Resultados para: "quantas vez tem que tomar aspirina para aborta"

Você está a ver grávida , grávida e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa quantas vez tem que tomar aspirina para aborta. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

É seguro tomar analgésicos sem prescrição médica, enquanto estou grávida?

Muitas mulheres preocupam-se com a segurança da medicação na gravidez. Qualquer medicamento tomado por uma grávida pode penetrar na placenta e entrar na corrente sanguínea do bebé, os efeitos no bebé dependem do medicamento em si e da fase da gravidez em que é tomado. Como as primeiras 12 semanas são um tempo critico para o feto, quando os membros, os órgãos e sistemas se formam, muitas mulheres, nesta altura, evitam tomar medicamentos a não ser os mais essenciais. Muitos especialistas acreditam que o paracetarnol é seguro, ocasionalmente, mas a aspirina e o ibuprofeno devem ser evitados. Julga-se que os analgésicos á base de codeína são seguros, em pequenas quantidades, mas devem ter a aprovação do médico. O seu médico ou parteira deverão ser informados de qualquer dor contínua. Ler Mais...

Tive três abortos – os meus cuidados pré-natais serão diferentes por causa disso?

Enquanto que um ou até dois abortos são relativamente normais, três não é tanto assim. Se teve abortos recorrentes, terá cuidados pré-natais especiais. Deverá ser aconselhada a tomar pequenas doses de aspirina se houver provas de que tem tendências para fazer um coágulo sanguíneo, chamado síndroma antifosfolipido (aPL). Também lhe será feita uma ecografia vaginal para verificar se tem o colo do útero fraco, quer dizer, se o colo do útero não consegue aguentar o bebé em crescimento. Se for diagnosticado um colo do útero fraco, dar lhe-ão um ponto durante a gravidez para o manter fechado. Há algumas provas de que, se tomar as hormonas progesterona ou gonadotrofina conónica no início da gravidez, pode reduzir o risco de aborto. Ler Mais...

Estamos a restaurar uma casa velha. Pode a poeira da tinta à base de chumbo prejudicar o meu bebé?

Tem razão em estar preocupada com a exposição ao chumbo. O chumbo era um ingrediente comum da tinta antes de meados dos anos 70. Não está muito claro quais são exactamente os riscos, em parte porque é difícil medir as quantidades das substâncias que o corpo absorve e em parte devido à falta de estudos sobre os efeitos do chumbo na gravidez. Contudo, o chumbo tem sido ligado a um maior risco de aborta, bebés prematuros, baixo peso à nascença e morte súbita. Você expõe-se ao chumbo se raspar ou lixar tinta com chumbo, o que a fará inalar poeira de chumbo. Deixe os profissionais retirarem a tinta à base de chumbo e depois areje bem os quartos. Ler Mais...

Analgésicos

Se medicamentos naturais, como uma massagem para aliviar a dor de cabeça, ou um banho quente para diminuir as dores nas costas, não resultarem, então o paracetamol e em geral considerado seguro na gravidez se for tomado por pouco possível, deva ser evitado. O ibuprofeno também deverá ser evitado, assim como a aspirina (a não ser que seja especificamente prescrita pelo seu médico). Ler Mais...

Dor de dentes

Se a criança apresentar uma dor de dentes violenta, deve ser vista pelo médico dentista. Para dar algum conforto, a criança pode bochechar com água, mas nunca se deve colocar um comprimido de aspirina no local pois pode causar queimaduras graves. Se a dor for forte, deve-se dar à criança um analgésico, mas o mais importante é tratar o dente causador A dor de dentes pode ser iniciada por estímulos frios, quentes ou doces e também pela mastigação. Quando a dor é espontânea ou surge durante a noite é sinal de que o dente está já com a cárie extensa. Ler Mais...

Ficar em casa com alguém

Ficar em casa com um familiar ou com uma empregada é uma hipótese que é por vezes possível, embora nem sempre tenha viabilidade económica para o casal e nem sempre também seja possível encontrar uma pessoa que inspire a suficiente confiança para os pais não apenas no sentido de não roubar a casa mas também de não se ir embora de um dia para o outro, deixando os pais com um grande problema entre mãos. Ficar em casa com o bebé implica ser uma pessoa de confiança geral, que saiba tomar conta da casa, que saiba tomar conta de bebés e que os estimule quantas crianças são bem tratadas por empregadas, por exemplo, que acabam por não brincar com elas nem as estimular e que não cause ciúmes à mãe, um problema que acaba por surgir quase sempre, já que essa pessoa, na prática sempre uma mulher, acaba por estar mais tempo com o bebé do que a própria progenitora, levando a que a criança desenvolva laços de afeto com ela, o que é um espinho difícil de engolir pela generalidade das mães. Por outro lado, a partir da idade em que os bebés começam a deslocar-se e a requerer atenção e estímulo a toda a hora, uma empregada não pode estar destinada a fazer as duas coisas: tomar conta do bebé e fazer a lida da casa. Se for o caso, pode distrair-se e o bebé sofrer, por exemplo, um acidente. Muitas vezes há um familiar que não se importa de dar um certo apoio à família e toma conta do bebé. Com as pessoas a trabalhar longe, com as famílias cada vez mais repartidas por bairros ou vilas diferentes e longe uns dos outros, com os próprios avós e tios a trabalhar (ao contrário do que acontecia nas gerações precedentes), esta situação é, na prática, muito difícil. Além dos problemas de «comando» que acabam por causar - geram-se às vezes mal-estares e conflitos, especialmente se é a mãe «dele» que vai tomar conta do bebé «dela». A criança ficar em casa é, no entanto, uma das melhores soluções. Ler Mais...
Quantas vez tem que tomar aspirina para aborta | Para Pais.