Resultados para: "feto na barriga fazer massagem pra descer"

Você está a ver bebé , criança e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa feto na barriga fazer massagem pra descer. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, ver parto normal ver tudo, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Massagem

Não é por deixar de ser bebé que a criança deixa de precisar do contacto «pele com pele». É preciso dizer aos nossos filhos que os abraços não são feitos apenas para recompensar atos bons ou para descarregar saudades -são atos de amor e devem acontecer «sempre que uma pessoa quiser». Por isso, em qualquer idade, mas nesta, do 1 aos 5, em que as crianças se sentem tantas vezes ansiosas com medo do abandono (especialmente depois dos 2), é importante que tenhamos tempo para continuar a fazer-lhes uma massagem, seja depois do banho, seja à hora de deitar. Uma massagem bem-feita é bidirecional. Dá prazer e acalma quem é massajado, mas também quem faz a massagem. E um momento de uma enorme troca de energia e de equilíbrio. Não tenhamos, pois, receio de acarinhar, tocar e dar beijinhos e massagens aos nossos filhos. Eles gostam. Nós gostamos. Porque não, então? A massagem deve ser feita com um óleo ou creme corporal e: • As mãos devem estar sempre molhadas, para que não faça demasiada fricção, o que poderia causar alguma lesão na pele; • Se a criança tem frio, vão fazendo a massagem por partes, de modo a que nunca esteja despida; • Com a criança deitada de costas, massajem lentamente a parte da frente do corpo, falando com ela. Se quiserem pôr uma música calma, ambiente (de preferência clássica - Bach ou qualquer música barroca, Mozart. ou um jazz calmo) - irão ver o vosso filho distender e ficarão os pais, também, encantados; • Massajem a cabeça, o pescoço, os ombros e os braços, descendo ao longo deles, apertando devagarinho, suavemente, e depois o peito e a barriga, seguindo as curvas das costelas. A barriga deverá ser massajada em movimentos circulares a começar no umbigo e em espiral, no sentido dos ponteiros do relógio; • Finalmente desçam pelas coxas até aos pés, que deverão ser massajados na parte da frente e nos lados e planta do pé. Se virem que, a qualquer instante, a criança mostra desagrado, pode ser que tenha tido alguma dor (e deverão consolá-la e eventualmente fazer a massagem mais suavemente), ou pode ser que esteja cansada ou com fome. De qualquer maneira, seja por que razão for, significa que, nesse dia ou nesse momento, é melhor parar. Ler Mais...

O que é a massagem de bebé?

Na massagem de bebé acaricia-se a pele do bebé a um ritmo suave e calmante (ver ao lado). Os bebés adoram ser tocados e é uma parte importante do seu crescimento e desenvolvimento. A massagem de bebé é uma forma ótima de criar laços com o seu bebé e julga-se também que ajuda a acalmar as indisposições, como cólicas e pele seca. Algumas pesquisas descobriram que a massagem ajuda a diminuir os níveis de stress dos bebés, o que por sua vez os ajuda a dormir melhor. A massagem é também uma boa fonte de estímulo muscular e sensorial, o que é benéfico para todos os bebés, mas pode sê-lo em particular para os bebés com necessidades especiais, como a síndroma de Down e também tem havido provas de que os bebés prematuros nas unidades de cuidados especiais que são mais tocados ganham peso mais rapidamente e ficam em condições de voltar para casa mais cedo do que os bebés que não são tão tocados. Massajar o bebé também lhe pode dar mais confiança como mãe pois ajuda a comunicar com o seu bebé. Peça à sua parteira ou ao seu médico informações sobre aulas de massagem de bebé na sua área. Também há imensos sites que orientam como se deve massajar o bebé, além de vários livros sobre o tema. O pediatra ou a parteira também lhe podem indicar locais de confiança onde lhe podem ensinar as técnicas de massagem para bebés. Ler Mais...

Encaixe

O encaixe é quando a cabeça do seu bebé começa a descer para a base da pélvis em preparação para o parto e isso pode ocorrer entre as 36 semanas e o início do trabalho de parto. Nas últimas semanas de gravidez, a sua parteira apalpará o seu abdómen para ver se a cabeça já começou a encaixar. O grau de encaixe da cabeça do bebé é medido em quintos. Se se conseguir sentir três ou quatro quintos da cabeça acima do osso púbico, então o bebé não está encaixado. Se se conseguirem sentir só dois quintos da cabeça, então o bebé está completamente encaixado, e se se sentir só um quinto, o bebé está profundamente encaixado. Não encaixado: A cabeça do bebé começou a descer para a pélvis mas podem sentir-se mais de dois quintos da cabeça acima da base da pélvis. Encaixado: O bebé desceu para a pélvis em preparação para o parto e pode notar uma mudança no formato da sua barriga. Ler Mais...

O que é um aborto?

Um aborto á a expulsão ou a extracção do útero de um embrião ou feto antes da 24ª semana de gravidez. Os sinais de um aborto são sangramento vaginal e dores semelhantes às menstruais. Como nem todos os abortos seguem o mesmo padrão, há várias formas de descrever o que acontece. * Ameaça de aborto ocorre quando há sangramento que pode ou não ser acompanhado de dor, mas o feto sobrevive. * Aborto incipiente ocorre quando há sangramento e dores devido a contracções do útero, o canal cervical dilata e o feio é expelido. * Aborto retido ocorre quando o feto morre mas mantém-se no útero e ou é expelido mais tarde naturalmente ou retirado por operação. Ler Mais...

