Resultados para: "tive aborto e os seios doem"

Você está a ver leite , gravidez e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa tive aborto e os seios doem. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, gemeos escondidos barriga, cesaria inflamada, cesariana inflamada, colo do utero dilatado fotos, bucentinha infantil.

Estou com 17 semanas e os meus seios mudaram – doem e parecem diferentes. Isso é normal?

É perfeitamente normal e muito comum ter alterações nos seios durante a gravidez. Estas são causadas quer por um aumento do fornecimento de sangue quer pelas hormonas da gravidez, em particular nas primeiras 12 semanas. Antes de a sua gravidez estar confirmada devia sentir uma sensação de formigueiro (em especial na zona dos mamilos) pois a afluência de sangue aumentou. Logo nas 6-8 semanas, os seios podem aumentar e tornar-se mais sensíveis e podem começar a ter um aspecto diferente, com veias muito finas a aparecerem Por volta das 8-12 semanas, os mamilos escurecem e podem tornar-se mais erectos, e já nas 16 semanas, o colostro, o primeiro leite, pode ser espremido. Ler Mais...

O que é um aborto?

Um aborto á a expulsão ou a extracção do útero de um embrião ou feto antes da 24ª semana de gravidez. Os sinais de um aborto são sangramento vaginal e dores semelhantes às menstruais. Como nem todos os abortos seguem o mesmo padrão, há várias formas de descrever o que acontece. * Ameaça de aborto ocorre quando há sangramento que pode ou não ser acompanhado de dor, mas o feto sobrevive. * Aborto incipiente ocorre quando há sangramento e dores devido a contracções do útero, o canal cervical dilata e o feio é expelido. * Aborto retido ocorre quando o feto morre mas mantém-se no útero e ou é expelido mais tarde naturalmente ou retirado por operação. Ler Mais...

Ainda não tive nenhuns sintomas de gravidez – quando é previsto eles começarem?

Nem todas as mulheres sentem todos os sintomas da gravidez logo que ficam grávidas e é comum algumas mulheres não sentirem nenhuns. Há muitos factores que influenciam a extensão e a intensidade dos sintomas da gravidez, tais como a sua idade, o seu ambiente de trabalho, o seu estado de saúde, a dieta, gravidezes anteriores, fumar e a forma como o seu corpo reage as hormonas da gravidez. As náuseas e os vómitos estão entre os factores mais comuns referidos pelas mulheres, em geral nos primeiros três meses e começando por volta das seis semanas. Estes tendem a melhorar pelas 12 semanas, mas para algumas mulheres podem continuar durante toda a gravidez. Outro sintoma de início de gravidez é a sensibilidade dos seios causada pela alteração no nível de hormonas que ajudam a preparar os seus seios para amamentar. Os seios podem aumentar e tomar-se mais sensíveis e mais pesados. Estes sintomas iniciais podem acabar a meio da gravidez. A falta de sintomas não indica se a gravidez é mais ou menos saudável - você pode simplesmente ser uma das poucas mulheres de sorte que seguem em frente sem qualquer efeito lateral incomodativo! Ler Mais...

Tive um aborto há pouco – porque é que isso aconteceu?

Cerca de 10-20% das gravidezes termina em abortos. Na maioria destes abortos as causas nunca são identificadas, mas é quase certo não estarem relacionados com nada que fez ou que não fez. Julga-se haver várias razões para que os abortos ocorram. Pode ser um problema genético no qual o bebé ou a placenta não se desenvolvem normalmente, os níveis de progesterona podem ser baixos, pode haver um problema de imunidade no qual o sistema imunitário da mãe reage contra a gravidez, pode existir uma infecção, ou pode haver problemas com o útero ou com o colo do útero. Os abortos tendem a ser mais comuns nas mulheres mais velhas. A Associação Artémis oferece apoio, aconselhamento e informação actualizada sobre o aborto. Deve sentir-se aliviada por saber que, estatisticamente, o mais certo é que uma futura gravidez que venha a ter irá progredir com normalidade. Ler Mais...

Passei de uma copa A para um tamanho D – o meu marido espera que isto fique para sempre mas não vai ficar pois não?

Muitas mulheres notam um aumento no tamanho dos seios no segundo trimestre e algumas mantêm o tamanho maior depois do parto, em especial se amamentam. Isto é devido aos efeitos do estrogénio, que provoca o depósito de gordura nos seios. Ao mesmo tempo que os seus seios aumentam, as veias tornam-se mais visíveis por baixo da pele, os mamilos e a zona à volta dos mamilos (aréola) tornam-se mais escuros e maiores e podem aparecer inchaços na aréola. Algumas mulheres ficam com estrias nos seios, mas estas desaparecem com o tempo. Depois do parto os seus seios podem tornar-se ainda maiores quando o leite subir! Reduzem em tamanho logo que deixa de amamentar, embora a maior parte das mulheres confirma a permanência de um certo aumento. Ler Mais...
Tive aborto e os seios doem | Para Pais.