Resultados para: "mulher tendo um filho normal"

Você está a ver bebé , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa mulher tendo um filho normal. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, ver parto normal ver tudo, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Mãe de aluguer

Uma mãe de aluguer é uma mulher que chega a um acordo com outra mulher para gerar um filho para ela. Ela pode conceber o bebe com o esperma do companheiro da outra mulher ou o casal infértil pode fertilizar o seu próprio ovo através de um tratamento de fertilidade, sendo depois o embrião transferido para o útero da mãe de aluguer para ela transportar o bebé durante a gravidez e dar a luz. Este processo pode ser cheio de problemas: emoções conflituosas tanto da mãe de aluguer como do casal receptor, ou processos legais se, por exemplo, a mãe de aluguer mudar de opinião depois do parto e quiser conservar o bebé. Por esta razão, e importante que todas as partes que entram neste acordo tenham considerado audaciosamente as implicações e estejam confiantes e felizes com essas regras. Ler Mais...

Quais são as taxas de sucesso dos tratamentos de fertilidade?

As taxas de sucesso são muito variáveis, dependendo dos tratamentos utilizados e da saúde do casal. Se quiser saber a taxa de sucesso de clínicas individuais pode perguntar pela taxa de gravidez iniciada por ciclo". Esta informação é disponibilizada por cada clínica. Acima de tudo os casais tem uma maior taxa de sucesso se a idade da mulher for de 23-39 anos, tenha estado grávida ou tenha tido um bebé, e tenha um peso normal (um índice de massa corporal entre 19 e 24). Quanto mais velha for uma mulher menos hipóteses tem de engravidar. Os números mostram que em cada 100 mulheres entre os 23 e os 35 anos, mais de 20 engravidarão depois de um ciclo de FIV; dos 36 aos 38 anos, engravidarão cerca de 15; aos 39 engravidarão cerca de 10; e nas mulheres com mais de 40, engravidarão cerca de 6. Ler Mais...

Tenho ajudado a minha mulher a tratar do bebé durante a noite, mas no trabalho sinto-me exausto. O que posso fazer?

Este não é um cenário fora do normal e você poderá beneficiar se puder discutir isso com o seu patrão e com o departamento de recursos humanos. Antes de falar com o seu patrão, pense no que quer e procure saber quais as suas opções: quer tempo livre, mais flexibilidade, ou só abrandar um pouco? Os seus pedidos afetarão o seu trabalho, outros empregados, ou o seu desempenho? Lembre-se de que a exaustão não será um problema permanente, portanto negociar as opções por um mês pode ser melhor para o seu patrão. Se já trabalhava para ele antes da gravidez da sua mulher, provavelmente tem direito a licença de paternidade paga se já não a tiver tirado Também vale a pena considerar a licença parental. Dentro de certos critérios, o pai de uma criança com menos de seis anos tem o direito legal de tirar uma licença de trabalho não paga para tratar deles. Pode pedir no emprego para ficar alguns dias de férias. Mas tenha também em conta que muitas destas opções afetarão o seu salário e a sua mulher pode estar em licença de maternidade ou pode ter parado de trabalhar. Outra opção é negociar uma "manhã de repouso" com a sua mulher, para que, por exemplo, cada sábado repouse você e ela repouse aos domingos, não importa como tenha corrido a noite. Aos fins-de-semana, não há problema em fazer uma sesta durante o dia, quando o bebé dormir. Ler Mais...

A minha mulher quer fazer tudo sozinha – agora a minha mãe está ofendida. Como a posso ajudar a relaxar?

Muitas novas mães sentem-se assim, portanto a sua situação não é invulgar. Talvez a sua mulher sinta que deverá ser capaz de fazer tudo sozinha e ache que aceitar ajuda seja admitir uma derrota e que está a falhar no seu novo papel como mãe. Assegure-lhe que é uma ótima mãe e faça-lhe ver que há pessoas que querem ajudar e que ela também beneficiará se tiver algum tempo para relaxar. Explique à sua mãe como a sua mulher se está a sentir e tranquilize-a também, pois é provável que ela julgue que as suas ofertas de ajuda não são apreciadas. Talvez a sua mãe possa perguntar à sua mulher em que é que poderá ajudar. Por exemplo, provavelmente ela adoraria ter alguém que a ajudasse a lavar a roupa, a limpar o pó ou a passar a ferro. Ou poderá ficar contente se a sua mãe levar o bebé a dar um passeio para que ela possa tomar um banho ou descansar. Ler Mais...

A minha amiga tem 27 anos e teve um bebé com síndroma de down – isso é normal?

Embora o risco ou possibilidade de ter um bebé com síndroma de Down aumente com a idade, em particular a partir dos 35 anos, a maioria dos bebés com síndroma de Down nascem de mães mais jovens. Isto, provavelmente, deve-se ao facto de que as mulheres com mais de 35 têm de fazer mais testes. O risco de ter um bebé com síndroma de Down aos 20 anos é de 1 em 1700. Este risco aumenta até 1 em 1400 por volta dos 25 e na altura em que a mulher alcança os 35 o risco aumenta para cerca de 1 em 400. Ler Mais...

Tive um parto longo e receio que a minha vagina tenha alargado. Voltarei ao normal?

Tente não se preocupar, embora de início possa notar alterações no seu corpo em resultado da gravidez e parto: lembre-se de que o corpo de uma mulher está preparado para dar à luz e para depois voltar ao normal. Para ajudar os músculos à volta da vagina a apertarem depois do parto, faça os exercícios para o pavimento pélvico que fez na gravidez. Para isso tem de identificar os músculos que precisa de exercitar apertando os músculos à volta da vagina e do ânus contraindo como se estivesse a travar a urina e gases ao mesmo tempo. Deverá praticar cinco ou seis vezes de cada vez, várias vezes ao dia. Se de início não conseguir manter os músculos apertados durante 5 segundos faça o que conseguir e continue a praticar. Também pode tentar contrações mais rápidas apertando e elevando os músculos do pavimento pélvico rapidamente e mantendo-as durante um segundo; depois relaxe um momento e repita. Ler Mais...
Mulher tendo um filho normal | Para Pais.