Resultados para: "menino que nasce vermelho fica que cor"

Você está a ver grávida , gravidez e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa menino que nasce vermelho fica que cor. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, ver parto normal ver tudo, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Sapinhos

Os «sapinhos» são uma infeção por fungos, designados por Cândida albicans. Embora sejam mais comuns em bebés, nos 3 primeiros meses de vida, podem aparecer sempre que o ambiente da boca fica mais propício à infeção, por diminuição da produção de saliva, chupetas há muito tempo não esterilizadas, etc. A boca parece polvilhada de branco, sobretudo na parte de dentro das bochechas, como se estivesse coberta por «açúcar pile». Como a infeção se propaga a todo o tubo digestivo, a região anal pode aparecer avermelhada, de um tom intenso. Os «sapinhos» tratam-se com solutos antifúngicos ou um líquido roxo que se vende nas farmácias. Convém aplicar uma pomada antifúngica na região genital, se estiver vermelho. A candidíase oral não tem qualquer perigo, mas pode ser incomodativa e convém ser tratada. Ler Mais...

O que significa um trabalho de parto pré-termo?

Pré-termo significa que o bebé nasce algumas semanas antes do previsto. Enquanto só uma pequena percentagem de bebés nasce no dia em que realmente se espera, prever exatamente quando será o parto é completamente impossível. A maioria das mulheres tem os seus bebés entre as 37 e as 42 semanas de gravidez. A data prevista (DPP ou data provável do parto) é calculada às 40 semanas. Tecnicamente, qualquer bebé nascido antes de completar as 37 semanas de gravidez é considerado prematuro, mas quanto mais perto da DPP o seu bebé nascer, menos problemas terá em adaptar-se à vida fora do útero. Ler Mais...

E os chamados «sapinhos»?

Muitas bebés, especialmente nos primeiros meses de vida, têm «sapinhos», ou seja, uma infecção por fungos. Como os bebés produzem pouca saliva nos primeiros dois a três meses de vida, o ambiente da boca fica mais propício à infecção por este fungo, muitas vezes também na sequência de uma tetina ou chupeta mal esterilizada. Como a infecção se propaga a todo o tubo digestivo, a região anal pode aparecer avermelhada. Os «sapinhos» tratam-se com solutos antifúngicos ou um líquido roxo que se vende nas farmácias. Convém aplicar uma pomada antifúngica no períneo do bebé, se estiver vermelho. Se está a ser amamentado ao peito, convém a mãe lavar bem o peito e aplicar ela própria uma pomada após a mamada, pois o peito poderá ser um dos reservatórios dos fungos. A candidíase oral não tem qualquer perigo mas pode ser incomodativa e convém ser tratada. Ler Mais...

Irmãos

Os pais é que decidem se desejam, querem e podem ter filhos. Os outros filhos não devem ter qualquer palavra sobre o assunto. Não se «têm irmãos», têm-se filhos. E se ocorre nascer um irmão, é um acontecimento bom, mesmo que pareça que não. É a vida... Quando nasce um irmão é sempre um momento muito especial, quer para os pais, quer para os filhos que já existem. Ter um irmão é talvez dos acontecimentos maiores da vida de uma criança, mas, por isso mesmo, ela não fica indiferente e o mais provável é experimentar toda a paleta de sentimentos, muitas vezes em simultâneo, com toda a perplexidade e a ambivalência que isso traduz e que implica, em termos de comportamentos. Ler Mais...

Acidentes oculares

As pequenas lesões oculares, como irritações ligeiras, podem ser tratadas em casa, com lavagem e a aplicação de um colírio descongestionante, mas sendo o globo ocular um órgão tão sensível e complexo, na dúvida é sempre melhor a criança ser vista por um médico. As lesões oculares são as causas mais evitáveis de cegueira, e entre elas as queimaduras da retina pelos ultravioletas da luz solar. Irritações comuns Os olhos das crianças, estando mais perto do chão do que os dos adultos, podem ser contaminados com areia, pó ou outros corpos estranhos. O olho fica vermelho, a irritação faz cócegas, dor e perturba a visão, e a criança tende a coçar, piorando a inflamação. Deve lavar-se as mãos cuidadosamente, antes de tocar nas pálpebras e observar o olho e lavá-lo com água corrente. Não se deve pressionar o globo ocular, nem tentar retirar manualmente algum corpo estranho, dado que pode riscar a córnea. Ler Mais...

Que avós?

A representação da avó a coser meias, à lareira, rodeada de netos e a contar a história do Capuchinho Vermelho já pertence, ela própria, à era das fábulas. As atuais avós de bebés no primeiro ano de vida são, na sua maioria, mulheres que ainda trabalham ou que trabalharam fora de casa, mesmo que estejam reformadas, têm estilos de vida em tudo parecidos com os das filhas, e sofrem também de um grande «mal»: não puderam esgotar, tal como as filhas, o seu sentimento de maternidade. Se social e culturalmente (por razões económicas e de estilos de vida) as pessoas têm poucos filhos, as avós atuais já pertenceram a essa leva. E não foi no um, dois ou mesmo três filhos que tiveram que esgotaram o seu sentimento de maternidade, passando à situação de quererem ser avós. Pelo contrário. Dentro delas existe uma enorme capacidade de ainda ser mãe. Quando uma avó fica com um bebé a cargo, nas condições antropológicas que vivemos nas sociedades «ocidentais», é natural que os seus instintos maternais venham ao de cima, o que é bom, por um lado, mas que pode gerar conflitos, pelo outro, entre a mãe e esta «mãe». Ler Mais...
Menino que nasce vermelho fica que cor | Para Pais.