Resultados para: "porque enfaixam a gente depois da cesarea"

Você está a ver grávida , criança e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa porque enfaixam a gente depois da cesarea. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, gemeos escondidos barriga, cesaria inflamada, cesariana inflamada, colo do utero dilatado fotos, bucentinha infantil.

Conselho sobre de como explicar a gente tão pequena os sentimentos de gente tão grande

É importante valorizar os aspetos positivos do outro progenitor, mesmo que custe. A imagem que o filho deve ter de ambos os pais deve ser positiva - mesmo que, passados alguns anos e aumentando a maturidade, comecem a surgir ideias claras sobre cada um deles e afetos maiores ou menores em relação a cada um deles. A ânsia de «fazer justiça» - muito entusiasmada pelos familiares de cada lado - é inútil. Não só porque força a criaa a ter de optar, o que considera uma traição ao outro, mas porque não é com essa pressão que se ganha razão ou apoio. A seu tempo, mais tarde, a criaaadulta analisará tudo e fará os seus próprios juízos. Tudo o que for feito nesta idade, 1-5 anos, para obter o «voto do júri» é uma agressão. Que os pais saibam estar, nestas alturas dramáticas da vida familiar, à altura dos filhos. Ler Mais...

Amigdalite

Toda a gente já ouviu falar das amígdalas. Mais, provavelmente já toda a gente passou por uma situação parecida como a do Rui (no caso em seguida descrito): febre alta, dor a engolir, mal-estar, inchaço dos gânglios que ficam por baixo da boca, mau hálito, dor de cabeça e na barriga, falta de apetite e rouquidão. Ou seja, já praticamente todos nós experimentámos os sintomas e sinais de uma amigdalite, ou do seu componente mais chegado, a faringite. As amigdalites e as faringites são doenças que costumam aparecer mais em criaas de idade pré-escolar e escolar, altura em que aamígdalas têm uma dimensão ainda grande. Ler Mais...

Serei capaz de ajudar a parteira a cortar o cordão umbilical depois do parto?

É normal o pai do bebé, ou outro acompanhante de parto, cortar o cordão umbilical depois do parto. As parteiras e os médicos em geral gostam que isso aconteça, desde que não haja problemas com a mãe ou o bebé que necessitem que o cordão umbilical seja cortado muito rapidamente. O cordão é mais duro do que muita gente pensa, mas a parteira vai orientá-lo e mostrar-lhe-á como cortá-lo com seguraa. Saiba que por vezes são necessárias várias tentativas até o separar completamente! Ler Mais...

E, pelo sim, pelo não, vacinar as criaas com a vacina da gripe?

A resposta é a mesma: não se justifica, a não ser que o médico-assistente a indique. A ideia de que uma vacinação generalizada contra a gripe «normal» impediria a transmissão da gripe e, depois, a eventual combinação do vírus da gripe «normal» com o da gripe das aves é teoricamente boa, mas na prática duvidosa - haveria que vacinar toda a gente para impedir esta recombinação. E o «assalto» às farmácias pode esgotar a vacina e desperdiçá-la com pessoas que não precisam, impedindo a vacinação dos que realmente necessitam. Ler Mais...

Banho de mar

Uns detestam, outros adoram, uns choram quando entram, outros choram porque têm de sair. Geralmente começam por gostar e aventuram-se, depois vem a fase de detestar e fazer marcha-atrás... segue-se a «banhomania», até os lábios ficarem roxos, ou melhor, até eles todos ficarem roxos, a brincar com os amigos, seja qual for a temperatura da água. Depois uma fase de apetecer estar mais na areia, a brincar ou em cima dos pais, tipo «meigas». É natural. Quando vemos uma criaa de 4, 5 anos a regressar da beira-mar e a olhar, perdida, sem saber onde estão os familiares no meio daquela gente toda, podemos calcular como dever ser aflitivo. Nunca as percam de vista, mais por elas e para lhes evitar essa tremenda sensação de abandono do que por receio dos eventuais raptores de criaas. Seja qual for a idade dos vossos filhos, não os obriguem a tomar banho. Não é por insistirem (leia-se «violentarem») que eles ficam a gostar mais da água. Numa palavra: deixem-nos em paz. Estimulem-nos, mas com respeito pela vontade (e pelo frio e pelo medo) deles. Não há coisa mais revoltante que ver miúdos a chorar convulsivamente ao colo de pais que os mergulham à força. Ler Mais...

Comer areia?

Uma coisa de que muitos pais se queixam é que vocês comem areia aos quilos. Isso faz-se? Faz-se, pois claro! A areia em si não faz mal a ninguém e se comerem, paciência, deitá-la-ão fora na primeira ocasião. O único problema é se, misturados com a areia, vão detritos, lixos e outras coisas indesejáveis. Ou pontas de cigarro, que gente desleixada enterra na areia, para vocês depois as descobrirem e comerem. Essas pessoas não sabem, provavelmente, que uma beata mastigada por um bebé pode matá-lo. As praias vigiadas são limpas quando começa a época balnear e na, maior parte delas, há um processo de limpeza diária, nomeadamente com tratores que peneiram a areia e a alisam. Todavia, mesmo com a crescente «civilização» das pessoas e com o número grande de caixotes do lixo que há nas praias vigiadas, ainda existe muito boa gente que não quer saber dos outros e deita o lixo na areia com o maior desplante. Façam um estudo do ambiente que vos rodeia, quando os pais vos puserem na areia e certifiquem-se que há uma «área protegida» à vossa volta, sem latas de atum, alcatrão, conchas pontiagudas, seringas, preservativos ou outros detritos. Alguns de vós têm medo (quase nojo) da areia, chorando, infelicíssimos, quando têm que a tocar com os pés. Pois é, será difícil ir a uma praia que não tenha areia. Aqui, meus amigos, a razão está do lado deles. Peçam para eles não vos forçarem mas o melhor é habituarem-se, e cedo verão como é bom sentir a areia, sobretudo se já gatinham ou dão passos. Ler Mais...
Porque enfaixam a gente depois da cesarea | Para Pais.