Resultados para: "quantos dias a mulher fica sangrando depois do parto"

Você está a ver bebé , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa quantos dias a mulher fica sangrando depois do parto. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Quanto tempo posso ficar em casa depois de ter o meu bebé?

Todas as mulheres grávidas podem gozar de 120 a 150 dias de licença de parto, indiferentemente do tempo de serviço contínuo. A notificação à entidade patronal deve ser feita antes da data prevista para o parto. O subsídio de maternidade é pago durante os 120 dias de licença a 100% da remuneração ou 80% se optar por gozar mais 30 dias de licença. Tem de notificar por escrito o seu empregador até 7 dias após o parto. Ler Mais...

Mãe de aluguer

Uma mãe de aluguer é uma mulher que chega a um acordo com outra mulher para gerar um filho para ela. Ela pode conceber o bebe com o esperma do companheiro da outra mulher ou o casal infértil pode fertilizar o seu próprio ovo através de um tratamento de fertilidade, sendo depois o embrião transferido para o útero da mãe de aluguer para ela transportar o bebé durante a gravidez e dar a luz. Este processo pode ser cheio de problemas: emoções conflituosas tanto da mãe de aluguer como do casal receptor, ou processos legais se, por exemplo, a mãe de aluguer mudar de opinião depois do parto e quiser conservar o bebé. Por esta razão, e importante que todas as partes que entram neste acordo tenham considerado audaciosamente as implicações e estejam confiantes e felizes com essas regras. Ler Mais...

Quero fazer o parto em casa. Isso fará diferença para as minhas consultas pré-natais?

Em geral, as mulheres que planeiam o parto em casa irão ter o mesmo tipo de cuidados pré-natais que qualquer outra mulher grávida saudável, no que se refere à frequência e local das consultas pré-natais. Em algumas zonas, as parteiras podem fazer uma visita domiciliária para o fim da gravidez, se uma mulher estiver a planear um parto em casa. Isto ajuda pois oferece uma oportunidade de discutir os preparativos do trabalho de parto e do parto, tais como qual o equipamento que deverá estar preparado e o lugar onde se espera fazer o parto. Embora ainda não seja muito comum, já existem muitas mulheres em Portugal a querer fazer partos em casa. Há parteiras especializadas neste tipo de partos. Ler Mais...

Estou em tentativa de trabalho de parto – durante quanto tempo poderei ficar em trabalho de parto?

Uma tentativa de trabalho de parto é uma coisa que é feita se, por exemplo, uma mulher tiver tido problemas na gravidez ou tiver tido uma cesariana anteriormente. Isso permite à mulher estar em trabalho de parto tempo suficiente para determinar se poderá ser possível um parto vaginal. Poderá ser difícil dizer quanto tempo lhe permitirão estar em trabalho de parto pois o tempo depende do progresso do seu trabalho de parto e da opinião do pessoal médico que estiver a tratar de si. O seu trabalho de parto será cuidadosamente monitorizado com a sua parteira a avaliar o seu progresso com regularidade para verificar se o colo do útero está a dilatar como esperado e se o bebé está a descer pela pélvis. Podem-lhe fazer uma monitorização contínua aos batimentos cardíacos do bebé e terá assistência médica por perto no caso de precisar de uma cesariana. Ler Mais...

Licença de maternidade

Todas as trabalhadoras grávidas têm direito a tirar 120 dias de licença de maternidade, seja qual for o tempo que trabalharam para o empregador ou o seu salário. Pode começar a licença de maternidade até 30 dias antes do prazo previsto para o bebé nascer. Pode trabalhar até à data do parto, mas se tirar algum tempo por doença nas quatro semanas antes do parto, o seu empregador pode começar a contar a licença a partir dessa data. A trabalhadora pode optar por uma licença de 150 dias devendo este acréscimo de 30 dias ser gozado necessariamente a seguir ao parto. Deve informar a entidade patronal da opção pela licença superior até 7 dias após o parto terá de informar o seu empregador por escrito, sobre as intenções da sua licença. Informe-o da data prevista para o nascimento do seu bebé e da data em que pretende iniciar a sua licença de parto. Se você seguir certos critérios terá direito ao pagamento legal de 120 dias da sua licença de maternidade, e depois desse tempo a sua licença não será paga. Nos casos de nascimentos múltiplos o período de licença é acrescido de 30 dias por cada gemelar além do primeiro. Ler Mais...

Quando é que subirá o meu leite?

Depois do parto, o seu corpo produz a hormona prolactina, que dá indicações ao seu cérebro para produzir leite, e a maior parte das mulheres começa a ter leite entre o terceiro e o sexto dia. O dia em que o seu leite sobe também pode depender do tipo de parto que teve, pois há estudos que sugerem que a produção de leite pode ser atrasada se tiver feito uma cesariana. Também pode ocorrer um atraso se uma mulher estiver a tomar medicamentos, como insulina, para controlar os níveis de açúcar no sangue. Embora isto seja um processo natural, certos fatores também podem afetar quando e quanto leite será produzido, ou o facto de a mulher estar apreensiva quanto à amamentação, se está ou não relaxada e se está a passar por algum stress ou ansiedade. Ler Mais...
Quantos dias a mulher fica sangrando depois do parto | Para Pais.