Resultados para: "fotos de bebes na posicao pelvica"

Você está a ver grávida , leite e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa fotos de bebes na posicao pelvica. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, ver parto normal ver tudo, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Porque é que os médicos poderão decidir fazer o parto dos meus gémeos por cesariana?

Uma cesariana facultativa pode ser recomendada para um parto de gémeos por várias razoes. A melhor altura para o parto de qualquer bebé é no termo da gravidez (37-40 semanas de gestação) e esse é o caso para o parto de gémeos pois poderão ser mais pequenos do que um único bebé tendo precisado de partilhar o seu fornecimento de nutrientes. Contudo se um ou ambos os bebés estiverem em risco, possivelmente devido a uma síndroma da transfusão feto-fetal ou se tiver tido tensão alta na gravidez poderá haver necessidade de fazer um parto pré-termo. Muitas unidades recomendam uma cesariana para os bebés em posição pélvica, em que o bebé está com as nádegas para baixo dentro do útero, pois há mais riscos associados a um parto vaginal de posição pélvica. Numa gravidez de gémeos, se o primeiro bebé estiver em posição pélvica, isso põe também o segundo gémeo em risco. Também, se o primeiro gémeo estiver em posição pélvica e o segundo de cabeça para baixo (posição cefálica), recomenda-se uma cesariana devido a uma complicação rara de “gémeos travados”, quando os queixos dos bebés estão encaixados um no outro. Se ambos os bebés estiverem de cabeça para baixo e parecerem bem desenvolvidos, muitas unidades maternas encorajarão um parto normal. O seu médico e a sua parteira discutirão isso consigo mais perto do tempo do parto. Ler Mais...

Tenho uma cesariana marcada pois o meu bebé está em posição pélvica, mas eu quero um parto natural. Isso é possível?

Tem de discutir isso com a sua parteira e o seu obstetra e expressar a sua preferência, pois os seus sentimentos são um fator importante quando se decide como orientar o seu parto. Pode ter a hipótese de um processo chamado versão cefálica externa (a qual em geral é feita por volta das 37 semanas) para tentar virar o seu bebé para uma posição de cabeça para baixo. Contudo, se lhe for feito este processo e o bebé continuar na posição pélvica, pode ser aconselhada a fazer uma cesariana, embora alguns obstetras a apoiem se quiser tentar um parto vaginal. Ler Mais...

Ouvi falar de médicos que “viram” os bebés em posição pélvica. Como é que isso funciona?

Alguns obstetras podem tentar virar um bebé em posição pélvica no fim da gravidez, ou seja, fazer uma versão cefálica externa (VCE), que tem uma percentagem de sucesso de cerca de 50 %. Durante uma VCE, um obstetra move gentilmente o seu bebé pressionando as mãos no seu abdómen e utilizando ecografia como guia. Poderão dar-lhe uma droga para relaxar os músculos uterinos. Primeiro ser-lhe-á feita uma ecografia e se o seu bebé estiver numa posição complicada o processo pode não continuar. Se o bebé for grande, isso pode afectar o processo, assim como a quantidade de líquido à volta dele, pois pouca quantidade de líquido oferece menos protecção ao bebé. Se você for rhesus negativo, terá de tomar uma injecção de anti-D depois da VCE devido a um pequeno risco de hemorragia à volta da placenta. Uma VCE não é recomendada se você tiver uma gravidez múltipla, se tiver tido hemorragias durante a gravidez, se a placenta estiver descida, se as suas membranas tiverem rompido ou se houver conhecimento de algum problema com o bebé. O processo não é sem riscos e alguns julgam que só resulta com bebés que de qualquer forma se teriam voltado. Se o seu bebé se mantiver em posição pélvica, poderá ser aconselhada uma cesariana, embora alguns obstetras queiram tentar um parto vaginal. Você não é obrigada a fazer uma VCE e deverá discutir as suas opções. Por último, há uma forma de acupunctura chamada moxabustão na qual uma erva perfumada é colocada sobre um ponto de acupunctura, sendo o objectivo relaxar os músculos uterinos para ajudar o bebé a voltar-se. Fale com o seu médico ou com a sua parteira antes de tentar e peça conselho a um acupunctor qualificado. Ler Mais...

Quais as razões para uma cesariana?

Há várias razões para se fazer uma cesariana. Você será aconselhada a fazer uma cesariana se o bebé não conseguir entrar na pélvis devido ao seu tamanho ou à posição ou ao formato e tamanho da pélvis. A cesariana também é aconselhada se tiver uma placenta descida, uma gravidez múltipla ou um bebé em posição pélvica, se o seu trabalho de parto não estiver a progredir, se teve uma cesariana anterior ou um parto traumático, se tiver uma pré-eclampsia grave, se o crescimento do bebé estiver gravemente reduzido, se tiver tido hemorragias graves na gravidez, e caso haja outros estados médicos. O médico informá-la-á das razões porque uma cesariana será a opção mais segura. Ler Mais...

A posição do meu bebé no útero pode afectar o encaixe da cabeça?

A posição do bebé pode afectar a forma como ele encaixa na pélvis. Por exemplo, se o bebé estiver deitado numa posição “costas com costas”, com as suas costas ao longo das costas da mãe; isso pode dificultar o movimento da cabeça do bebé através da pélvis. Do mesmo modo, se o bebé estiver dedegas, com os pés primeiro ou numa posição transversal, então o encaixe não será possível, a não ser que o bebé se vire, e será necessária uma cesariana. Julga-se que o nível de actividade da mãe e as posições que ela adopta podem influenciar a posição do bebé no útero. Hoje em dia, é mais comum os bebés estarem em posição costas com costas e julga-se que isso se deve a um estilo de vida mais sedentário. No passado, quando as mulheres eram provavelmente mais activas, talvez fazendo trabalhos como esfregar o chão de gatas, havia menos incidência desta posição. Ler Mais...

Parto assistido – Quando é necessário?

Um parto assistido, utilizando fórceps ou extração por vácuo com ventosa, pode ser efetuado devido a uma ou mais das seguintes razões: A mãe estar exausta por um longo trabalho de parto e não ter energia suficiente para fazer força. O bebé mostrar sinais de estar em sofrimento durante a segunda fase do trabalho de parto. A cabeça do bebé estar numa posição errada – se estiver na segunda fase do trabalho de parto, o fórceps ou as ventosas por vezes podem ser utilizados para virar a cabeça e retirar o bebé. Por vezes o fórceps é utilizado para proteger a cabeça delicada de um bebé prematuro, durante o parto. O fórceps pode ser utilizado para retirar a cabeça de um bebé em posição pélvica. Se o bebé for bastante grande - que pode ser o caso se a mãe tiver tido diabetes gestacional. Ler Mais...
Fotos de bebes na posicao pelvica | Para Pais.