Resultados para: "mulheres tendo filhos"

Você está a ver bebé , gravidez e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa mulheres tendo filhos. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, gemeos escondidos barriga, cesaria inflamada, cesariana inflamada, colo do utero dilatado fotos, bucentinha infantil.

Famílias monoparentais

Existem em frequência crescente. Seja resultante de opções individuais mulheres que decidem ter filhos não tendo qualquer relacionamento estável com o pai da criança, ou mulheres (mais raramente homens) que ficaram com a guarda dos filhos e que viram desaparecer das suas vidas os companheiros. Ou então, por viuvez, na sequência de acidentes ou de doenças. Viver sem a mãe ou sem o pai não é fácil, até porque nem a mãe pode fazer inteiramente de pai, nem o pai pode fazer inteiramente de mãe. O que acontece é o progenitor ter que desempenhar o seu papel e alargá-lo um pouco ao papel que o outro representaria (e a maior parte das pessoas têm recursos internos para isso), ou a criança procurar um elemento de referencia do sexo do pai ausente (um avô ou avó, tio ou tia), no qual projetará expectativas e do qual seguirá modelos. As mães, porque são geralmente elas que constituem a família monoparental, tem frequentemente surtos de culpabilização por não terem «agarrado» suficientemente o pai da criança, porque porventura foram demasiado inflexíveis, porque foi a separação ou as suas escolhas que levaram à situação. Não se deve ir por aí. As opções que as pessoas fazem, fazem-nas segundo os critérios da altura, com as limitações dos contextos e das circunstâncias. Uma coisa parece-me clara: os pais ausentes devem claramente decidir se querem ou não continuar a desempenhar o papel de pais. No ponto de vista do melhor interesse da criança, não são admissíveis pais que aparecem quando menos se espera, depois desaparecem durante semanas ou meses, falham os momentos principais da vida da criança, depois aterram mais uns dias. Isto destabiliza totalmente a criança, impedindo-a de centrar os seus afectos noutra pessoa, e submetendo-a constantemente a «duches» de decepção e de esperança. Para além disso, os pais nunca se podem esquecer que estão a talhar um modelo de parentalidade. Se os filhos se habituam a que -isso é que é um pai», então tenderão, com maior probabilidade, a repetir esse modelo, que é, nunca é demais repetir, francamente lesivo para um bom desenvolvimento da criança. Ler Mais...

Mães e Pais

Ter filhos: um projecto a dois Um filho é um projeto de duas pessoas que envolve escolhas, decisões e motivações novas no ciclo de vida familiar. Podese pensar que a mãe tem o papel preponderante durante os 9 meses de gestação e nos primeiros meses de vida do bebé. É verdade, mas o pai pode ir mais além do que um mero suporte das necessidades da mulher. Veremos, mais à frente, o papel fundamental que o pai desempenha. Para já falemos do casal: os pais são mesmo importantes para os filhos. Acho que todos os leitores têm noção disso, mas às vezes vale a pena repetir. Ser pai justifica um trabalho a tempo inteiro. É só para lembrar como os pais de hoje são formidáveis. Do melhor que há! Os pais têm que ser modelos, exemplos, padrões, linhas orientadoras, demonstrar e complementar a «teoria» com coerência. É a grande responsabilidade de ser pai ou mãe. Não esquecer que os comportamentos têm que ser exercitados, desenvolvendo capacidades e habilidades. E os pais têm que mostrar sinais de orientação, com a clara noção de que os «modelos» também erram, porque são humanos. Mas com a humildade e o rigor de reconhecer o erro e corrigi-lo. Os filhos que tais pais têm podem considerar-se privilegiados, e terão, na sua vida, uma linha orientadora que constitui um dos maiores fatores protectores para o stresse e para promover comportamentos assertivos e corretos. Na sociedade portuguesa, até há bem pouco tempo, era esperado de uns e outros, homens e mulheres, o desempenho de papéis marcadamente diferentes. Simplificando, às mulheres competia genericamente cuidar dos filhos e da casa, e aos homens sair para trabalhar e ganhar dinheiro. Era esperado, das mulheres, que fossem gentis e submissas, enquanto a dureza e a ambição ficava para os homens. Apesar de não ter sido há muitos anos que se deu a viragem, esses tempos já parecem felizmente longínquos e espera-se que nunca mais regressem. Mas também não podemos considerar a tarefa acabada. Ler Mais...

E seguro ter o bebé em casa?

Pesquisas mostram que para as mulheres saudáveis que tenham tido uma gravidez normal, um parto em casa, planeado e assistido por uma auxiliar com experiência, é tão seguro como dar à luz no hospital. Nas maternidades a assistência às grávidas será mais personalizada do que num hospital público. No entanto em caso de parto de risco, tanto para a mãe como os filhos, o hospital poderá ter acesso mais rápido aos cuidados intensivos. Estatisticamente, as mulheres que têm os partos em casa têm menos probabilidades de usar drogas para aliviar a dor e menos probabilidades de sofrer uma episiotomia, mesmo que tenham que ser transferidas para o hospital durante o trabalho de parto. Também costumam utilizar posições mais confortáveis como estar de pé para dar à luz em comparação com os partos nos hospitais. Ler Mais...

As pessoas estão sempre a dizer-me que estou com pouca barriga, mas a parteira diz que está tudo bem. Pode explicar isto?

Diga-lhes para se meterem nas suas vidas! Se a sua parteira diz para não se preocupar, então eu ficaria tranquila - algumas mulheres escondem muito bem a gravidez! A parteira começa a medir a sua barriga por volta das 26-28 semanas, pois por essa altura a maior parte dos órgãos já está mais ou menos desenvolvida e o seu bebé está a crescer e a armazenar gordura. Muitas unidades utilizam tabelas de crescimento personalizadas que têm em conta as suas características individuais, como a sua raça e altura, que influenciam o tamanho do seu bebé. Tendo estes factores em conta, a sua parteira pode prever com mais exactidão o peso esperado e as medidas do seu bebé. Ler Mais...
Mulheres tendo filhos | Para Pais.