Resultados para: "quando o organismo expulsa um aborto retido o utero fica aberto"

Você está a ver leite , criança e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa quando o organismo expulsa um aborto retido o utero fica aberto. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

O que é um aborto?

Um aborto á a expulsão ou a extracção do útero de um embrião ou feto antes da 24ª semana de gravidez. Os sinais de um abortoo sangramento vaginal e dores semelhantes às menstruais. Como nem todos os abortos seguem o mesmo padrão, há várias formas de descrever o que acontece. * Ameaça de aborto ocorre quando há sangramento que pode ou não ser acompanhado de dor, mas o feto sobrevive. * Aborto incipiente ocorre quando há sangramento e dores devido a contracções do útero, o canal cervical dilata e o feio é expelido. * Aborto retido ocorre quando o feto morre mas mantém-se no útero e ou é expelido mais tarde naturalmente ou retirado por operação. Ler Mais...

Quando estarei completamente dilatada?

"Completamente dilatada" significa que o seu colo do útero está completamente aberto para que o bebé possa descer a vagina e nascer. Quando o trabalho de parto começa, o colo do útero ou está fechado ou está um ou dois centímetros aberto. As contrações do úteroo-no abrindo gradualmente até estar completamente aberto. Logo que isso acontece, você entra na segunda fase do trabalho de parto, que dura até ao parto. O ponto em que o seu colo do útero fica completamente dilatado pode ocorrer rapidamente depois do início de contrações fortes e regulares, ou pode levar muitas horas. Ler Mais...

Quando posso fazer força?

O ideal é começar a fazer força quando sentir necessidade disso, presumindo que o seu colo do útero está completamente aberto. A urgência de fazer força é em geral estimulada pela descida do bebé pelo canal de parto, o que acontece em qualquer altura logo que o colo do útero esteja completamente aberto. Pode sentir a necessidade de esvaziar os seus intestinos e realmente pode evacuar ou urinar um pouco, quando o bebé estiver a empurrar. Isto é muito comum durante o trabalho de parto. Se tanto você como o bebé estiverem bem, será encorajada a fazer força. Por vezes, pode sentir necessidade de fazer força antes de o colo do útero estar completamente aberto. Se for o caso, será importante resistir o mais possível a sensação, pois fazer força nesta fase pode fazer com que o colo do útero inche, o que tomará mais difícil a sua dilatação. Algumas mulheres acham que estar ajoelhadas de gatas, com a cabeça e os ombros mais baixos que as ancas, é uma boa posição para esta fase do trabalho de parto. Ler Mais...

O que causa um aborto numa gravidez avançada?

Um aborto numa gravidez avançada pode acontecer devido a um colo do útero fraco (ou “incompetente”), o que causa a dilatação demasiado cedo. Isto ocorre em 15% dos abortos repetidos. Para uma futura gravidez, uma sutura do colo do útero pode fortalecer o músculo e prevenir uma abertura precoce. Outra causa pode ser o mau funcionamento da placenta, o que afecta o desenvolvimento do bebé. Ler Mais...

O que é um “D e C”?

D e C são as iniciais para dilatação e curetagem, um procedimento cirúrgico no qual a abertura do útero, o colo do útero, é dilatada e o tecido que envolve as paredes do útero é raspado ou removido (curetagem). Este procedimento é algumas vezes utilizado para garantir a evacuação do conteúdo uterino de uma gravidez não evolutiva. Há vantagens e desvantagens a considerar antes de fazer um D e C. O processo fica em geral concluído em duas horas e muitas mulheres recomeçam a sua actividade no prazo de uma semana. No entanto, a necessidade de uma raspagem cirúrgica ou D e C depois de um aborto tem sido questionada devido a potenciais complicações, tais como hemorragia e infecção. Peça conselho ao seu médico. Há opções menos agressivas do que o D e C. Um método é o de simplesmente observar e esperar para ver se o útero irá expelir espontaneamente quaisquer conteúdos restantes da concepção. Outra opção é um tratamento com medicamentos, que estimulam as contracções do útero para expelir naturalmente os tecidos da gravidez. Ler Mais...

Já tive três abortos e tenho medo de voltar a tentar engravidar – que posso fazer?

É compreensível, dada a suas experiências, que tentar engravidar de novo seja assustador. A seguir a um terceiro aborto é normal que o seu médico lhe faça uma série de exames para verificar se pode encontrar uma razão para os abortos. Em alguns casos, a causa é identificada e pode ser feito tratamento para ajudar a melhorar o resultado de uma gravidez seguinte. Possivelmente terá de fazer várias análises ao sangue. Estas serão para procurar anticorpos (proteínas no sangue que atacam qualquer substância que reconheçam como estranha ao organismo), anomalias cromossómicas, e infecções. Também lhe poderá ser feito um exame, um papanicolau e uma ecografia para examinar o seu útero e canais. Se se descobrir alguma anomalia cromossómica, deverão ser-lhe dados aconselhamentos genéticos para discutir as implicações em futuras gravidezes. Também deverão ser verificados os níveis das hormonas progesterona e prolactina pois podem ter influência num aborto. Por vezes, descobre-se que o colo do útero está enfraquecido e pode dilatar cedo de mais. Se for o caso, ser-lhe-á feita uma sutura cervical que actua como um elástico no colo do útero e felizmente evita futuros abortos ou partos prematuros. Se estes exames ainda não lhe foram feitos, fale sobre eles com o seu médico antes de tentar engravidar de novo para que possa começar qualquer tratamento recomendado o mais rápido possível. Ler Mais...
Quando o organismo expulsa um aborto retido o utero fica aberto | Para Pais.