Resultados para: "fotos da bebe encaixada na pelvica"

Você está a ver criança , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa fotos da bebe encaixada na pelvica. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, ver parto normal ver tudo, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Linguagem pré-natal

Assim que a sua parteira preencher o Boletim de Saúde da Grávida, você ficará responsável por ele e terá de o levar às consultas. Serão usados termos específicos para as informações médicas. * TA tensão arterial * Hb níveis de hemoglobina * Primigesta primeira gravidez * Multigesta uma gravidez subsequente * Tudo normal (em geral referente a amostra de urina) * FC frequência cardíaca audível e rítmica * Não se ouve o coração do feto * MF movimentos fetais detectáveis * DPP Data prevista para o parto * OIEA Apresentação cefálica-occipital anterior esquerda * OIDA Apresentação cefálica-occipital anterior direita * Apresentação pélvica: com as nádegas para baixo * A cabeça do bebé está encaixada para o parto * A cabeça do bebé não está encaixada * Tamanho do útero Ler Mais...

Tenho uma cesariana marcada pois o meu bebé está em posição pélvica, mas eu quero um parto natural. Isso é possível?

Tem de discutir isso com a sua parteira e o seu obstetra e expressar a sua preferência, pois os seus sentimentos são um fator importante quando se decide como orientar o seu parto. Pode ter a hipótese de um processo chamado versão cefálica externa (a qual em geral é feita por volta das 37 semanas) para tentar virar o seu bebé para uma posição de cabeça para baixo. Contudo, se lhe for feito este processo e o bebé continuar na posição pélvica, pode ser aconselhada a fazer uma cesariana, embora alguns obstetras a apoiem se quiser tentar um parto vaginal. Ler Mais...

Porque é que os médicos poderão decidir fazer o parto dos meus gémeos por cesariana?

Uma cesariana facultativa pode ser recomendada para um parto de gémeos por várias razoes. A melhor altura para o parto de qualquer bebé é no termo da gravidez (37-40 semanas de gestação) e esse é o caso para o parto de gémeos pois poderão ser mais pequenos do que um único bebé tendo precisado de partilhar o seu fornecimento de nutrientes. Contudo se um ou ambos os bebés estiverem em risco, possivelmente devido a uma síndroma da transfusão feto-fetal ou se tiver tido tensão alta na gravidez poderá haver necessidade de fazer um parto pré-termo. Muitas unidades recomendam uma cesariana para os bebés em posição pélvica, em que o bebé está com as nádegas para baixo dentro do útero, pois há mais riscos associados a um parto vaginal de posição pélvica. Numa gravidez de gémeos, se o primeiro bebé estiver em posição pélvica, isso põe também o segundo gémeo em risco. Também, se o primeiro gémeo estiver em posição pélvica e o segundo de cabeça para baixo (posição cefálica), recomenda-se uma cesariana devido a uma complicação rara de “gémeos travados”, quando os queixos dos bebés estão encaixados um no outro. Se ambos os bebés estiverem de cabeça para baixo e parecerem bem desenvolvidos, muitas unidades maternas encorajarão um parto normal. O seu médico e a sua parteira discutirão isso consigo mais perto do tempo do parto. Ler Mais...

Ouvi falar de médicos que “viram” os bebés em posição pélvica. Como é que isso funciona?

Alguns obstetras podem tentar virar um bebé em posição pélvica no fim da gravidez, ou seja, fazer uma versão cefálica externa (VCE), que tem uma percentagem de sucesso de cerca de 50 %. Durante uma VCE, um obstetra move gentilmente o seu bebé pressionando as mãos no seu abdómen e utilizando ecografia como guia. Poderão dar-lhe uma droga para relaxar os músculos uterinos. Primeiro ser-lhe-á feita uma ecografia e se o seu bebé estiver numa posição complicada o processo pode não continuar. Se o bebé for grande, isso pode afectar o processo, assim como a quantidade de líquido à volta dele, pois pouca quantidade de líquido oferece menos protecção ao bebé. Se você for rhesus negativo, terá de tomar uma injecção de anti-D depois da VCE devido a um pequeno risco de hemorragia à volta da placenta. Uma VCE não é recomendada se você tiver uma gravidez múltipla, se tiver tido hemorragias durante a gravidez, se a placenta estiver descida, se as suas membranas tiverem rompido ou se houver conhecimento de algum problema com o bebé. O processo não é sem riscos e alguns julgam que só resulta com bebés que de qualquer forma se teriam voltado. Se o seu bebé se mantiver em posição pélvica, poderá ser aconselhada uma cesariana, embora alguns obstetras queiram tentar um parto vaginal. Você não é obrigada a fazer uma VCE e deverá discutir as suas opções. Por último, há uma forma de acupunctura chamada moxabustão na qual uma erva perfumada é colocada sobre um ponto de acupunctura, sendo o objectivo relaxar os músculos uterinos para ajudar o bebé a voltar-se. Fale com o seu médico ou com a sua parteira antes de tentar e peça conselho a um acupunctor qualificado. Ler Mais...

Estou com 36 semanas e reparei que me sinto mais confortável e a respirar com mais facilidade. Porquê?

Parece que o seu bebé desceu para a pélvis. A cabeça do bebé encaixa quando a parte mais larga da cabeça desce para a pélvis. Isso significa que, quando a parteira apalpa o seu abdómen, menos de metade da cabeça pode ser sentida abdominalmente. O encaixe é em geral registado nas suas notas pré-natais em quintos, indo de 1/5 a 5/5. Assim, se a parteira tiver escrito “palpável 1/5”, a cabeça do seu bebé está profundamente encaixada na pélvis pois isso significa que 4/5 do seu bebé está descido para a pélvis. A altura e o significado do encaixe dependem de factores. As mulheres que esperam o seu primeiro bebé têm tendência a ter músculos abdominais mais firmes, o que facilita a descida do bebé para a pélvis durante as últimas 4 semanas de gravidez. Parece que foi isso que o seu bebé fez e é por isso que você de repente sente que pode respirar um pouco mais facilmente pois os seus pulmões e caixa torácica não estão tão comprimidos. Um segundo ou terceiro bebé podem não se encaixar até ao início do trabalho de parto pois os músculos abdominais têm tendência a estar mais flácidos. Ler Mais...

Há três semanas que a medida da minha barriga é a mesma. Porque é que o meu bebé não está a crescer?

Na gravidez, mede-se o abdómen para verificar a altura do cimo do útero, o qual indica o crescimento do bebé. É importante saber se é sempre a mesma pessoa a medi-la, pois há um elemento de subjectividade dependente das técnicas. No início da gravidez, não é necessário medi-la pois isso não dá qualquer indicação do crescimento fetal, mas a partir das 26-28 semanas, o crescimento pode ser determinado desta forma. Contudo, mesmo com a sua tabela de crescimento personalizada e com a mesma pessoa a medi-la na altura certa, só por si estes não são meios seguros para avaliar o crescimento do seu bebé. Se houver alguma preocupação, será enviada a um especialista para decidir se são precisos mais exames, por exemplo ecografias. Se estiver no fim da gravidez, uma explicação provável pode ser a de que a cabeça do bebé já está encaixada na pélvis. Assim, embora o seu bebé ainda esteja a crescer, parte da sua cabeça não é medida devido à sua posição. Se estiver preocupada, fale com a sua parteira e, se necessário, ela pode mandá-la fazer uma “ecografia de crescimento”. Ler Mais...
Fotos da bebe encaixada na pelvica | Para Pais.