Resultados para: "sonhar com testte fr gravides positivo"

Você está a ver criança , gravidez e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa sonhar com testte fr gravides positivo. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, ver parto normal ver tudo, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

RH negativo

O sangue de cada pessoa carrega um factor rhesus (factor RH), que é positivo ou negativo. Se uma mulher tiver RH negativo, surgem problemas se o bebé tiver RH positivo que herdou do pai. Se, durante o parto, o sangue da mãe entrar em contacto com o sangue do bebé, pode produzir anticorpos contra o bebé. Em geral, isto não afecta um primeiro bebé, mas pode causar problemas em gravidezes subsequentes quando os anticorpos da mãe atacam as células de outro bebé RH positivo. Ler Mais...

Os sonhos

Quando e quanto se sonha? Como se começa a sonhar? E se os bebés sonham, sonham com quê? Será que os pesadelos são «um terrorista a roubar o biberão?» Ou outro menino a tirar o ursinho de peluche favorito? E os sonhos bons? A mãe? O pai? Os momentos de sol e de bom tempo? O mar? Os passeios com a deliciosa trepidação da calçada portuguesa? O bem-estar, o afeto, os miminhos. Sentir-se amado? Amar? O que sonham os bebés? Será que sonham? A ciência também descobriu que os sonhos variam, em qualidade e caraterísticas, ao longo do sono - os sonhos do início do dormir são relatados mais brevemente, com menos enredo e pormenores. Mais para o fim do sono (de madrugada), os sonhos tornam-se mais saborosos em conteúdo (até acontece sonhar, acordar, e tentar voltar ao sonho, tal a riqueza dos pormenores de que nos lembramos). E por vezes, de madrugada, a realidade está aí mas como não nos apetece deixar de sonhar integramo-la no sonho. No que se refere às fontes dos sonhos, tudo pode ser «sonhável» - as experiências do dia-a-dia, coisas e fatos inventados, cenários que não são os apropriados (pessoas que vivem agora em ambientes ou casas nos quais vivemos há dezenas de anos). Baseando-se os sonhos nas memórias, na informação e no cruzamentro (por vezes caótico) desses dados, pode dizer-se que um bebé muito pequeno não terá muito material para elaborar os sonhos. Ah! Mas não nos podemos esquecer de toda a memória antropológica guardada no arquivo genético, nem da memória de nove meses de segurança, paz e tranquilidade na vida intra-uterina. Então os bebés têm, realmente, muito material, bom e mais perturbador, engraçado ou atemorizador, para construir sonhos. Desde a vida intra-uterina. Os bebés sonham. Felizmente! Espero que sonhem toda a vida, a dormir ou acordados, à procura da utopia e dos ideais que nunca se alcançam mas que são o objectivo da nossa vida. Ler Mais...

Posso fazer alguma coisa para reduzir o risco de entrar em trabalho de parto demasiado cedo?

Não se sabe exatamente porque é que as mulheres entram em trabalho de parto, embora se julgue ser devido a uma combinação de fatores. Infelizmente, as medidas mais preventivas para parar o trabalho de parto prematuro não são eficazes, portanto há pouco a fazer para reduzir o risco de isso acontecer. No entanto, as medidas mais eficazes de auto-ajuda em relação a uma gravidez normal, a um resultado positivo de parto e a evitar com sucesso um parto prematuro, são adotar um estilo de vida saudável antes e durante a gravidez, incluindo não fumar ou beber álcool, fazer uma dieta bem equilibrada e fazer algum exercício diário. Um bom apoio social também ajuda a reduzir os níveis de stress e de preocupação durante a gravidez, o que pode ter um efeito muito positivo na sua saúde e bem-estar gerais e, por seu turno, na sua gravidez, trabalho de parto e parto. Ler Mais...

Um ambiente positivo favorece o crescimento

É sabido que um ambiente positivo é altamente estimulante das potencialidades genéticas de cada um, enquanto um ambiente negativo e agressor acaba por ser limitativo, ou até desfavorecedor, para o desenvolvimento e para a felicidade humanas. É importante que os pais estejam conscientes disto e dêem a devida importância ao ambiente. Desde uma altura tão precoce como a pré-concepção, cada casal deve analisar os diversos ecossistemas que rodeiam a criança e não minimizar a sua influência. O segundo passo terá que ser promover a qualidade desses ecossistemas, de modo a que funcionem o melhor possível, quer isoladamente, quer em associação uns com os outros. Cuidar do ambiente universal começa por cuidar do ambiente próximo e caseiro. Os cidadãos, nomeadamente os pais, pela responsabilidade que têm relativamente a eles próprios e aos seus filhos, têm que ser mais activos e atuar como grupos de pressão para a resolução das questões ambientais. Defender a ecologia e as espécies em via de extinção não se refere apenas aos grandes símios de África ou ao lobo ibérico. O Homem, se ignorar este aspecto fundamental, tornar-se-á ele mesmo um animal em vias de extinção. E isso é altamente preocupante... tanto mais que serão raros os animais que descuram em tamanho grau a qualidade de vida das próprias crias... Ler Mais...

