Resultados para: "muco cervical com sangue"

Você está a ver grávida , gravidez e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa muco cervical com sangue. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

E os pipis…

Os pequenos lábios vaginais podem estar, frequentemente, colados. Por vezes é necessário o médico pediatra ou cirurgião afastarem-nos, e os pais deverão depois colocar vaselina durante 15 dias, para não voltar a colar. O nome técnico é«Sinequia dos pequenos lábios». Em alguns bebés do sexo feminino, as hormonas maternas, ainda em circulação no bebé, podem originar um pequeno fluxo vaginal de sangue e de muco. Ler Mais...

Tenho tido pequenos sangramentos durante a gravidez – o meu bebé estará bem?

Sangrar no início da gravidez não é fora do normal. Em geral, a razão é desconhecida, mas existe a teoria de que embora as hormonas do ciclo menstrual sejam suprimidas, podem continuar variações do ciclo. Isto poderá explicar porque algumas mulheres têm um leve “spotting” por volta da altura em que deveria vir o período. Se o sangramento for leve, e não for acompanhado de cãibras ou dores abdominais, então o mais certo é não haver nada de errado. O sangramento após o início da gravidez pode ser devido a ectropia cervical, quando a superfície do colo do útero fica "ferida". Isso resulta de alterações hormonais e não é prejudicial para o bebé. As relações sexuais podem agravar a ectropia cervical estimulando o sangramento. Sangrar na gravidez avançada pode ser mais seno pois pode ser devido a um descolamento parcial ou total da placenta, das paredes do útero, conhecido por descolamento da placenta, ou por uma placenta descida, conhecida por placenta prévia. Uma descarga de mucos tingida de sangue, na gravidez avançada, pode ser uma "amostra" da saída do rolhão mucoso que sela o colo do útero. É normal e pode indicar que o início do trabalho de parto não está longe. É importante que peça conselho para qualquer tipo de sangramento em qualquer altura da gravidez, pois devem ser sempre excluídas as causas graves do sangramento. Ler Mais...

Que análises ao sangue vou ter de fazer e quando?

Fazem-se várias análises ao sangue durante a gravidez. Além das análises ao sangue de rotina, feitas durante os exames pré-natais para avaliar o seu estado de saúde, também há análises ao sangue para despistar problemas com o bebé. Durante as primeiras 12 semanas terá de fazer uma análise de rotina ao sangue para verificar os seus níveis de hemoglobina, a parte do sangue que transporta o oxigénio. Embora esta diminua um pouco na gravidez, pois o sangue torna-se mais diluído, um nível muito baixo de hemoglobina indica deficiência em ferro ou anemia. Também fará análises para identificar o seu grupo sanguíneo, o factor Rhesus e a imunidade à rubéola, e para despistar doenças infecciosas como a sífilis, HIV e hepatite B. Também fará testes à anemia falciforme e talassemia, problemas de sangue hereditários, mais comuns nas pessoas de origem africana, indiana, do sul do Mediterrâneo ou das Caraíbas. Ler Mais...

Já tive três abortos e tenho medo de voltar a tentar engravidar – que posso fazer?

É compreensível, dada a suas experiências, que tentar engravidar de novo seja assustador. A seguir a um terceiro aborto é normal que o seu médico lhe faça uma série de exames para verificar se pode encontrar uma razão para os abortos. Em alguns casos, a causa é identificada e pode ser feito tratamento para ajudar a melhorar o resultado de uma gravidez seguinte. Possivelmente terá de fazer várias análises ao sangue. Estas serão para procurar anticorpos (proteínas no sangue que atacam qualquer substância que reconheçam como estranha ao organismo), anomalias cromossómicas, e infecções. Também lhe poderá ser feito um exame, um papanicolau e uma ecografia para examinar o seu útero e canais. Se se descobrir alguma anomalia cromossómica, deverão ser-lhe dados aconselhamentos genéticos para discutir as implicações em futuras gravidezes. Também deverão ser verificados os níveis das hormonas progesterona e prolactina pois podem ter influência num aborto. Por vezes, descobre-se que o colo do útero está enfraquecido e pode dilatar cedo de mais. Se for o caso, ser-lhe-á feita uma sutura cervical que actua como um elástico no colo do útero e felizmente evita futuros abortos ou partos prematuros. Se estes exames ainda não lhe foram feitos, fale sobre eles com o seu médico antes de tentar engravidar de novo para que possa começar qualquer tratamento recomendado o mais rápido possível. Ler Mais...

O meu bebé fará análises ao sangue antes de deixar o hospital?

Além do teste do pezinho, há outras ocasiões em que podem ser necessárias análises ao sangue, como: Se um bebé estiver doente e o seu estado geral de saúde necessitar de ser avaliado, a forma mais comum de o fazer é analisar o açúcar do sangue. Se um bebé mostrar sinais de icterícia avançada, para verificar os níveis de bilirrubina e controlar qualquer problema mais sério no bebé, como anemia ou uma infeção. Se a mãe for Rhesus negativo, embora, em geral, se retire sangue do cordão umbilical à nascença para determinar o grupo sanguíneo do bebé e o seu fator Rhesus. Se o hospital sugerir que se tire sangue ao bebé, então a parteira, o médico ou outro profissional de saúde deverão explicar-lhe com clareza as razões por que isso é recomendado e pedir o seu consentimento antes de retirarem o sangue do seu bebé. Ler Mais...
Muco cervical com sangue | Para Pais.