Resultados para: "pq meu corpo fica quente"

Você está a ver bebé , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa pq meu corpo fica quente. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, ver parto normal ver tudo, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Conselho sobre queimaduras

E necessário que as crianças, a partir do ano, ano e meio, tenham a perceção do que é «estar quente», mesmo que a proteção seja essencial e não se possa confiar na educação. Para distinguir o quente do frio, e acompanhar essa sensação de um «canto de aviso» dos pais, pode encostar-lhe a mão a um objeto morno (morno!), como uma caneca com líquido, e dizer, com ar escandalizado: «Cuidado! Está quente. Pode queimar!» A criança aprenderá e sentirá o calor que irradia de fontes de aquecimento. Mas claro que não se pode confiar apenas neste sentido. Ler Mais...

A que temperatura deverá estar a nossa casa quando trouxermos o nosso bebé?

É difícil para os bebés manterem a temperatura do corpo. As unidades maternas estão muito aquecidas pois estão a lidar com bebés que acabaram de nascer e que ainda estão bastante molhados do parto. Uma vez em casa, deve manter a temperatura do quarto a cerca de 16-20°C, pelo que poderá achar conveniente a compra de um termómetro de ambiente. Os bebés correm risco de morte súbita se estiverem demasiado quentes por estarem num quarto muito aquecido ou com demasiada roupa. Contudo, a temperatura do quarto é só uma indicação, e você deverá aprender a verificar por outros sinais se o seu bebé está demasiado quente ou demasiado frio Como guia, as mãos e os pés do bebé devem estar frios e a cabeça deve estar quente pois ele tem tendência a perder calor pela cabeça. Verifique a temperatura do bebé colocando as costas da sua mão no peito dele, mas não os dedos, que podem estar frios. Se sentir o seu bebé quente, é provável que esteja suficientemente aquecido. Se estiver demasiado quente ou transpirado, retire uma camada de roupa ou um cobertor ou lençol. Se estiver frio, adicione uma camada. Os edredões não são recomendados até o bebé ter pelo menos um ano, para evitar sobreaquecimento. Se o seu bebé estiver maldisposto, quente ou com tremuras, a sua reação imediata deverá ser embrulhá-lo e embalá-lo, mas isso pode aquecê-lo demasiado. Em vez disso, retire alguma roupa para que o bebé possa arrefecer. Procure ajuda médica de imediato se a temperatura do bebé for superior a 39°C ou se ele não reagir. Ler Mais...

Evitar a mastite uma infeção do leite e do tecido envolvente

A mastite é uma infeção dolorosa do tecido dos seios que ocorre quando os seios estão ingurgitados (duros e inchados) e um canal fica bloqueado. Saber lidar com o congestionamento ajuda a prevenir a mastite. Não deixe de amamentar pois precisa de libertar o seu leite. Retire leite várias vezes para aliviar alguma pressão (e é mais fácil para o bebé agarrar) e amamente pouco e com frequência para esvaziar os seios. Coloque uma toalha quente no seio dorido. Comece a amamentar no seio mais cheio pois o bebé mama com mais força no início. Ler Mais...

Como pode o parto na água ajudar com a dor?

Possivelmente as mulheres sentem-se mais confortáveis e assim mais confiantes na água. Julga-se que a água desencadeia um aumento súbito de oxitocina, a hormona que provoca as contrações, tornando-as mais eficazes. Algumas mulheres acham que é mais fácil moverem-se na água, o que as ajuda a encontrar uma boa posição para dar à luz. Algumas sentem os benefícios da água quente logo que entram na piscina, mas para outras pode levar 15-30 minutos até relaxarem. A água pode ser uma ajuda natural para relaxar pois alivia os músculos e liberta a tensão. Quando nos sentimos menos ansiosas, o nosso corpo produz menos hormonas de stress. Isto encoraja o cérebro a produzir endorfinas, o analgésico do corpo, e aumenta o bem-estar. Luzes suaves e música relaxante podem ajudar. Alguns estudos sugerem que as mulheres têm uma segunda fase de trabalho de parto mais curta na água e pode haver necessidade de menos esforço para puxar o bebé. Se as contrações forem muito intensas pode também utilizar entonox (gás e oxigénio). Ler Mais...

A Natação e bebés

Nadar é tão bom... A natação é a capacidade de se deslocar na água, com economia de esforço, o que implica relaxação, por um lado, e domínio da respiração, pelo outro, associado a uma técnica correta de movimentos dos braços e das pernas e a uma optimização do rendimento dos diversos órgãos e sistemas. A natação, visto ser feita num meio aquático, permite também o «regresso» a um ambiente que, em muita coisa, faz relembrar o útero materno. Psicologicamente, para a larga maioria das crianças, é uma boa proposta, como forma de combate ao stresse do dia-a-dia. Por outro lado, a natação ajuda à reflexão, indispensável no processo de tomada de decisões, a organizar o corpo de uma forma integral e harmónica (estando, por exemplo, fortemente recomendada nas crianças com dislexia ou perturbações da gestão do corpo) e a coordenar os movimentos dos vários sectores do corpo. Nadar é bom e é útil, embora não se devam fazer demasiados sacrifícios em termos de tempo, pressas ou ir contra a vontade da criança (quando, por exemplo, tem medo da água). Mas quem experimenta, mesmo não estando muito convencido, fica rapidamente agradado os pais passam uns bons momentos, variam um pouco o seu dia-a-dia e até notam, frequentemente, que as crianças comem melhor e dormem mais repousadamente. Ler Mais...

Balanite

Chama-se balanite à inflamação ou infeção da glande, que é a zona que está debaixo do prepúcio (pele da pilinha). Pode ocorrer em qualquer idade. O aspeto é de uma pilinha com a ponta inchada, vermelha, com corrimento que pode ter várias cores: branco, amarelado ou esverdeado, mas que é geralmente espesso. Por vezes há queixa de dor ao fazer xixi. A balanite é muito comum - na idade das fraldas, há fatores que podem aumentar a frequência da infeção, como o ambiente quente, húmido e escuro da região genital, com a proximidade das fezes. A fimose (aperto da pilinha) é outro fator que ajuda. O tratamento da balanite assenta na aplicação de uma pomada com antibiótico durante 4 ou 5 dias, e limpeza (depois de passar a fase de maior inchaço). Em casos de repetição, ou naqueles em que a criança fica com dificuldade a fazer xixi, poderá ser necessária a circuncisão. Ler Mais...
Pq meu corpo fica quente | Para Pais.