Resultados para: "manchas na palma da mao de criancas"

Você está a ver criança , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa manchas na palma da mao de criancas. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

O meu bebé tem uma grande mancha de morango vermelha, na cabeça. Ficará lá para sempre?

As marcas de nascimento são bastante comuns e a maior parte desaparece durante os primeiros anos. As manchas de morango de nascença começam como uma pinta vermelha e têm tendência a crescer em tamanho durante um ano, mas em geral desaparecem por volta dos cinco anos. Outras marcas incluem manchas rosadas na pele, chamadas manchas de cegonha, e manchas mongólicas azuis, que são manchas na pele com um tom azulado que aparecem em bebés de descendência africana, das Caraíbas ou asiática. Em geral aparecem no fundo das costas mas podem-se estender às nádegas e devem-se à concentração de células de pigmentação na pele; muitas vezes desaparecem por volta dos três ou quatro anos. As manchas vinho do Porto são manchas vermelhas e maiores que em geral aparecem na face e no pescoço. Estas manchas de nascimento são permanentes, e assim poderá querer falar com um especialista de pele sobre se há tratamento para as reduzir. Ler Mais...

Apareceram-me manchas escuras na cara. O que pode ser?

As manchas escuras na cara chamam-se cloasma ou “pano” e afectam cerca de metade das mulheres grávidas. Quase todas as mulheres grávidas notam alguma alteração na cor da pele, podendo em geral escurecer a partir das 12 semanas. Isso é devido a um aumento das hormonas que estimulam a pigmentação da pele, afectando mais as mulheres de pele mais escura. Este escurecimento pode ser mais aparente em certas zonas, como os mamilos, o períneo (a pele entre a vagina e o ânus), e o umbigo ou áreas sujeitas a fricção como o interior das coxas e as axilas. Pode reduzir ou prevenir as manchas escuras na cara minimizando a sua exposição ao sol e utilizando protectores solares de factor elevado. Ler Mais...

Sarampo

É frequente a confusão de diagnóstico entre o sarampo e outras situações que dão febre e manchas na pele. Depois de um período em que praticamente todas as crianças tinham sarampo, com um grau de mortalidade grande e com surtos cada 4 anos, a vacinação elevada permitiu quase controlar esta doença. São assim muito raros os casos de sarampo verdadeiro. É uma doença muito contagiosa, que se transmite por via aérea, a partir das secreções das pessoas infetadas. Passadas uma ou duas semanas após o contágio, a criança começa com congestão nasal, conjuntivite, tosse seca e febre baixa. Passados 4 dias, surgem as manchas, começando por trás das orelhas e descendo em cerca de 3 dias até aos pés. São manchas avermelhadas, sem relevo, com alguma comichão. A febre desaparece ao 4.°dia, e até lá a criança sente-se muito mal. Depois, aparece descamação da pele, seguindo o mesmo trajeto. Além da temível encefalite, que pode surgir vários anos após o episódio de sarampo e que tem um péssimo prognóstico, o sarampo pode deixar surdez, ou ocasionar pneumonias. É por isso fundamental que as crianças continuem a ser vacinadas, aos 15 meses e 5 anos, contra esta doença. Ler Mais...

Neurofibromatose

A neurofibromatose é uma situação genética que causa o aparecimento de tumores benignos que crescem no tecido nervoso e que causa anomalias da pele e dos ossos, com expressão clínica de gravidade muito variável. O diagnóstico faz-se geralmente a partir dos 3 anos de idade. Trata-se de uma doença genética – em metade dos casos é uma mutação na própria criança, na outra metade é transmitido pelos pais, de uma forma dominante (50% de hipóteses de ter). Os doentes têm tumores, designados por neurofibromas, que crescem ao longo dos nervos ou debaixo da pele. Ao crescerem, podem provocar disfunções noutros órgãos. A nível da pele, o aspeto dos tumores é o de manchas café-com-leite - apesar de muitas crianças terem este tipo de manchas, mais de cinco, com pelo menos 0,5 cm de diâmetro, obriga a pensar na doença. Ler Mais...

Quinta doença – Que sintomas?

Os sintomas aparecem cerca de uma a duas semanas depois do contágio e, essencialmente, são cansaço e febre ligeira que desaparece rapidamente. Depois destes sintomas (inespecíficos e que na maioria dos casos passam despercebidos), aparecem as manchas (exantema), geralmente ao nível das bochechas, dando o aspecto tradicionalmente descrito como «cara em bofetada» (nesta altura já sem febre). O exantema pode estender-se ao resto do corpo e murtas vezes vai e vem. Às vezes as manchas ficam mais claras na parte central. Por vezes podem causar comichão. Ler Mais...

O exantema súbito ou a «sexta doença»

...ou três dias de febre, dois ou três dias de manchas e muitos dias de preocupação... A história conta-se em poucas palavras: febre durante três dias, manchas na pele durante outros dois ou três. Tão simples como isto... ou, se calhar, nem tanto assim. É o exantema súbito, roseola infantum ou «sexta doença», uma doença afinal com um nome complicado para uma situação que, felizmente, não tem, na maioria dos casos, qualquer gravidade. Apesar disso, o exantema súbito assusta os pais e, muitas vezes, os próprios médicos. Só por esse motivo vale a pena falar nele. Vejamos porquê: «Sarampo sarampelo, sete vezes vem ao pêlo», diz o ditado. Afinal sarampo só há um e felizmente só surge uma vez – ou nenhuma até, se as crianças estiverem devidamente vacinadas. A frase popular vem do tempo em que as doenças infecciosas se confundiam umas com as outras e para o cidadão comum todas eram «sarampos». Quando começou a identificação destas doenças - sarampo, escarlatina, rubéola, etc. - cujas característica comum principal é a existência de manchas na pele - designaram-se por primeira doença, segunda doença e por ai fora, até à sétima. A chamada «sexta doença» é, precisamente, o exantema súbito. Ler Mais...
Manchas na palma da mao de criancas | Para Pais.