Resultados para: "fotos de papel de parede picante"

Você está a ver bebé , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa fotos de papel de parede picante. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, ver parto normal ver tudo, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, parto normal video de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada.

Conselho sobre obstrução nasal

Os pais e educadores devem estar muito atentos ao nariz das crianças, e tratá-lo de forma a garantir a sua permeabilidade. No entanto, há que tomar em atenção o seguinte: a parede do nariz (mucosa) é muito frágil (exatamente por ser fina e muito vascularizada). Qualquer agressão (cotonete, aspirador de secreções, limpezas bruscas, etc.) pode lesar a parede do nariz e provocar a resposta por parte deste que é a secreção de ainda mais ranho. Ensinar e insistir para se assoar é a medida mais eficaz. Ler Mais...

A minha endometriose está a evitar que eu engravide? Há dois anos que estamos a tentar

A endometriose ocorre quando as células da parede do útero, o endométrio, se espalham para outras áreas, corno as trompas de Falópio, ovários e pélvis, o que pode causar cicatrizes e bloqueios que podem afectar a fertilidade. Embora tenha endometriose, não deve concluir que essa é a única causa do seu problema. O conselho geral para qualquer casal que tenha estado a tentar engravidar há mais de 18 meses é que procure aconselhamento médico e o mais certo é que irão ser pedidos a ambos exames para determinar se haverá alguma causa específica para a gravidez não acontecer. Há provas que nos levam a concluir que a dieta tem o seu papel nos sintomas da endometriose; julga-se que aumentar a ingestão de vitamina C e E mais B1, B6 e B12, em conjunto com o aumento de ingestão de ácidos gordos essenciais ómega-3 e ómega-6, e reduzir a ingestão de carne vermelha e gorduras encontradas nos alimentos processados, podem ajudar a reduzir os sintomas de endometriose e por outro lado aumentar a fertilidade das mulheres com esse problema. Ler Mais...

Os plásticos

O plástico é um produto derivado do petróleo. Na sua forma atual, o plástico não é biodegradável, o que não sucede por acaso é mesmo para evitar que as coisas construídas em plástico se partam, quebrem, rachem, etc. Os problemas enormes de acumulação de lixo plástico, agravado pela tendência atual da sociedade de «usar e deitar fora», levou os cientistas a tentarem novamente produzir plásticos biodegradáveis, que desapareçam sob o efeito da luz do sol. A tarefa tem sido difícil. Consegue-se reduzir o plástico a partículas pequenas (invisíveis a olho nu), mas elas estão lá todas... Alguns plásticos podem levar mais de 400 anos para se desintegrar. Quando se queima o plástico produzem-se dioxinas, produtos químicos tóxicos (50 000  vezes mais do que o cianeto!) e que não são biodegradáveis e perduram no ambiente. As doxinas são também produzidas pela combustão da gasolina com chumbo, pelo papel branco tratado com lixívia, por algumas fraldas de papel, de maneira que, se usarmos papel normal, gasolina sem chumbo e reciclarmos os plásticos, estamos a contribuir para diminuir em muito a poluição plástica. Ler Mais...

Gosto de alimentos condimentados mas disseram-me que podem estimular um parto pré-termo – é verdade?

Muitas pessoas acreditam que comer caril estimula o início do trabalho de parlo, mas isso não é verdade. Embora as razoes por trás disto tenham lógica, a teoria não funciona. Um dos primeiros sinais do trabalho de parto de que menos se fala, é ficar com os intestinos um pouco soltos ou mesmo diarreia. Isso acontece porque o colo do útero e parte do intestino têm um fornecimento nervoso comum. Quando o colo do útero começa a amolecer na preparação para o trabalho de parto, o intestino é estimulado. Isto pode causar um movimento mais rápido dos alimentos e os intestinos soltos com mais frequência. O trabalho de parto pode iniciar-se nas próximas horas ou dentro de um dia ou dois. Algumas pessoas pensam que se comer um caril picante, por exemplo, para ajudar a ter uma diarreia, poderá estimular o colo do útero e começar o trabalho de parto. Infelizmente, o processo parece não funcionar ao contrário. O trabalho de parto que se segue a uma diarreia induzida é provavelmente uma coincidência, e os efeitos laterais de dores abdominais, diarreia e dor são desagradáveis. Contudo, se comer caril e alimentos condimentados com regularidade e não ficar com azia ou indigestão, não há problema em facilitar de vez em quando. Ler Mais...

ando os brônquios ficam entupidos…

Como se podem limpar os brônquios, para que a criança possa ventilar melhor? Essa limpeza consegue-se mais facilmente se se ajudar a criança a: • ter as secreções mais fluidas, menos viscosas, mais mobilizáveis, ou seja, fazendo com que, com a mesma «tossidela», o volume de secreções que deita seja muito maior; • soltar essas secreções da parede dos brônquios, onde estão agarradas; • mobilizá-las e deitá-las cá para fora, de forma a que as possa engolir, vomitar, enfim, tirá-las da árvore respiratória. A primeira ajuda é dada pela hidratação das secreções, cujo método mais importante e a atmosfera húmida (veiculada de várias maneiras, desde a panela de água a ferver até aos aerossóis ultrassónicos, com ou sem medicamentos incluídos). Estes últimos permitem atingir os brônquios mais profundos e pequenos, que são nestes casos os que mais precisam. A segunda ajuda é dada pela vibração da parede dos brônquios através da percussão do tórax as tais «pancadinhas»», dadas por exemplo com a palma da mão em concha e com as pontas dos dedos. A terceira ajuda é a chamada drenagem postural, que consiste em deitar a criança em várias posições que facilitam a saída das secreções dos vários setores pulmonares (por acção da força da gravidade). A estimulação da tosse, por vários métodos, que vão desde pedir à criança para tossir até carregar em certos pontos abaixo do pescoço, é outro aspeto essencial. Ler Mais...

Acidentes com móveis

A criança tem de se mover num ambiente com mobiliário. E muitas vezes é este que causa o acidente. Algumas situações podem ser evitadas, como evitar toalhas de mesa pendentes, fios de candeeiros ou outros objetos soltos que possam ser puxados ou servir de suporte para a criança se pôr de pé. Todos os móveis, estantes ou prateleiras deverão estar bem fixos à parede de forma a não tombarem sobre a criança se esta se apoiar neles ou tentar trepar. Devem evitar-se móveis de vidro ou com tampos soltos. Outras medidas que podem ser tomadas são:
  • proteger os cantos dos móveis mais agressivos, sobretudo os que se encontram ao nível da cabeça da criança;
  • prender as estantes à parede - uma criança desta idade pode empoleirar-se e fazer a estante cair em cima de si, com todos os objetos e livros que tem;
  • no quarto da criança, evitar quadros pesados com vidro, especialmente sobre a cama da criança ou em locais onde brinca. O melhor dos pregos pode ceder;
  • evitar tapetes desnecessários e fixar os outros ao chão, mas evitando que fiquem com uma folga que possa rasteirar a criança;
  • limitadores de abertura nas gavetas;
  • limitadores de abertura nas janelas;
  • esponjas amortecedoras na parte de dentro das portas, para evitar entalões graves;
  • espreitar regularmente para debaixo dos móveis para detetar eventuais perigos antes da criança o fazer - botões, moedas ou tampas de caneta desaparecidos, tomadas brilhantes desprotegidas, extensões elétricas esquecidas, etc.
Ler Mais...
Fotos de papel de parede picante | Para Pais.