Resultados para: "remedio caseiro para acabar com resto de parto"

Você está a ver bebé , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa remedio caseiro para acabar com resto de parto. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, ver parto normal ver tudo, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, parto normal video de frente.

Quero ter um parto fantástico mas ouvem-se histórias tão horríveis – como posso manter-me positiva?

Por cada história de parto horrível há outra igualmente positiva - acontece que há menos tendência para ouvir as histórias de partos positivas pois estas não são tópicos de discussão tão bons! No entanto, o seu trabalho de parto e parto continuam, e o nascimento do seu bebé será fantástico pois você encontrar-se-á finalmente com a pequena personagem que dominou a sua vida durante os últimos nove meses. É sensato manter um espírito aberto acerca do trabalho de parto e do parto pois é impossível prever exatamente como as coisas se irão passar no dia. Contudo, há muitas coisas que você e o seu companheiro podem fazer para ajudar a prepararem-se para o trabalho de parto e parto e ter a oportunidade de uma experiência de parto positiva. Por exemplo, podem ambos aprender o mais possível acerca do processo de trabalho de parto e parto a fim de poderem tomar decisões esclarecidas durante o trabalho de parto. Podem conversar com a vossa parteira e com o médico de família, ler livros, procurar informações na Internet e ir a aulas pré-natais. Saber como o trabalho de parto se processa também ajuda a desmistificar a experiência e assim a acabar com os medos que acompanham o trabalho de parto e o parto. Aprender os exercícios básicos de relaxamento e respiração também ajuda, pois ser capaz de relaxar o mais possível durante o trabalho de parto ajuda-a a sentir-se menos ansiosa, o que por sua vez ajuda o trabalho de parto a prosseguir o mais rápido e suavemente possível. Ler Mais...

Qual a diferença entre uma maternidade e o serviço de obstetrícia de um grande hospital?

As maternidades são dirigidas apenas a servir grávidas e puérperas. Podem estar situadas junto a um grande hospital ou num local completamente separado. Alguns hospitais têm serviços de obstetrícia mais humanizados do que outros. Todos têm acompanhamento médico mas em alguns (ver à esquerda), as parteiras providenciam todos os cuidados numa área específica da unidade materna. Como a maioria das mulheres dá à luz sem necessidade de intervenção médica, essas unidades providenciam uma boa alternativa aos ambientes hospitalares mais especializados. O ambiente numa maternidade tem tendência a ser mais relaxado e flexível, o que pode atraí-la se quiser uma atmosfera de parto caseiro com apoio adicional. Também terá apoio contínuo das parteiras e até pode ser assistida pela mesma parteira durante todo o trabalho de parto e parto. Além disso, as parteiras das maternidades têm muita experiência em conduzir um parto sem intervenção médica. Assim, todos estes fatores aumentam as suas probabilidades de ter um parto sem problemas. Para ter o direito a ter um parto num destes serviços, terá de ter uma gravidez sem complicações e não querer cuidados médicos especializados ou o trabalho de parto e o parto monitorizados. Se ocorrerem complicações no trabalho de parto ou no parto, numa maternidade poderá ser transferida para o hospital mais próximo, embora isso seja uma ocorrência rara, pois a maioria das mulheres das maternidades são atendidas até ao fim na própria maternidade. Se tiver o trabalho de parto numa maternidade normal, pode ser sujeita a uma série de políticas e não ter o mesmo grau de flexibilidade. Contudo, terá acesso a uma epidural e, se for necessário uma intervenção de emergência, os médicos estarão à mão. Ler Mais...

O que é um parto assistido?

Um parto assistido é quando se usam fórceps ou ventosas de aspiração, para ajudar a retirar o bebé do canal de parto, se o bebé não estiver a ter um bom progresso durante o trabalho de parto ou se houver complicações durante a segunda fase do trabalho de parto, num parto vaginal. Ainda assim, você continuará a ajudar a expulsar o bebé com as suas contrações, mas o instrumento utilizado ajudará a guiar o bebé através do canal de parto. Ler Mais...

Ai! Os meus pontos são mesmo desconfortáveis. Qual a melhor forma de abrandar a dor?

Os pontos causam desconforto durante alguns dias depois de dar à luz, portanto mantenha a zona o mais limpa possível, pois isso ajudará a evitar infeções e a diminuir o seu desconforto. Deverá lavar a zona com água quente, várias vezes ao dia, e assegurar-se de que muda o penso com frequência. Muitas mulheres dizem que as seguintes técnicas ajudam a diminuir o desconforto: Utilizar um penso frio. Pode usar um penso de gel frio que foi especialmente criado com o fim de aliviar o desconforto causado pelos pontos na zona do períneo. Estes têm demonstrado reduzir o inchaço, as pisaduras e a dor com eficácia. Ou faça o seu próprio penso frio colocando gelo esmagado num saco plástico e embrulhando numa toalha seca. Tomar o remédio homeopático arnica, o qual se pensa que ajuda a reduzir as pisaduras. Tomar um banho quente com algumas gotas de óleo de essência de lavanda ou camomila. Tomar analgésicos como paracetamol ou ibuprofeno. Peça conselho ao seu médico ou parteira. Ler Mais...

Tive um parto com fórceps pois no fim estava demasiado cansada para fazer força. É provável isso voltar a acontecer?

Um parto assistido é mais comum num primeiro parto do que nos subsequentes. A primeira gravidez e parto causam o alongamento dos ligamentos pélvicos, o que pode facilitar os partos subsequentes e o útero tem mais facilidade em se contrair na segunda e nas vezes seguintes, o que também em geral significa que o trabalho de parto é mais curto. Por vezes, mesmo que a cabeça do bebé não esteja na melhor posição para o parto, por exemplo, se o bebé estiver em posição posterior, em que a parte de trás da cabeça está contra a espinha e o fundo das costas da mãe, poderá ser feito um parto não assistido num segundo parto. Assim, é possível, mas não certo, que tenha um parto vaginal normal da próxima vez. Ler Mais...
Remedio caseiro para acabar com resto de parto | Para Pais.