Resultados para: "remedio caseiro pra recem nascisdo botar fora resto de parto"

Você está a ver gravidez , grávida e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa remedio caseiro pra recem nascisdo botar fora resto de parto. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Artigos essenciais

Além das roupas e das fraldas para o seu recém-nascido, há outros artigos que deverá ter prontos antes do parto. * Uma cama de grades ou um berço para o seu bebé dormir e um colchão limpo e seco. * Roupa de cama apropriada para o seu recém-nascido: cobertores leves e lençóis ou sacos de dormir para bebés recém-nascidos. * Uma cadeira ou carrinho para transportar o seu bebé. Também pode querer um porta-bebés para andar com ele ao colo. * Uma cadeirinha para automóvel se andar com o seu bebé no automóvel. Ler Mais...

A cara do meu bebé está cheia de manchas. Irão desaparecer?

Os bebés recém-nascidos têm uma pele muito sensível. Durante a gravidez estiveram protegidos num ambiente seguro e depois do parto a pele deles precisa de se adaptar ao mundo exterior. Essa é a razão porque podem surgir erupções e manchas. A erupção mais comum nos recém-nascidos é o eritema tóxico neonatal, o qual ocorre em cerca de 50% dos bebés recém-nascidos e é visível 1- 5 dias depois do parto. Este consiste em pequenas manchas vermelhas que aparecem e desaparecem em toda a pele exceto nas palmas das mãos e nas solas dos pés. Não é perigoso e não é sinal de infeção. Não se pega e em geral desaparece passadas duas semanas, sem qualquer tratamento. O milium é outra alteração da pele que ocorre em cerca de 40 por cento dos bebés recém-nascidos. São borbulhas brancas do tamanho de uma cabeça de alfinete, que em geral aparecem no nariz e nas bochechas, mas também podem aparecer noutras partes da cara. São poros bloqueados que contêm sebo (uma substância oleosa produzida pela pele) e, mais uma vez, desaparecem sem tratamento. Ler Mais...

Qual a diferença entre uma maternidade e o serviço de obstetrícia de um grande hospital?

As maternidades são dirigidas apenas a servir grávidas e puérperas. Podem estar situadas junto a um grande hospital ou num local completamente separado. Alguns hospitais têm serviços de obstetrícia mais humanizados do que outros. Todos têm acompanhamento médico mas em alguns (ver à esquerda), as parteiras providenciam todos os cuidados numa área específica da unidade materna. Como a maioria das mulheres dá à luz sem necessidade de intervenção médica, essas unidades providenciam uma boa alternativa aos ambientes hospitalares mais especializados. O ambiente numa maternidade tem tendência a ser mais relaxado e flexível, o que pode atraí-la se quiser uma atmosfera de parto caseiro com apoio adicional. Também terá apoio contínuo das parteiras e até pode ser assistida pela mesma parteira durante todo o trabalho de parto e parto. Além disso, as parteiras das maternidades têm muita experiência em conduzir um parto sem intervenção médica. Assim, todos estes fatores aumentam as suas probabilidades de ter um parto sem problemas. Para ter o direito a ter um parto num destes serviços, terá de ter uma gravidez sem complicações e não querer cuidados médicos especializados ou o trabalho de parto e o parto monitorizados. Se ocorrerem complicações no trabalho de parto ou no parto, numa maternidade poderá ser transferida para o hospital mais próximo, embora isso seja uma ocorrência rara, pois a maioria das mulheres das maternidades são atendidas até ao fim na própria maternidade. Se tiver o trabalho de parto numa maternidade normal, pode ser sujeita a uma série de políticas e não ter o mesmo grau de flexibilidade. Contudo, terá acesso a uma epidural e, se for necessário uma intervenção de emergência, os médicos estarão à mão. Ler Mais...

O processo de criar laços conhecer o seu bebé recém-nascido

Pode apaixonar-se pelo seu bebé logo que lhe põe a vista em cima, ou descobrir que de início as suas emoções estão confusas. Seja qual for a sua resposta, há formas de a ajudar e ao seu bebé a "criar laços". Algum tempo de calma com o seu companheiro e o bebé, depois do parto, é uma coisa preciosa, pois ajuda-a a relaxar e a conhecer o seu recém-chegado. Não se preocupe se não sentir um amor instantâneo por ele. Criar laços é um processo lento e não significa que a vossa relação será menos especial. Cuidar do bebé vai ajudar neste processo. Ler Mais...

Porque é que alguns recém-nascidos têm icterícia?

Mais de metade dos recém-nascidos sofrem de icterícia. Em geral não é visível até 2-3 dias depois do parto e desaparece pelos 14 dias. Os níveis elevados de hemoglobina (a parte do sangue que carrega o oxigénio) antes do parto são a causa mais comum. Logo que os bebés nascem e respiram por eles, o seu valor de hemoglobina não precisa de ser tão alto; estas células de sangue morrem e são processadas como secreções pelo fígado. Nos bebés pequenos, o fígado é imaturo e leva algum tempo a lidar com essa carga de trabalho. O resultado é que em vez de essas secreções, conhecidas por bilirrubina, serem passadas para a urina e libertadas, ficam no corpo durante um tempo e dão à pele essa cor amarelo-alaranjada. Num bebé de termo saudável que esteja bem, a icterícia desaparecerá sem qualquer tratamento. Por vezes, se tiver havido pisaduras, o bebé for lento a alimentar-se ou for prematuro, os níveis de bilirrubina continuarão a aumentar e nesse caso será necessária a fototerapia (um tratamento leve de ultravioletas) para reduzir os níveis de bilirrubina no bebé. Qualquer icterícia que ocorra 24 horas após o parto e qualquer uma que continue passados 14 dias, serão investigadas para controlar e tratar qualquer problema médico. Ler Mais...
Remedio caseiro pra recem nascisdo botar fora resto de parto | Para Pais.