Mais...

Conselho sobre os filhos

A descoberta «deste filho», independente da descoberta dos outros, é algo de único e singular. Para tal, os pais têm de individualizar as crianças, evitar tratá-las como um rebanho, e cultivar espaços, momentos e códigos de cumplicidade únicos. A vida do dia-a-dia dificulta esta prática, dado que as crianças andam com os pais em conjunto. […]

Ler Mais...
Tag "crianças" | Para Pais.