Resultados para: "por que os bebes ficam com a lingua pra fora"

Você está a ver criança , criança e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa por que os bebes ficam com a lingua pra fora. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Algumas questões

Freio da língua Aquilo a que se chama habitualmente «freio da língua» e que provoca, quando curto, uma situação que se designa por «língua presa», é nem mais nem menos do que um espessamento dos músculos génio-hioglóssicos, mesmo na parte central da língua, formando uma prega vertical. Pode ser uma coisa muito ligeira (apenas uma pequena membrana), ou um espessamento razoável. Neste último caso pode impedir que a língua saia normalmente da boca, prejudicando a deglutição e a fala (nos recém-nascidos normais, a língua é sempre pequena). A principal alteração da fala que se atribui ao freio da língua é a criaa ficar «ciosa», com dificuldade de pronunciação de certas letras (N, L, T, D - «sopinha de massa»). Embora não seja um problema de maior, há que pensar que estamos numa era de comunicação e que tudo o que possa prejudicar esta, poderá ter efeitos no relacionamento e na auto-estima da criaa, quer em casa, quer na sua vida escolar e pública. Na dúvida, o cirurgião pediatra dirá se é melhor fazer o corte do freio, o que, a fazer, é rápido e instantâneo, sem quaisquer perigos, se for feito nas primeiras semanas de vida. Ler Mais...

Quais são os benefícios de extrair leite?

Extrair leite materno (espremer leite dos seus seios) permite que o seu bebé receba todos os benefícios da amamentação se você não puder estar com ele em cada mamada. As mães extraem o leite por muitas razões. Algumas gostam de dar aos seus bebés o leite materno num biberão se estão fora quando é hora de o alimentar, enquanto outras que regressaram ao trabalho, extraem para que possam continuar a amamentar os seus bebés. As mães de bebés prematuros que estão a ser tratados numa unidade de cuidados especiais para bebés podem extrair leite para alimentar os seus bebés. Ler Mais...

Porque é que os bebés prematuros têm dificuldades respiratórias?

A síndroma do desconforto respiratório (SDR) é a complicação mais comum dos bebés prematuros e afeta mais de 50 % dos bebés nascidos antes das 32 semanas de gravidez. Os problemas de pulmões ocorrem nos bebés prematuros por várias razões. Os pulmões não estão completamente desenvolvidos até à última fase da gravidez, e uma substância importante chamada surfactante, que permite que os pequenos pulmões dos bebés se desenvolvam e funcionem com eficácia, não se desenvolve até depois das 36 semanas de gravidez. Além disso, quanto mais cedo o bebé nascer, menos desenvolvidos estarão os pulmões e os músculos da caixa torácica, e o resultado é que os bebés ficam muito cansados pois necessitam de mais esforço para respirar. Os problemas respiratórios são a razão mais comum para os bebés serem admitidos nas unidades de cuidados intensivos neonatais (UCDM). Os bebés prematuros estão muito mais sujeitos a infeções respiratórias do que os bebés de termo e podem necessitar da ajuda de ventiladores mecânicos, os quais, embora salvem vidas, podem eles mesmos causar problemas aos pulmões do bebé. Ler Mais...

Em que fase pode o meu bebé sobreviver fora do útero?

Até há pouco tempo, os bebés nascidos com menos de 28 semanas de gestação em geral não sobreviviam. Hoje em dia, com os avaos médicos em especial nas unidades de cuidados intensivos neonatais, bebés de 22 semanas de gestação têm sobrevivido fora do útero, embora isso ainda seja muito raro. Segundo as directrizes de muitos hospitais, 24 semanas é o limite de idade gestacional em que conseguem ressuscitar um bebé, a não ser que o bebé mostre sinais de vida no parto. Os bebés muito prematuros têm um risco aumentado de incapacidades, mesmo com os melhores cuidados médicos, e por vezes o próprio parto pode causar um enorme esforço ao bebé. Médicos, parteiras e enfermeiras com muita experiência serão envolvidos nos cuidados de partos prematuros. Se possível, o parto terá lugar num hospital com uma unidade dedicada aos cuidados intensivos neonatais (UCIN). Se isso não for possível, por vezes os bebés são transferidos para centros especializados quando estão suficientemente estáveis para serem transportados. Cada dia e cada semana são um marco para o seu bebé, e quanto mais perto nascer da data prevista para o parto, melhores são as probabilidades. Ler Mais...

Os bebés ficam mimados se pegarmos muito neles?

Pelo contrário. Durante os primeiros meses do bebé, pegar nele fá-lo sentir-se amado e seguro. Enquanto muitos bebés parecem não precisar de muito contacto físico, outros querem estar ao colo o tempo todo. Se o seu bebé precisar que lhe pegue muito ao colo, pode experimentar um porta-bebés, o que lhe permitirá trazê-lo junto a si e manter as suas mãos livres para fazer outras coisas (mas tenha cuidado se pegar em água quente e evite subir a cadeiras). Mas quando o seu bebé estiver sossegado e calmo, deixe-o entreter-se e adormecer sozinho. Ler Mais...

Hipotiroidismo congénito

O hipotiroidismo congénito é, como o nome indica, uma falência da função da hormona tiroideia, situação esta que se torna responsável por um quadro de atraso mental, bócio, inchaço, língua grande, queixo pequeno, voz rouca e grossa (que muitos bebés saudáveis podem ter, atenção!), pele fria e seca, etc. Muitos destes sinais e sintomas, isoladamente, não querem dizer nada. É o seu conjunto que pode chamar a atenção para um caso de hipotiroidismo congénito. Felizmente, graças ao rastreio, é possível identificar os bebés que produzem pouca hormona tiroideia, e inicia-se então um tratamento, administrando o elemento que falta. Actualmente, o processo permite comar o tratamento aos 12 dias de vida, o que é muito bom e evita todo aquele quadro que leram acima, designadamente o atraso mental. Ler Mais...
Por que os bebes ficam com a lingua pra fora | Para Pais.