Sinais e sintomas



A hepatite A é uma doença autolimitada, ou seja, cura espontaneamente e nunca evolui para a cronicidade. O período de incubação, que medeia entre o contacto com a pessoa ou com a fonte de infeção e o aparecimento dos sintomas, varia entre duas e quatro semanas. Como o contágio se faz numa fase anterior ao aparecimento de sintomas, é muitas vezes difícil conhecer com exatidão quem infecto quem.

Clinicamente a hepatite A típica (em muitos dos casos, nas crianças, não há nada) revela-se por um período inicial semelhante a uma gripe, com alguns sintomas gastrointestinais – náuseas, vómitos, diarreia, dores abdominais -, cansaço, falta de apetite. Estes sintomas inespecíficos são geralmente uma fonte de preocupação para os pais.

Numa segunda fase aparecem os sintomas e sinais que todos conhecem como «sintomas de hepatite» – icterícia (pele e olhos amarelos), urina cor de «vinho do Porto» e fezes claras (cor de «massa de vidraceiro»).

Em geral, ao 3.°-5.° dia da icterícia, o estado geral da criança começa a melhora muito e ela recupera o apetite, ficando por vezes com um verdadeiro «apetite de leão». Os pais ficam mais aliviados, sobretudo porque a maioria das crianças emagrece na fase anterior a esta.

Comentários

Sinais e sintomas | Para Pais.