Resultados para: "muco pos implantacao"

Você está a ver gravidez , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa muco pos implantacao. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, ver parto normal ver tudo, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Quando sai o rolhão mucoso?

Durante a gravidez, um tampão de muco gelatinoso sela a parte inferior do colo do útero e impede a entrada de infeções para o seu útero. Esse rolhão sai para o fim da gravidez e, embora isso possa significar que o trabalho de parto se vai iniciar em breve, também pode ocorrer até 6 semanas antes de o trabalho de parto começar na realidade. Ler Mais...

E os pipis…

Os pequenos lábios vaginais podem estar, frequentemente, colados. Por vezes é necessário o médico pediatra ou cirurgião afastarem-nos, e os pais deverão depois colocar vaselina durante 15 dias, para não voltar a colar. O nome técnico é«Sinequia dos pequenos lábios». Em alguns bebés do sexo feminino, as hormonas maternas, ainda em circulação no bebé, podem originar um pequeno fluxo vaginal de sangue e de muco. Ler Mais...

Como poderei saber se já estou realmente em trabalho de parto?

O sinal completamente seguro de que está em trabalho de parto é estar com contrações regulares que causam a dilatação e a abertura do colo do útero, e isso só pode ser determinado pela sua parteira ou pelo seu médico durante um exame interno. As contrações do trabalho de parto são em geral dolorosas, ocorrem com muita regularidade e tornam-se cada vez mais fortes e frequentes. Há outros sinais de que o trabalho de parto pode estar a caminho, como o aparecimento ou descarga de muco vaginal, mas estes não são verdadeiros indicadores de que o trabalho de parto está realmente a caminho. Se não tem a certeza se está ou não em trabalho de parto, pode tentar cronometrar as suas contrações desde o início de uma até ao início da seguinte e anotar a frequência com que ocorrem. Se estiver em trabalho de parto, então notará que elas se tornam mais seguidas e aumentam de duração. Se achar que está em trabalho de parto ligue à sua parteira ou ao seu médico. Ler Mais...

Quais são os sintomas?

Os sintomas têm a ver principalmente com a lesão que os vírus provocam ao nível do nariz a parede nasal fica inchada, o que faz aumentar a obstrução e a sensação de -nariz cheio-, e o nariz produz também mais muco, que ó uma forma de combater os agressores. Isso ainda aumenta mais a oclusão nasal. Primeiro as secreções são claras, tipo «aguadilha», mas podem depois tornar-se mais espessas e brancas ou amareladas. Finalmente, poderão ficar esverdeadas, o que em alguns casos indica já um envolvimento também de bactérias, mas nestes casos a constipação também se acompanha de outros sintomas (febre alta, por exemplo) e dura mais do que os dois, três dias «da praxe» é sinal que a constipação se quer instalar para ficar». Os sintomas gerais, que não chegam a ser muito fortes mas podem ser suficientemente incomodativos mal-estar, febre muito baixa, vontade de descansar, resultam da passagem de alguns vírus pelo sangue, mas são de curta duração - ao fim de dois dias, se tudo correr bem, a pessoa melhora. Ler Mais...

A que dados dar atenção?

Perante uma criança com gastroenterite, os pais deverão ver os seguintes aspetos, para os veicular ao médico assistente ou à Linha Saúde 24: • Características das fezes e das dejecções: há quanto tempo dura a situação? Se há mais de três dias, é conveniente consultar o médico. Quantas dejeções tem a criança? Mais de cinco? E a cor das fezes? É anormal? E é muito líquida? E as fezes têm sangue ou muco (com o aspecto de «ranho»)? • A criança está com vómitos? E febre? • A criança consegue beber líquidos, pelo menos em quantidade suficiente para compensar o que está a perder pela diarreia? •O estado geral e de nutrição é bom? Se sim, a criança poderá aguentar a situação por algumas horas ou dias, se não, a descompensação será mais precoce. •A criança está irritável? Chora sem parar? Inconsolável? Grita, de um modo diferente do chorar alto? •E a respiração? A frequência respiratória está aumentada? •Acham que os olhos estão encovados? Isso é um sinal de que precisa de cuidados urgentes. •E tem ausência de lágrimas? Significa que está desidratada. •E o mesmo se passa com a secura da boca e das mucosas ou, nos bebés pequenos, com a fontanela (moleirinha) que pode estar deprimida e metida para dentro. Neste caso é melhor ir a um serviço de urgência imediatamente. Ler Mais...
Muco pos implantacao | Para Pais.