Resultados para: "pomada para picada de inseto nos labios"

Você está a ver bebé , criança e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa pomada para picada de inseto nos labios. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Picadas de mosquitos e melgas, abelhas e vespas

As crianças são «tenrinhas» e mais «docinhas», e por isso são o alvo privilegiado dos mosquitos e meigas. Na maioria dos casos, a picada de insetos desaparece no dia seguinte, dando apenas desconforto, dor e comichão, podendo surgir lesões de coceira e infeção. Há crianças que sofrem porque ficam transformadas em autênticos passadores, e se a picada é feita na pálpebra ou no lobo da orelha, o inchaço é enorme. Em alguns casos pode ocorrer uma reação alérgica que pode ter de ser medicada no serviço de urgência. Os sinais de alarme são:
  • inchaço da cara ou da boca e lábios;
  • dificuldade em falar;
  • dificuldade em engolir;
  • dificuldade em respirar;
  • tonturas ou desmaio;
  • dores abdominais, náuseas e vómitos.
Há vários produtos no mercado para o «antes» (sprays, aparelhos de ligar à eletricidade, etc.) e para o «depois» (cremes, pomadas). Tenham-nos convosco e preocupem-se em não deixar a janela aberta enquanto tem as luzes acesas, nem as tenham acesas no exterior da casa, junto às portas e janelas. É um autêntico convite para os insetos. Os restos de comida, ao ar livre, atraem abelhas e vespas. Por vezes, no Verão, depois de um almoço na praia ou na relva, ficam migalhas (ou pequenas poças de água) e a criança pode pisar estes insetos, picando-se. O mesmo nas piscinas, junto à borda, onde há salpicos de água. Os perfumes, as camisolas com desenhos de flores e as bebidas doces em lata, bebidas por palhinha, também atraem as abelhas e vespas. No caso de picada de inseto deve:
  • levar-se a criança para outro lado;
  • se tiver sido picada por uma abelha, vespa ou zangão e o ferrão ainda for visível, convém removê-lo raspando a pele, com suavidade, com a unha ou o bordo de um cartão de crédito;
  • espremer-se, sem demasiada força, para não lesar os tecidos;
  • lavar com água e sabão;
  • aplicar gelo;
  • se a dor for forte, dar um analgésico;
  • se há comichão, aplicar uma pomada para a reduzir.
Os casos que necessitam de ser observados, embora não num contexto de urgência, são aqueles em que surge grande inflamação, infeção ou dor prolongada. Ler Mais...

Inflamação do pavilhão auricular

É frequente o pavilhão auricular inflamar-se ou infetar. Trata-se de uma região muito rica em líquidos e cartilagem, com condições para que estas alterações ocorram. Desde uma picada de inseto à colocação de brincos, passando por eczema, traumatismos pequenos (até a pentear) ou qualquer outra solução de continuidade, são muitas as causas para inflamar, e subsequentemente infetar, o pavilhão auricular. Além do inchaço, pode haver dor (por vezes intensa) e o pavilhão fica avermelhado. Se as alterações forem na parte de trás, podem passar mais tempo desapercebidas. Na maioria dos casos, a administração de um analgésico e aplicação local de pomada antibacteriana é suficiente. Contudo, pode haver necessidade de dar um medicamento para a comichão e/ou antibiótico por via oral, nos casos mais renitentes. Qualquer ferida, mesmo que pequena, no pavilhão auricular, deve ser desinfetada e vigiada. Ler Mais...

Queilite

Queilite significa inflamação dos lábios, com vermelhidão, fissuras (por vezes com sangramento, sobretudo se a criança as morder e tentar arrancar) e aparecimento de escamas. É mais frequente nas crianças alérgicas. O frio e o vento, bem como o pó e a secura ou o sol, ou ainda uma dieta sem vegetais e fruta, podem também ser causa da queilite. O tratamento faz-se com aplicação de vaselina ou batons próprios, tentando que a criança não arranque as peles secas. Se há infeção, especialmente no canto da boca, pode ter de se aplicar uma pomada com antibiótico durante 3 a 4 dias, e dar um xarope de vitamina B. Ler Mais...

Celulite de órbita

A celulite da orbita é uma situação grave, embora tratável, e que exprime a infeção dos tecidos «moles» à volta do olho. É geralmente unilateral e revela-se por dor ocular, inchaço das pálpebras que rapidamente alastra à região à volta do olho, de cor muito encarniçada, podendo acompanhar-se de febre e mal-estar. A origem da infeção pode ser um arranhão, uma picada de inseto ou um terçolho, a partir dos quais a pele e os tecidos «moles» vão sendo progressivamente contaminados. A celulite da órbita é uma situação que deve ser imediatamente tratada, obrigando em muitos casos a internamento, dada a eventual extensão ao interior da órbita e do cérebro. No entanto, não há razão para os pais ficarem assustados, desde que se faça o diagnóstico, porque é tratável com antibióticos (mesmo que por vezes só por via endovenosa). O diagnóstico é feito pela observação e TAC ou ressonância magnética. Ler Mais...

Furúnculos

Os furúnculos são infeções da pele, provocadas por dois tipos de bactérias: estreptocosos e estafilococos. Estas bactérias estão na pele, mas quando encontram uma porta de entrada para tecidos mais profundos (como num corte, picada de inseto ou outra ferida semelhante), infetam e causam um abcesso com cavidades e produção de pus. Enquanto o abcesso não abre, dá sinais inflamatórios: calor, vermelhidão, tumefação e dor. A partir de determinada altura, começa a ficar mais mole e drena espontaneamente ou com uma pequena ajuda cirúrgica. O tratamento baseia-se em limpeza e antibióticos locais, e também por via oral. Frequentemente os furúnculos alastram, muitas vezes conduzidos pela própria criança que mexe num lado e coça no outro. A fase de cicatrização é importante - a aplicação de creme hidratante pode ajudar a reduzir o risco de ficar uma cicatriz marcada. O líquido dos furúnculos é muito infecioso. Ler Mais...

E os pipis…

Os pequenos lábios vaginais podem estar, frequentemente, colados. Por vezes é necessário o médico pediatra ou cirurgião afastarem-nos, e os pais deverão depois colocar vaselina durante 15 dias, para não voltar a colar. O nome técnico é«Sinequia dos pequenos lábios». Em alguns bebés do sexo feminino, as hormonas maternas, ainda em circulação no bebé, podem originar um pequeno fluxo vaginal de sangue e de muco. Ler Mais...
Pomada para picada de inseto nos labios | Para Pais.