Resultados para: "medida das veias uterinas"

Você está a ver grávida , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa medida das veias uterinas. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, ver parto normal ver tudo, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, parto normal video de frente.

A minha mãe teve varizes – será que também vou tê-las na gravidez?

Cerca de um terço das mulheres sofrem de alguma forma de varizes na gravidez. Isto ocorre porque o aumento da hormona progesterona faz com que as paredes das veias se tornem menos firmes; há também um aumento de pressão dentro das veias como resultado do aumento do útero que pressiona as veias da pélvis. Famílias com varizes no seu historial aumentam as possibilidades de as ter, mas há várias coisas que pode fazer para diminuir os riscos ou a gravidade das varizes. Se as varizes aparecerem durante a gravidez, em geral melhoram dentro de três meses depois do parto, embora infelizmente, em gravidezes subsequentes o mais certo seja voltarem. Ler Mais...

Como muito mozzarella, ele faz parte da lista de “queijos cremosos” que se devem evitar?

O queijo é uma das preocupações principais da mulher grávida, de acordo com pesquisas de saúde. Contudo, os queijos cremosos processados, como o mozzarella, o queijo fresco e o queijo creme, podem comer-se durante a gravidez. Aconselhamos a evitar queijos como o Camemben, o Brie ou Chèvre (um tipo de queijo de cabra cremoso), ou outros com uma casca semelhante e queijos com veias azuis ou curados, pois podem conter Listeria, uma espécie de bactéria que pode prejudicar o seu bebé. O processo de cozedura poderá matar a Listeria; assim poderá ser seguro comer comida que contenha queijos cremosos, com bolor ou de veias azuis, desde que tenha sido bem cozinhada e tenha cozido bem, até por dentro. Ler Mais...

O que pode afectar a fertilidade de uma mulher?

Condições como a síndrome do ovário policístico (um desequilíbrio hormonal que provoca quistos no ovário) e a endometriose podem prejudicar a fertilidade. Outros desequilíbrios hormonais, como baixos níveis de FSH e LH podem afectar a ovulação; ou os níveis de progesterona podem ser demasiado baixos para reter um ovo fertilizado. Trompas de Falópio danificadas, devido a uma gravidez ectópica, cirurgia endometriose ou doença inflamatória pélvica, a qual pode ser causada por uma infecção como a clamídia podem evitar a concepção. Ovários danificados podem resultar de cicatrizes devidas a uma cirurgia ou infecção ou o fornecimento de ovos pode ser baixo. Algumas mulheres têm uma malformação do útero ou têm cicatrizes uterinas, que podem prejudicar a implantação de um ovo com sucesso. Ler Mais...

Ainda sangro muito. Quanto tempo irá isto durar?

O sangramento depois do parto é conhecido por lóquios, que é uma forte descarga de sangue vaginal formada por sangue e tecidos do útero e do local onde a placenta estava agarrada às paredes do útero. Esta é a forma como o seu corpo se desfaz do revestimento uterino que sustentou o seu bebé. Muitas mulheres acham que o sangramento parece de inicio uma perda de sangue tipo período e então vai-se tornando gradualmente numa descarga aguada, acastanhada ou rosada. A cor final poderá ser amarelada e a descarga bastante reduzida. Este sangramento pode durar qualquer coisa como 2-6 semanas depois de dar à luz. Se estiver a amamentar, pode terminar mais cedo pois o reflexo da descida do leite estimula a oxitocina, que por sua vez provoca contrações uterinas. Ler Mais...

Porque medem a cabeça do bebé?

Mede-se a cabeça do bebé para se determinar o bem-estar, o desenvolvimento e o crescimento do cérebro. A cabeça de muitos bebés é medida logo depois do parto, mas provavelmente esta não é a medição mais correta pois o formato da cabeça pode ter sido alterado ao passar o canal de parto. Só uns dias mais tarde é que retoma a sua forma normal. O comum é o pediatra ou o médico de família medi-la nas primeiras semanas depois do parto, e em geral esse valor é utilizado como medida base para a tabela de crescimento do seu bebé. As medidas tiradas durante o primeiro ano são registadas num boletim pessoal da saúde da criança que lhe será dado pelo hospital ou centro de saúde. Ler Mais...

Alimentar a biberão parece tão complicado. Há conselhos a lembrar?

Sim, deve alimentar a biberão com segurança. É importante seguir estes conselhos. Assegure-se sempre de que usa um biberão, uma tampa e uma tetina esterilizados para cada aleitamento. O ideal é fazer um aleitamento de cada vez e deitar fora o leite que sobrou. Use água tépida fervida que foi deixada a arrefecer antes de preparar um biberão. Deite a água no biberão antes do leite. Não encha demasiado a colher de medida, em vez disso deve nivelá-la com uma faca. Aqueça o leite - não no micro-ondas mas numa taça com água quente - e verifique a temperatura antes de o dar ao bebé. Evite trocar as colheres de medida de diferentes marcas de leite, pois marcas diferentes podem ter medidas diferentes. Ler Mais...
Medida das veias uterinas | Para Pais.