Resultados para: "oque acontece se os pontos do parto normal quebra"

Você está a ver grávida , grávida e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa oque acontece se os pontos do parto normal quebra. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Depois de uma episiotomia como aliviar o desconforto dos pontos

Se fez uma episiotomia, o seu períneo poderá ficar bastante desconfortável depois do parto, pois a pele envolvente pode inchar, obrigando os pontos a esticar e o sentar-se torna-se bastante difícil. Eis algumas formas aliviar esse desconforto. Sente-se num anel de borracha para retirar a pressão dos pontos e permitir-lhe que relaxe. Aplique uma placa de gel gelada na zona, ou peça à sua parteira ou médico para lhe receitarem um creme ou spray analgésico. Tente agachar-se sobre a sanita quando urinar pois isso evita que o ácido da urina corra para os pontos. Lave e seque a zona com cuidado depois de ir à casa de banho. Um banho quente ou um duche podem acalmar. Depois de se lavar, seque a zona com cuidado batendo suavemente com uma toalha. Ler Mais...

Serei rasgada quando o bebé sair?

Algumas mulheres rasgam um pouco durante o nascimento dos seus bebés. Infelizmente, é impossível dizer se você irá rasgar ou não até ao preciso momento do parto. Alguns rasgões só atingem a pele e não precisam de pontos. Contudo, outros podem envolver a pele e os músculos por baixo dela e o canal vaginal e isso irá necessitar de pontos. Os pontos serão dados por uma parteira ou um médico experientes depois de lhe ser dada uma injeção de anestesia local. Há algumas provas que indicam que se massajar o períneo, que é a área entre a vagina e o ânus, durante a fase mais adiantada da gravidez pode ajudar a evitar rasgões. Permitir que a cabeça do bebé saia lentamente também pode ajudar a evitar rasgões. Ler Mais...

O que acontece se ultrapassar o termo da gravidez?

Isso varia um pouco de área para área, contudo deverão induzir o trabalho de parto entre as 41 e as 42 semanas de gravidez, o que significa que o seu trabalho de parto irá iniciar-se de forma artificial. Cada hospital tem o seu próprio critério sobre quanto tempo esperarão até sugerir uma indução de trabalho de parto, depois de passado o seu termo, mas isso em geral acontece entre 10 a 14 dias depois da data provável do parto (DPP). Se optarem por uma indução, o seu médico ou a sua parteira discutirão consigo todas as opções antes de tomarem qualquer decisão. Embora você tenha o direito de recusar uma indução, deve ter a certeza de que está consciente das razões pelas quais ela foi sugerida para poder tomar uma decisão esclarecida. Ler Mais...

Devo esperar até à minha consulta pós-parto para voltar a fazer amor?

Isso depende inteiramente de si e do seu companheiro! É normal querer voltar a ter uma vida amorosa ativa depois do parto mas também é normal não lhe apetecer durante meses! Algumas mulheres preferem voltar à sua vida amorosa só depois da consulta pós-parto por volta das seis semanas. O seu médico poderá confirmar que a ferida de uma episiotomia ou de um rasgão que tenha tido no parto cicatrizou e que o seu corpo está a voltar ao normal. Se tudo estiver bem, é provável que o sexo não seja desconfortável, mesmo de início. Outras mulheres sentem-se prontas para fazer amor antes da consulta pós-natal. Desde que tenha parado de sangrar e que leve as coisas calma e suavemente, não fará mal. Se tiver qualquer problema, poderá discuti-lo com o seu médico na altura da consulta. Ler Mais...

Tive um parto com fórceps pois no fim estava demasiado cansada para fazer força. É provável isso voltar a acontecer?

Um parto assistido é mais comum num primeiro parto do que nos subsequentes. A primeira gravidez e parto causam o alongamento dos ligamentos pélvicos, o que pode facilitar os partos subsequentes e o útero tem mais facilidade em se contrair na segunda e nas vezes seguintes, o que também em geral significa que o trabalho de parto é mais curto. Por vezes, mesmo que a cabeça do bebé não esteja na melhor posição para o parto, por exemplo, se o bebé estiver em posição posterior, em que a parte de trás da cabeça está contra a espinha e o fundo das costas da mãe, poderá ser feito um parto não assistido num segundo parto. Assim, é possível, mas não certo, que tenha um parto vaginal normal da próxima vez. Ler Mais...
Oque acontece se os pontos do parto normal quebra | Para Pais.