Resultados para: "tem problema pra o sague nao ser compativel para gravidez"

Você está a ver criança , grávida e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa tem problema pra o sague nao ser compativel para gravidez. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, ver parto normal ver tudo, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

A minha mãe teve dois abortos – isso significa que eu tenho mais hipóteses de abortar?

Pergunte à sua mãe se lhe foi dada alguma explicação para os seus abortos. Se, por exemplo, ela sabe que foram devidos a anomalias cromossómicas, tal como a anemia falciforme, ou se foi um problema médico, tal como uma doença de coração, então há uma possibilidade de que o problema ser hereditário e o risco de aborto também poderá ser o mesmo para si. Contudo, é muito provável que os abortos da sua mãe tenham sido devido a ocorrências infelizes para as quais não foi encontrada qualquer razão. Se for este o caso, entãoo corre maior risco de aborto do que qualquer outra mulher da sua idade. No entanto, se engravidar, será aconselhável mencionar a história da gravidez da sua mãe na sua primeiro consulta pré-natal, pois o historial médico da sua família é uma parte importante das anotações médicas durante a gravidez. Ler Mais...

Tive um aborto há pouco – porque é que isso aconteceu?

Cerca de 10-20% das gravidezes termina em abortos. Na maioria destes abortos as causas nunca são identificadas, mas é quase certoo estarem relacionados com nada que fez ou que não fez. Julga-se haver várias razões para que os abortos ocorram. Pode ser um problema genético no qual o bebé ou a placenta não se desenvolvem normalmente, os níveis de progesterona podem ser baixos, pode haver um problema de imunidade no qual o sistema imunitário da mãe reage contra a gravidez, pode existir uma infecção, ou pode haver problemas com o útero ou com o colo do útero. Os abortos tendem a ser mais comuns nas mulheres mais velhas. A Associação Artémis oferece apoio, aconselhamento e informação actualizada sobre o aborto. Deve sentir-se aliviada por saber que, estatisticamente, o mais certo é que uma futura gravidez que venha a ter irá progredir com normalidade. Ler Mais...

Sempre que espirro sinto uma fuga de urina – isto vai durar para sempre?

Muitas mulheres sofrem de incontinência urinária durante a gravidez, ou seja, uma fuga de urina quando se tosse ou espirra. As fugas são causadas pelo afrouxamento dos músculos do pavimento pélvico - um grupo de músculos e ligamentos que suportam os órgãos pélvicos - devido às hormonas da gravidez. Conforme o bebé cresce e vai fazendo mais pressão na bexiga, a incontinência urinária torna-se mais provável. Recomenda-se que faça exercícios para o pavimento pélvico para reduzir a hipótese de fuga. Estes podem começar em qualquer fase da gravidez, mas quanto mais cedo melhor; logo que adquira a técnica certa, são simples. Comoo exercícios muito discretos, é fácil praticá-los sem ninguém perceber o que está a fazer. A incontinência urinária deverá melhorar depois do parto embora possa levar várias semanas. Há algumas opiniões de que o problema pode levar mais tempo a resolver dependendo do tipo de parto, com um parto vaginal natural a ter mais probabilidades de prolongar o problema do que com uma cesariana. Ler Mais...

Sinto-me embaraçada porque julgo que estou com hemorróidas. Não quero ir ao médicoo que devo fazer?

Hemorróidas são veias inchadas perto do ânus que podem ser muito desconfortáveis, em especial durante a gravidez. As hemorróidas são um aspecto comum da gravidez e muitas mulheres acabam por as ter, portantoo será surpresa para o seu médico. Também poderá falar sobre o problema com a sua parteira, se for mais fácil para si. O seu médico ou parteira recomendar-lhe-ão um tratamento com um creme ou um gel refrescante. Como as hemorróidas muitas vezes se desenvolvem devido a esfoo provocado por prisão de ventre, aumentar a ingestão de libras e de líquidos pode ajudar a regular os seus intestinos, o que por sua vez pode ajudar a resolver o problema. Coma fruta fresca e legumes e beba muita água. Se estiver com uma obstipação muito forte, pode pedir ao seu médico para lhe receitar supositórios. Sei que se pode sentir embaraçada mas é melhor abordar a questão com alguém do que sofrer sozinha. Ler Mais...

Estou praticamente incontinente. Há alguma coisa que possa fazer?

Durante a gravidez muitas mulheres descobrem que perdem um pouco de urina quando tossem, riem, fazem exercício, se dobram ou levantam alguma coisa. Isso é conhecido como incontinência urinária. Os músculos do pavimento pélvico estão sob tensão durante a gravidez pois têm de suportar o peso do seu útero em crescimento e colaborar com as alterações causadas pelas hormonas da gravidez. Como resultado, um aumento agudo na pressão abdominal sempre que você tosse, etc, pode ser demasiado para os músculos conseguirem reter a urina. A incontinência urinária pode acontecer em qualquer altura da gravidez mas é mais comum para o fim. O melhor tratamento para a incontinência são exercícios regulares para o pavimento pélvico, para manter os músculos tonificados. Fazer alguns exercícios moderados por dia também pode ajudar e, embora nunca faça uma recuperação total durante a gravidez, fazer exercício regular minimizará o problema e ajudará a uma recuperação total depois de o bebé nascer. A incontinência urinária é por vezes pior durante alguns dias depois do parto, quando os músculos do pavimento pélvico e outras estruturas estão a recuperar. Se passada essa altura não melhorar, fale com o seu assistente de saúde ou com o seu médico pois não deverá passar muito tempo sem ajuda. Peça à sua parteira para a enviar a um fisioterapeuta obstétrico, que pode rever o problema, aconselhá-la e monitorizá-la. Ler Mais...

Posso usar saltos altos?

Embora muitas mulheres grávidas continuem a usar o mesmo calçado durante a gravidez, é aconselhável evitar saltos e optar por sapatos rasos, principalmente com o avançar da sua gravidez. Na gravidez mais avançada, a sua postura e o seu centro de equilíbrio alteram-se, pois o seu aumento de peso está agora principalmente na frente do seu corpo. Além disso, o aumento do nível de hormonas segregadas durante a gravidez, como a relaxina, torna as articulações e os músculos do corpo mais flácidos. Assim, usar saltos altos pode aumentar o esfoo feito no fundo das costas e nas articulações pélvicas, dando origem a dores nestas zonas. Contudo, de vez em quando pode não haver problema, por exemplo numa festa, mas talvez seja melhor levar sapatos rasos para mudar quando caminhar de regresso a casa. Ler Mais...
Tem problema pra o sague nao ser compativel para gravidez | Para Pais.