Resultados para: "quais sinais quando feto esta morto"

Você está a ver bebé , criança e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa quais sinais quando feto esta morto. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, ver parto normal ver tudo, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

O que é um aborto?

Um aborto á a expulsão ou a extracção do útero de um embrião ou feto antes da 24ª semana de gravidez. Os sinais de um aborto são sangramento vaginal e dores semelhantes às menstruais. Como nem todos os abortos seguem o mesmo padrão, há várias formas de descrever o que acontece. * Ameaça de aborto ocorre quando há sangramento que pode ou não ser acompanhado de dor, mas o feto sobrevive. * Aborto incipiente ocorre quando há sangramento e dores devido a contracções do útero, o canal cervical dilata e o feio é expelido. * Aborto retido ocorre quando o feto morre mas mantém-se no útero e ou é expelido mais tarde naturalmente ou retirado por operação. Ler Mais...

O que é um nado-morto?

Um nado-morto é quando um bebé morre no útero depois de 24 semanas de gestação, antes de nascer. Perder um bebé é muito diferente das outras perdas, o que se deve em parte ao facto de hoje em dia, com as tecnologias existentes e os avanços dos cuidados de saúde, não se julgar possível perder um bebé. O contraste cruel entre nascimento e morte, e o não se ficar com recordações físicas dessa personagem com quem criámos laços durante a gravidez e que tanto ansiávamos conhecer é muito difícil de compreender. Muitas vezes os pais procuram respostas para coisas inexplicáveis e isso pode, por vezes, atrasar todo o processo de luto. O mais importante para os casais que vivem tal perda é não ficar a pensar nos ses, nos mas e nos talvez e lembrarem-se de que não tiveram culpa. Ler Mais...

Tenho lúpus – como é que isso vai alterar os meus cuidados durante a gravidez?

O lúpus é uma doença auto-imune que causa inflamação nas articulações dos ossos, no sangue, rins, e pele e os doentes por vezes descobrem que os sintomas se agravam devido a certos acontecimentos. A doença é mais comum nas mulheres do que nos homens, em especial nas mulheres em idade de dar à luz. Algumas mulheres acham que a gravidez agrava o lúpus, provavelmente devido às alterações hormonais que ocorrem, enquanto que outras acham que a gravidez alivia os sintomas. Como o lúpus pode afectar o feto, aumentando o risco de nado-morto aborto, trabalho de parto pré-termo e crescimento lento, a sua gravidez será vigiada de muito perto, em especial quando se medir a sua tensão arterial e analisar a urina. Contudo, a probabilidade é que venha a ter uma gravidez e um bebé completamente saudáveis. Pode contactar a Associação de Doentes com Lúpus para apoio e informação. Ler Mais...

Não quero engravidar já mas talvez no próximo ano – o que podemos fazer para nos prepararmos?

Adoptar um estilo de vida saudável e melhorar o seu bem-estar geral são medidas sensatas se estiver a planear uma gravidez. Comece por ter em atenção a sua dieta. É equilibrada? Pode cortar na quantidade de sal, açúcar, fast food e alimentos processados que come? Também deveria aumentar a ingestão de fruta e legumes, em particular legumes de folhas verdes que são uma boa fonte de ácido fólico. O exercício também é importante. Se tem um regime certo de exercício e seguro continuar com ele, ou fazer um exercício mais suave, como natação ou caminhada, que são ideais antes, durante e depois da gravidez. Se fumar, deverá tentar parar, pois isso será benéfico para a sua saúde em geral e, mais especificamente, reduz o risco de aborto, de ter um nado-morto, de parto prematuro, de baixo peso à nascença e de morte súbita infantil. De igual modo, deverá tentar diminuir ou parar de tomar bebidas alcoólicas. Um conselho corrente do Departamento de Saúde e que evite por completo o álcool enquanto tenta engravidar e uma vez grávida é difícil determinar quais as quantidades de álcool que pode tomar com segurança. Também é sensato verificar a sua situação em relação à rubéola pois a rubéola pode causar deformações no feto caso a mãe não esteja imune e tenha contacto com pessoas infectadas nos primeiros três meses de gravidez. Se tiver pouca imunidade, terá de ser vacinada e depois esperar três meses antes de tentar engravidar. Se tem uma doença ou se está a tomar medicação, fale com o seu médico ou a sua enfermeira sobre como isso poderá afectar a sua gravidez. Assim que começar a tentar engravidar anote todos os meses o primeiro dia do seu período pois essa será uma questão que a sua parteira ou o seu médico lhe irão pôr para determinar a data prevista do parto. Ler Mais...

Sintomas e sinais

Os sintomas e sinais da doença dependem da idade da criança e também do agente causador. Na criança com mais de ano e meio, a doença começa de forma brusca, com febre, vómitos, dores de cabeça, aversão à luz e grande prostração. A primeira manifestação pode, por exemplo, ser uma convulsão ou perda de consciência. Na observação médica ressaltam os chamados sinais meníngeos, entre os quais a rigidez dos músculos da nuca quando se flete a cabeça. Nas crianças mais jovens há febre, gemido, vómitos, irritabilidade ou prostração, palidez e frequentemente convulsões. O achado médico mais significativo é a chamada hipertensão da fontanela, ou seja, a «moleirinha» está abaulada e proeminente. Em algumas meningites, especialmente as provocadas pelo meningococo, podem aparecer lesões da pele - hemorragias (tipo picada de alfinete, que são chamadas «petéquias», ou maiores, tipo nódoa negra, que se designam por «equimoses»), queixas gastrointestinais ou outras. Ler Mais...

O meu companheiro diz que as drogas leves não têm problema – mas deveremos parar, agora que estamos a planear ter um bebé?

Ao dizer drogas leves deve estar a referir-se à nicotina ou à haxixe. O fumo do tabaco e da haxixe também podem ser altamente prejudiciais para o desenvolvimento do feto e deve ser evitado por grávidas ou por qualquer mulher que possa engravidar ou queira engravidar num futuro próximo. Julga-se que um químico presente na haxixe conhecido como THC pode reduzir a hormona luteizante (HL) nos genitais. Esta hormona desencadeia a ovulação nas mulheres e está envolvida na produção de esperma nos homens. Assim, além de ser potencialmente prejudicial para o feto, fumar haxixe pode resultar num decréscimo a curto prazo da capacidade reprodutora. Ler Mais...
Quais sinais quando feto esta morto | Para Pais.