Resultados para: "feto morto dentro da barriga causa dor de cabeca nauseas"

Você está a ver criança , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa feto morto dentro da barriga causa dor de cabeca nauseas. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Como é que o hospital verifica o meu progresso?

Uma parteira experiente pode dizer muito sobre o seu trabalho de parto simplesmente olhando para si e observando o seu comportamento. Por exemplo, uma mulher que conversa alegremente entre cada contração, o mais certo é ainda não estar em trabalho de parto bem confirmado. Uma mulher que está em trabalho de parto confirmado e começa a ficar irrequieta e com náuseas pode estar na fase de transição, aproximando-se da segunda fase do trabalho de parto. Outra forma pela qual a sua parteira avaliará o seu progresso é apalpando a sua barriga para verificar a força das contrações e sentindo também a posição da cabeça do bebé na sua pélvis. Um exame interno também revela muito sobre o progresso do seu trabalho de parto. Ao colocar dois dedos dentro da vagina, a parteira ou o médico podem sentir quanto o colo do útero está a dilatar, e se a cabeça do bebé está a descer e em que posição se encontra. Ler Mais...

Tenho lúpus – como é que isso vai alterar os meus cuidados durante a gravidez?

O lúpus é uma doença auto-imune que causa inflamação nas articulações dos ossos, no sangue, rins, e pele e os doentes por vezes descobrem que os sintomas se agravam devido a certos acontecimentos. A doença é mais comum nas mulheres do que nos homens, em especial nas mulheres em idade de dar à luz. Algumas mulheres acham que a gravidez agrava o lúpus, provavelmente devido às alterações hormonais que ocorrem, enquanto que outras acham que a gravidez alivia os sintomas. Como o lúpus pode afectar o feto, aumentando o risco de nado-morto aborto, trabalho de parto pré-termo e crescimento lento, a sua gravidez será vigiada de muito perto, em especial quando se medir a sua tensão arterial e analisar a urina. Contudo, a probabilidade é que venha a ter uma gravidez e um bebé completamente saudáveis. Pode contactar a Associação de Doentes com Lúpus para apoio e informação. Ler Mais...

Quando devo pôr o meu bebé de barriga para baixo?

Mesmo um recém-nascido pode passar algum tempo de barriga para baixo quando estiver acordado para ajudar a fortalecer o pescoço e os ombros e para ajudar a controlar a cabeça. É importante que o seu bebé não passe o tempo todo deitado de costas, pois com o passar do tempo pode deformar a cabeça e "achatá-la" num dos lados. Quando for mais velho, deitá-lo de barriga ajudá-lo-á a aprender a gatinhar. Supervisione-o durante "o tempo de barriga para baixo" e esteja pronta para ajudar se ele se cansar ou ficar frustrado; irá gradualmente ficando mais forte. Contudo, nunca ponha o seu bebé de barriga para baixo para dormir, pois isso pode aumentar o risco de morte súbita. Ler Mais...

O que é um nado-morto?

Um nado-morto é quando um bebé morre no útero depois de 24 semanas de gestação, antes de nascer. Perder um bebé é muito diferente das outras perdas, o que se deve em parte ao facto de hoje em dia, com as tecnologias existentes e os avanços dos cuidados de saúde, não se julgar possível perder um bebé. O contraste cruel entre nascimento e morte, e o não se ficar com recordações físicas dessa personagem com quem criámos laços durante a gravidez e que tanto ansiávamos conhecer é muito difícil de compreender. Muitas vezes os pais procuram respostas para coisas inexplicáveis e isso pode, por vezes, atrasar todo o processo de luto. O mais importante para os casais que vivem tal perda é não ficar a pensar nos ses, nos mas e nos talvez e lembrarem-se de que não tiveram culpa. Ler Mais...

Ato prévio – a comunicação invisível pré-natal

Antes mesmo de o bebé nascer, o irmão comunicará com ele, da forma «invisível» como as pessoas íntimas comunicam, designadamente o feto com o pai. Sobretudo a partir das 34 semanas, mais coisa menos coisa é normal a criança começar a revelar instabilidade, excitação, tentativas de regressão (ocupação do espaço anterior, para que o bebé novo «bata como nariz na porta», manifestada por voltar a querer chupetas ou biberão, dormir na cama dos pais, acordar mais vezes, ter períodos de choro) e humor variável. Algumas vezes chega mesmo a ter sintomas de doença, como dores de cabeça, de barriga ou qualquer outro, não patenteado geralmente em sinais, mas que chamam a atenção dos pais e provocam uma regressão. Em alguns casos aparece mesmo febre. Ler Mais...

O que é um aborto?

Um aborto á a expulsão ou a extracção do útero de um embrião ou feto antes da 24ª semana de gravidez. Os sinais de um aborto são sangramento vaginal e dores semelhantes às menstruais. Como nem todos os abortos seguem o mesmo padrão, há várias formas de descrever o que acontece. * Ameaça de aborto ocorre quando há sangramento que pode ou não ser acompanhado de dor, mas o feto sobrevive. * Aborto incipiente ocorre quando há sangramento e dores devido a contracções do útero, o canal cervical dilata e o feio é expelido. * Aborto retido ocorre quando o feto morre mas mantém-se no útero e ou é expelido mais tarde naturalmente ou retirado por operação. Ler Mais...
Feto morto dentro da barriga causa dor de cabeca nauseas | Para Pais.