Massagem do bebé

Os bebés precisam muito de contacto corporal, de sentir na sua pele a pele dos pais. São sensíveis ao toque e sentem-se bem, calmos e relaxados quando estão em contacto direto com os seus progenitores. A massagem é um meio extraordinário de fortalecer os laços entre o bebé e os pais. É uma forma de dizer ao bebé: «Conta connosco. Contamos contigo também!» Mas não é só ao bebé que a massagem faz bem. Os pais também se sentem reatados, porque encontram uma forma simples e bonita de expressar o seu amor pelo bebé. Por outro lado, a massagem estimula a respiração, a circulação, a digestão e o metabolismo. E ajuda a diminuir as cólicas e todos os processos relacionados com o stresse. No bebé, mas também nos pais porque se há coisa que a massagem tem é que é uma atividade bidirecional. Quem massaja também recebe. Quem é massajado também dá. Nas sociedades ocidentais a massagem dos bebés está a ser felizmente redescoberta noutros locais nunca deixou de ser um privilégio de que bebés e pais podem gozar. Vantagens de uma massagem: - Promove a comunicação entre bebés e pais; - Aumenta a autoestima dos pais; - Alivia as dores (cólicas ou dentição, por exemplo), ajuda à digestão e acalma o stresse; - Melhora a circulação e estimula o sistema imunitário porque promove a circulação linfática; - Tonifica os músculos do bebé e flexibiliza as articulações; - Induz o sono, de forma tranquila e pacífica; - Estimula as hormonas ligadas ao bem- -estar e ao crescimento. A massagem deve ser feita, idealmente, depois do banho, embora possa e deva ser feita sempre que apetece aos pais e aos bebes e sempre que se proporcione. Mas para aproveitar a hora do banho, é necessário que o bebé não esteja cheio de fome, caso contrário o seu instinto irá decidir-se pela comida e rejeitar qualquer outra proposta menos «urgente». Se se acordar o bebé com alguma antecedência em relação à hora da mamada (digamos, 45 minutos a uma hora antes), há tempo suficiente para que tudo isto decorra com a maior das calmas, sem a pressão da fome.  

Receita para uma massagem

Contribui para uma boa gestão do tempo ter tudo organizado antes de acordar o bebé: O banho pronto, as coisas do banho no sítio, a roupa já em cima da cama. A massagem deve ser feita com um óleo ou creme corporal, para bebés, e as mãos devem estar sempre molhadas, para que não faça fricção demasiada, o que poderia causar alguma lesão na pele do bebé - e num bebé de dias, qualquer ferida pode ser a porta de entrada de uma infeção. Se o bebé tem trio, vá fazendo a massagem por partes, de modo a que nunca esteja despido. Com o bebe deitado de costas, massaje lentamente a parte da frente do corpo, falando com ele. Se quiser por uma música calma, ambiente (de preferência clássica – Bach ou qualquer música barroca. Mozart, ou um Jazz calmo) irá ver o seu bebé encantar-se e ficarão os pais, também, encantados. Massage a cabeça, o pescoço, os ombros e os braços, descendo ao longo deles, apertando devagarinho, suavemente, e depois o peito e a barriga, seguindo as curvas das costelas. A barriga deverá ser massajada em movimentos circulares a começar no umbigo e em espiral, no sentido dos ponteiros do relógio. Finalmente desça pelas coxas até aos pés, que deverão ser massajados na parte da frente e nos lados e planta do pé. Se vir que, a qualquer instante, o bebé mostra desagrado, pode ser que tenha tido alguma dor (e deverá consolá-lo e eventualmente fazer a massagem mais suavemente), ou pode ser que esteja cansado ou com fome. Ler Mais...

O que é uma massagem do períneo?

Uma massagem do períneo é a prática de massajar o períneo, a pele entre a vagina e o ânus, para a tornar mais flexível em preparação para o parto. A intenção é evitar o rasgar do períneo durante o parto e a necessidade de uma episiotomia ou um parto assistido (fórceps ou extracção por ventosa) pois a pele nesta zona pode tomar-se mais flexível devido à massagem. Experiências clínicas indicam que a massagem do períneo e a massagem vaginal podem reduzir a gravidade de rasgar e que portanto alguns consideram-nas benéficas. Use um gel lubrificante com manteiga de cacau, azeite, óleo de vitamina E ou óleo vegetal puro nos seus polegares e massaje à volta do períneo. Coloque os seus polegares cerca de 3-4 cm dentro da sua vagina e pressione para baixo e para os lados ao mesmo tempo. Gentil e firmemente continue a esticar até sentir uma leve sensação de ardência ou formigueiro. Com os polegares mantenha a pressão durante cerca de dois minutos ou até essa zona se tornar um pouco dormente e não sentir tanto o formigueiro. Enquanto faz pressão com os seus polegares massaje lenta e suavemente a parte de baixo da sua vagina, evitando a abertura urinária, e ao longo do períneo introduzindo o lubrificante no tecido durante 3-4 minutos, Isto ajuda a esticar a pele da mesma forma que a cabeça do bebé a irá esticar durante o parto. Faça esta massagem uma ou duas vezes por dia começando por volta das 34 semanas de gravidez. Depois de cerca de uma semana deverá notar um aumento de flexibilidade. Ler Mais...
Feto na barriga fazer massagem pra descer | Para Pais.