Resultados para: "remedio para ajudar sarar mais rapido pontos parto"

Você está a ver criança , gravidez e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa remedio para ajudar sarar mais rapido pontos parto. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Serei rasgada quando o bebé sair?

Algumas mulheres rasgam um pouco durante o nascimento dos seus bebés. Infelizmente, é impossível dizer se você irá rasgar ou não até ao preciso momento do parto. Alguns rasgões só atingem a pele e não precisam de pontos. Contudo, outros podem envolver a pele e os músculos por baixo dela e o canal vaginal e isso irá necessitar de pontos. Os pontos serão dados por uma parteira ou um médico experientes depois de lhe ser dada uma injeção de anestesia local. Há algumas provas que indicam que se massajar o períneo, que é a área entre a vagina e o ânus, durante a fase mais adiantada da gravidez pode ajudar a evitar rasgões. Permitir que a cabeça do bebé saia lentamente também pode ajudar a evitar rasgões. Ler Mais...

Ai! Os meus pontos são mesmo desconfortáveis. Qual a melhor forma de abrandar a dor?

Os pontos causam desconforto durante alguns dias depois de dar à luz, portanto mantenha a zona o mais limpa possível, pois isso ajudará a evitar infeções e a diminuir o seu desconforto. Deverá lavar a zona com água quente, várias vezes ao dia, e assegurar-se de que muda o penso com frequência. Muitas mulheres dizem que as seguintes técnicas ajudam a diminuir o desconforto: Utilizar um penso frio. Pode usar um penso de gel frio que foi especialmente criado com o fim de aliviar o desconforto causado pelos pontos na zona do períneo. Estes têm demonstrado reduzir o inchaço, as pisaduras e a dor com eficácia. Ou faça o seu próprio penso frio colocando gelo esmagado num saco plástico e embrulhando numa toalha seca. Tomar o remédio homeopático arnica, o qual se pensa que ajuda a reduzir as pisaduras. Tomar um banho quente com algumas gotas de óleo de essência de lavanda ou camomila. Tomar analgésicos como paracetamol ou ibuprofeno. Peça conselho ao seu médico ou parteira. Ler Mais...

Movimentar-se durante o trabalho de parto ajuda a aliviar a dor?

Desde que o trabalho de parto decorra sem problemas, parece ser verdade que estar o mais ativa possível pode ajudar o progresso do trabalho de parto. Não só ajuda com a dor, mas também pode incentivar contrações mais eficazes e assim o trabalho de parto será mais rápido. Pode ser difícil encontrar uma posição confortável e muitas vezes as mulheres movimentam-se para tentarem encontrar a melhor posição. As posições favoritas são de pé, de joelhos ou de cócoras, rodar a pélvis, numa bola de partos ou deitada, ou encostar-se à parede. Ler Mais...

O que é um parto assistido?

Um parto assistido é quando se usam fórceps ou ventosas de aspiração, para ajudar a retirar o bebé do canal de parto, se o bebé não estiver a ter um bom progresso durante o trabalho de parto ou se houver complicações durante a segunda fase do trabalho de parto, num parto vaginal. Ainda assim, você continuará a ajudar a expulsar o bebé com as suas contrações, mas o instrumento utilizado ajudará a guiar o bebé através do canal de parto. Ler Mais...

Lidar com a prisão de ventre – Ajudar os seus intestinos a funcionar depois do parto

É comum os intestinos ficarem bastante preguiçosos depois de dar à luz, pois os seus músculos abdominais foram esticados durante a gravidez e assim exercem menos pressão, o que diminui o movimento das fezes através dos intestinos causando prisão de ventre. Também se poderá sentir desconfortável depois do parto e preocupada por pensar que o esforço de evacuar pode danificar os pontos se os tiver. Contudo, isso é muito improvável. A melhor forma de evitar a prisão de ventre é beber muitos líquidos por dia, de preferência água (também é importante se estiver a amamentar) e comer muitos alimentos ricos em fibra como truta fresca e frutos secos, cereais e outros alimentos integrais. Logo que tiver recuperado do parto, poderá ajudar os seus intestinos a tornarem-se mais eficientes com um exercício moderado que tonifique os músculos abdominais. Ler Mais...

Como se trata a depressão pós-parto?

Se pensar que está com depressão, fale com o seu médico ou com a sua parteira. Há várias formas de ajuda disponíveis, incluindo terapias de conversação, como aconselhamento, e medicamentos antidepressivos. O passo mais importante para tratar a depressão é aceitar o problema e dar os passos necessários para lidar com ela. O apoio e a compreensão do seu companheiro, da família e dos amigos também têm um papel importante na sua recuperação. O seu médico pode arranjar-lhe aconselhamento - algumas clínicas têm um conselheiro no local. Os tratamentos psicológicos incluem terapia do comportamento cognitivo (TCC), que tem como objetivo reduzir pensamentos e comportamentos inúteis, terapia cognitiva (TC), baseada na ideia de que certos pensamentos podem estimular problemas de saúde mental, e aconselhamento em privado, que se foca nas suas relações presentes e passadas. Muitas associações oferecem "visitas de atendimento" e em algumas áreas existem grupos terapêuticos. Os assistentes de saúde dão apoio prático, e partilhar experiências com outras mães também afetadas pela depressão pode ajudar. Pode procurar apoio social contactando o seu médico de família que a encaminhará e lhe dará conselhos. Pode também procurar na Internet inúmeros sites de conversação onde pode contactar outras mães recentes. Ás vezes é mais fácil expormo-nos a desconhecidos Alguns locais têm apoio específico para a depressão pós-parto. O tratamento com antidepressivos é outra opção. Alivia os sintomas, como um baixo estado de espírito, a irritabilidade, a falta de concentração e as insónias, permitindo-lhe que funcione normalmente e que resista melhor. Os antidepressivos podem levar duas semanas a fazer efeito e deverão ser tomados durante seis meses depois de começar a sua recuperação para evitar uma recaída. É possível continuar a amamentar com certos antidepressivos. Algumas preparações de ervas, como o hipericão, podem aliviar os sintomas e o remédio homeopático Pulsiúlla pode ser útil. Algumas pesquisas também concluíram que massajar o bebé pode ajudar as mulheres que sofrem de depressão a criar laços com os seus bebés. Medidas práticas, como ter ajuda para cuidar dos filhos e poder sair, podem ser úteis. E importante descansar e ter o maior apoio possível. Algumas mulheres melhoram com o tempo, sem tratamento. Contudo, isso pode significar sofrer por mais tempo, o que pode levar a uma grande probabilidade de a depressão poder estragar a sua experiência de maternidade e colocar em tensão as suas relações. É importante obter ajuda o mais rápido possível para aliviar a depressão, ajudar os seus relacionamentos e ajudar o desenvolvimento do seu bebé a longo prazo. Ler Mais...
Remedio para ajudar sarar mais rapido pontos parto | Para Pais.