O meu companheiro pode estar presente o tempo todo?

Sim, o seu companheiro pode estar consigo durante toda a indução e trabalho de parto e o seu apoio contínuo deverá ter um impacto positivo no seu bem-estar, ajudando a sua capacidade de lidar com a dor e o stress do trabalho de parto. Assegure-se também de que o seu companheiro conhece o seu plano de parto para que a possa apoiar nas decisões que precisar de tomar. Muitas unidades permitem dois acompanhantes de parto, o que poderá ser uma boa ideia se as coisas se tomarem demasiado longas e cansativas. Ler Mais...

Sonhar

A descoberta do chamado sono-REM (associado a movimentos rápidos dos olhos - rapidb eye movements) permitiu perceber onde se enquadravam os sonhos, no período de sono. Embora uma pessoa sonhe (e muito!) na fase REM, quando acorda é raro lembrar-se dos sonhos lodos - a maior parte das vezes nem sequer de um. O «banco de dados do sonho» tem um buffer muito pequeno e a informação desvanece-se num instante. Se formos acordados repentinamente é mais fácil !embrarmo-nos do sonho, ou de alguns pormenores (como nos pesadelos). Os sonhos variam, em qualidade e características, ao longo do sono - no início têm menos enredo e pormenores. Mais para o fim (de madrugada), tornam-se mais saborosos em conteúdo com grande riqueza de detalhes. De madrugada, o ambiente real já é perceptível, mas como por vezes não nos apetece deixar de sonhar integramo-lo no sonho. Onde vão as crianças desta idade buscar as «dicas» para os seus sonhos? A tudo. Tudo o que viveram, quer nesse dia, quer antes, tudo o que pensaram, tudo o que raciocinaram. Nesta idade ainda entra em força o componente da fantasia, e a mistura de cenários e de actores é total, com enredo livre. Não admira que alguns dos sonhos (aliás, durante toda a vida) sejam tão extravagantes e juntem coisas que na vida real não fazem sentido. A Lua foi sempre uma fonte de enigmas, até porque muda de fases, está suficientemente perto para se verem alguns detalhes a olho nu, eclipsa-se de vez em quando, emite luz suficiente, mas não fere os olhos ao olhar-se para ela. Foi sempre uma boa razão para mistérios, até porque comanda, em parte, as marés e até influencia os ciclos menstruais. Quando alguém anda um bocado «perdido», ausente da realidade, dizemos que está «aluado»», e um doido não perigoso ou um sonhador também podem ser apelidados de «lunáticos». Há mais de trinta anos, um estudo em Manchester procurou relacionar os crimes com as fases da Lua e descobriu uma relação entre eles. Mas não ficou esclarecido se os crimes  ocorriam na Lua Nova para os assaltantes beneficiarem do escuro, ou na Lua Cheia para não terem de usar lanternas. É natural que a Lua tenha uma influência nos comportamentos e fenómenos humanos. Mas é um dos muitos milhares de factores estruturais, genéticos, educativos e sociais. É portanto duvidoso que, só por si, o nosso satélite «mande» as pessoas matarem-se, despedaçarem-se ou outra coisa semelhante. Ou até acordarem e desejarem, aos 2 anos de idade, olharem para ela. Mas não acabemos com a mística. Quando os astronautas foram à Lua, há mais de 35 anos. pensou-se que ela ia deixar de ter mistério. Felizmente não aconteceu. E quanto mais não seja, um nascer de Lua Cheia ou um luar radioso de Verão sobre o mar despertam emoções muito fortes. Manter o misticismo e a magia da Lua (e dos astros, em geral) é um bem que fazemos às crianças. Assim se alimentam os sonhos e se estimula a criatividade. Daí a uivarmos à meia-noite vai um salto, claro. De que tamanho, perguntará a Francisca, olhando para o Simão? No meu caso acho que sei. No vosso... Ler Mais...
Sonhar com testte fr gravides positivo | Para Pais.