Resultados para: "quem pode fazer perini"

Você está a ver grávida , grávida e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa quem pode fazer perini. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

A função dos amigos imaginários

Não é por acaso que o António, do caso em seguida descrito,se retira para a quinta dos primos cada vez que o pai está ausente. É uma defesa. Se o pai parte, ele também. Como quem diz: «Não vou sofrer, não vou sentir a ausência, não vou chorar, porque também eu vou partir - a angústia é mais para quem fica do que para quem parte.» O amigo imaginário é, pois, um escape normal e saudável para o stresse. E quando tem o seu lugar próprio, mas não interfere com os amigos reais - ou seja, quando a criança faz facilmente a clarificação das águas -, não há qualquer motivo para ter receios de que algo de «extraterrestre» se possa estar a passar. Ler Mais...

Estou com 36 semanas. O meu namorado insiste em ter sexo regular e tem sido um pouco abusivo. Isto é normal?

Não é normal que alguém abuse de outra pessoa ou que a force a ter relações sexuais quando ela não quer. Nunca deverá ser forçada a fazer alguma coisa contra a sua vontade. Em quase 30% dos casos de abusos domésticos, a primeira incidência ocorre na gravidez. É muito importante que fale com alguém sobre como o seu namorado a trata, talvez uma amiga chegada ou um familiar. Também há organizações que oferecem aconselhamento confidencial e a ajudam caso você não tenha realmente ninguém com quem possa falar ou em quem confiar. Também pode tentar falar com a sua parteira que encarará tudo que lhe contar na mais restrita confidência e terá detalhes sobre organizações locais que poderão ajudá-la e aconselhá-la. Ler Mais...

Qual é a razão para as cólicas?

Muito se tem debatido sobre a origem das chamadas «cólicas do latente». Há quem as atribua ao ar que o bebé engole, quem diga que a origem está numa certa reação de intolerância ao leite de vaca (visto serem mais frequentes nas crianças alimentadas com substitutos do leite materno), ou quem defenda tratar-se de uma reação natural ao stresse do parto e dos primeiras semanas de vida. E ainda temos que contar com a imaturidade intestinal que faz com que certos segmentos intestinais se «fechem», de vez em quando, provocando dilatação nos anteriores e causando dor. Provavelmente toda a gente tem a sua parte de razão, ou seja, haverá certamente vários mecanismos envolvidos, embora o motivo predominante varie de criança para criança. Ler Mais...

Eu não tenho um companheiro, mas quero este bebé – será correcto eu ir para a frente sozinha?

Esta pode ser uma fase preocupante para si, mas pode ajudá-la saber que muitas mulheres têm filhos sem contar com um companheiro. Embora possa ser errado fingir que é tão fácil como com os dois pais, com apoio adicional é possível. Também deve ter razões muito fortes para querer ter um bebé, por exemplo, a idade avançada, e essa determinação dar-lhe-á força e poder de concentração. Também será uma grande ajuda encontrar alguém com quem falar e em quem confiar. Poderá ser a sua mãe, uma amiga intima ou um familiar, ou talvez um tutor. Como está a tomar decisões difíceis sobre o seu futuro, é importante que tenha apoio, informações precisas e tempo para pensar sem medo, pânico ou pressão da parte dos outros. Encontrar alguém em quem realmente confie e que saiba que a vai poder apoiar sempre que precisar, em especial durante o trabalho de parto, pode ajudar a aliviar muita da pressão a que tem estado sujeita e ajudá-la a pensar com mais calma e clareza sobre a sua situação e a fazer planos sobre como proceder. O serviço SOS Grávida, oferece apoio, conselhos e informações às mulheres durante a gravidez. Também é importante não esquecer que o seu companheiro de parto não precisa de ser o pai do bebé; pode ser qualquer pessoa que escolha. Ler Mais...

Conselho sobre reações pós-vacinais

Os pais têm de perguntar aos médicos-assistentes dos filhos quais as vacinas existentes. São eles, e não os médicos, quem deve decidir se as dá. Os profissionais existem para dar informação, completa, sobre os benefícios e os custos, e para tirar as dúvidas. A decisão final tem de ser dos pais. Se escrevo isto é porque me deparo, frequentemente, com pais a quem, durante as várias consultas a que foram, nunca foram mencionadas por exemplo as vacina antipneumocócica ou anti varicela. Ler Mais...

O que é a cinesiterapia?

Se a criança está muito «entupida», não são os antibióticos nem os xaropes que vão resolver a questão. É essencial utilizar os métodos acima descritos. E quem os faz? Nos casos mais graves é bom ser um profissional a fazer, pelo menos no início, o que também ajudará os pais a aprender a fazer este tipo de ginástica, mesmo que evidentemente não possuam todo o equipamento e o material (e o saber) dos profissionais. Se tal não for possível ou se nem sequer existir ninguém por perto para o fazer, peçam ao médico ou a um enfermeiro do centro de saúde, por exemplo, que vos ensine alguns pormenores da técnica de cinesiterapia caseira. Façam-na três ou quatro vezes por dia, em sessões de cerca de 30 minutos (cerca de 15 minutos de hidratação e mais 15 de pancadinhas»). Vão ver que o vosso filho vai melhorar muito mais rapidamente, vai dormir mais descansado e, sobretudo, não vai sofrer tanto com a tosse e a falta de ar. Ler Mais...
Quem pode fazer perini | Para Pais.