Resultados para: "pomada antibiotico olho"

Você está a ver leite , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa pomada antibiotico olho. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, ver parto normal ver tudo, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Olhos

O que são as conjuntivites? As conjuntivites são inflamações ou infecções das conjuntivas oculares, ou seja, da mucosa dos olhos. Geralmente são benignas e manifestam-se por «ramelas», «olhos pegados» (especialmente de manhã) e por vezes vermelhidão, intolerância à luz e inchaço. As conjuntivites são muito comuns nos primeiros meses, porque o canal que drena as secreções e as lágrimas (canal lacrimal, que vai do canto do olho, junto ao nariz, para dentro do nariz) é muito pequeno e pode facilmente entupir (chama-se, a esta situação, «dacriostenose»), acumulando-se então as secreções, que são colonizadas por bactérias ou vírus. É importante a limpeza cios olhos ser feita regularmente, e procurando levar as secreções a não se acumularem no canal é melhor então limpar de dentro para fora (no sentido do nariz para a orelha), sem as pressionar. Quando existem «ramelas» é necessário aplicar um colírio que tenha antibiótico, geralmente duas gotas em cada olho, várias vezes ao dia (cinco ou seis, pelo menos). Outras vezes poderá ser uma pomada ou um gel, embora os bebés gostem menos porque ficam com a visão turva durante uns momentos. A pomada tem a vantagem de durar mais tempo e permitir não incomodar a criança (e os pais) durante a noite. O colírio é de mais fácil aplicação. Há pomadas em gel que só necessitam de duas aplicações diárias, mas o importante é colocar o medicamento mesmo dentro dos olhos, e não na pálpebra, dado que as secreções e a infecção estão lá dentro. Se não passar com estas medidas, ou se houver grande inchaço e vermelhidão, com o olho quase fechado, ou se existir dor ou perturbações da visão, é melhor consultar o médico porque o caso pode ser mais grave ou corresponder a uma situação chamada etmoidite, em que existe uma infecção óssea, ou uma celulite da órbita, em que se infectam a pele e os tecidos por baixo dela, e que têm que ser tratadas no hospital. Ler Mais...

Panarício

Um panarício é uma infeção à volta da unha, que começa muitas vezes por pequenas feridas que ocorrem ao cortar as unhas, roê-las ou a realizar trabalhos com materiais que gretam a pele. Uma pequena porta de entrada é o suficiente para as bactérias avançarem. Na fase de inflamação e pus, a criança tem dor. Quando o pus começa a sair, deve-se desinfetar e aplicar 4 vezes ao dia uma pomada de antibiótico. Pode dar-se paracetamol para as dores. Raramente é necessário antibiótico geral. É preciso manter a pele à volta das unhas bem cuidada e hidratada, e evitar que a criança roa as unhas. Ler Mais...

Queilite

Queilite significa inflamação dos lábios, com vermelhidão, fissuras (por vezes com sangramento, sobretudo se a criança as morder e tentar arrancar) e aparecimento de escamas. É mais frequente nas crianças alérgicas. O frio e o vento, bem como o pó e a secura ou o sol, ou ainda uma dieta sem vegetais e fruta, podem também ser causa da queilite. O tratamento faz-se com aplicação de vaselina ou batons próprios, tentando que a criança não arranque as peles secas. Se há infeção, especialmente no canto da boca, pode ter de se aplicar uma pomada com antibiótico durante 3 a 4 dias, e dar um xarope de vitamina B. Ler Mais...

Unha encravada

As unhas encravadas são um acontecimento comum nas crianças, sobretudo quando as unhas são cortadas muito rentes (especialmente as dos pés) ou as crianças as roem. Quando se cortam as unhas dos pés elas retrocedem, podendo depois, ao crescerem, entrar pela pele, inflamando-a e causando um panarício. Mesmo sem infeção, a unha encravada do pé dói, sobretudo ao andar. É importante que as unhas sejam cortadas em linha reta, limando depois os cantos e os bordos. O médico avaliará a situação e receitará uma pomada, com ou sem antibiótico. Ler Mais...

«Olho negro» (contusão)

O olho negro não corresponde geralmente a uma lesão grave. No entanto, se o trauma foi violento, pode haver lesão óssea ou das estruturas internas do olho. Devem aplicar-se compressas frias ou material gelado (mas não gelo diretamente) de modo intermitente - 5 minutos sim, 10 minutos não. Se houver dor, apenas o paracetamol está indicado. Se a lesão for ligeira, há no entanto que ter em atenção o conforto da criança ao dormir, designadamente o encostar do olho à almofada que pode aumentara dor e o inchaço. Os sinais de alarme são: aumento da vermelhidão, secreções ou pus, dor persistente, alterações da visão ou sinais de que o globo ocular possa estar lesado. As crianças que usam óculos podem ser lesadas pelos estilhaços de vidro. Neste caso devem ser imediatamente levadas ao serviço de urgência, sem que os pais tentem retirar qualquer fragmento. Ler Mais...

Balanite

Chama-se balanite à inflamação ou infeção da glande, que é a zona que está debaixo do prepúcio (pele da pilinha). Pode ocorrer em qualquer idade. O aspeto é de uma pilinha com a ponta inchada, vermelha, com corrimento que pode ter várias cores: branco, amarelado ou esverdeado, mas que é geralmente espesso. Por vezes há queixa de dor ao fazer xixi. A balanite é muito comum - na idade das fraldas, há fatores que podem aumentar a frequência da infeção, como o ambiente quente, húmido e escuro da região genital, com a proximidade das fezes. A fimose (aperto da pilinha) é outro fator que ajuda. O tratamento da balanite assenta na aplicação de uma pomada com antibiótico durante 4 ou 5 dias, e limpeza (depois de passar a fase de maior inchaço). Em casos de repetição, ou naqueles em que a criança fica com dificuldade a fazer xixi, poderá ser necessária a circuncisão. Ler Mais...
Pomada antibiotico olho | Para Pais.