Resultados para: "fazendo exame da bucwta"

Você está a ver gravidez , alimentação e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa fazendo exame da bucwta. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, ver parto normal ver tudo, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Na minha primeira consulta pré-natal terá de me ser feito um exame interno?

Não é provável que lhe façam um exame interno na sua primeira consulta. Há mais ou menos vinte anos, quando os testes de gravidez feitos em casa não eram tão fiáveis e as ecografias não eram tão comuns, um exame interno era a melhor forma de confirmar e datar a gravidez. A parteira ou o médico colocavam dois dedos na vagina e pressionavam na parte baixa do abdómen com a outra mão, para determinar o tamanho do útero. Hoje em dia há poucos casos em que seja recomendado um exame interno durante o início da gravidez. Se tiver uma infecção, como infecção fúngica, um exame interno facilita a observação da vagina para detectar qualquer sinal de infecção e para retirar uma amostra de tecido com uma espécie de cotonete de algodão. O esfregaço é enviado para um laboratório para examinar e se poder fazer o tratamento adequado. Se tiver sangramento vaginal, poderá fazer um exame interno com um espéculo (um instrumento com a forma de um bico de pato, usado para testes ginecológicos) para permitir ver o cólo do útero: uma pequena erosão na superfície é uma causa comum de sangramento na gravidez. Embora os exames internos não sejam agradáveis, é importante tentar descontrair para ajudar os músculos da vagina a relaxar e a alargar, e assim evitar o desconforto. Muitas mulheres acham que ajuda respirar lenta e regularmente durante o exame. Ler Mais...

Posso eu mesma verificar a minha dilatação ou pedir ao meu marido para o fazer?

Há uma corrente de pensamento que acredita que o exame vaginal do colo do útero não deve ser feito por rotina por ninguém, durante o progredir de um trabalho de parto normal, e isso inclui-a a si e ao seu companheiro. Há várias razões para isso. Uma é que algumas mulheres acham esse processo muito desconfortável e obtém-se muito pouca informação além da de que o trabalho de parto está em progresso. Outra razão é que introduz o risco de infeção. Se estiver a ter contrações fortes e regulares, o colo do útero começará a dilatar e qualquer exame deverá ser feito por uma parteira treinada ou um obstetra "esterilizados", para limitar o risco de infeção. Há também a possibilidade de quem estiver a fazer o exame poder rebentar a bolsa de águas que envolvem o bebé antes de esta romper naturalmente. Assim, embora possa ser possível sentir o seu próprio colo do útero dependendo da fase de trabalho de parto em que se encontra, isso em geral não é recomendado. Ler Mais...

Como me sentirei quando vir um médico homem examinar a minha mulher? Sentirei ciúmes?

Se o trabalho de parto e o parto decorrerem sem problemas, a sua companheira quase não precisará de ser examinada por um médico. Em geral, o médico avalia o estado da grávida e deixa decorrer o trabalho de parto com o acompanhamento da parteira. Só em casos mais complicados ou partos demorados é necessário um exame interno. Se a sua companheira precisar de ser examinada, você irá com certeza descobrir que está demasiado preocupado para sentir qualquer sentimento de ciúme. Os médicos, quer homens quer mulheres, só pensam na saúde da sua companheira e do seu bebé quando estão a fazer qualquer tipo de exame. Ler Mais...

Idade óssea

A idade óssea é outro conceito de extrema utilidade na avaliação do crescimento e das suas perturbações. Exprime o grau de maturação do esqueleto, comparativamente com o da população em geral da mesma idade, através de atlas estandardizados. Usa-se o exame radiográfico do punho esquerdo. Existe uma correlação muito estreita entre a idade óssea e a maturidade fisiológica do indivíduo, pelo que é um bom indicador de «quanto a criança ainda pode crescer». Ler Mais...

Conselho sobre as crianças Parte II

O ritmo de desenvolvimento não é sempre igual. Por isso, quando um bebé de 9 meses entra em pleno big bang evolutivo, o irmão de 2 ou 3 anos pode sentir que «vem atrás de si um tsunami». Há idades em que o ritmo de aquisições é mais lento. Se um bebé de 12 meses «tira coelhos da cartola- quase todos os dias, o mesmo não acontece com uma criança mais velha, a quem só sucedem estes êxitos com regularidade muito inferior. É por isso bom estar atento ao facto - o roubo de palco é uma das grandes causas dos ciúmes, e sem menos- prezar o que o bebé faz, porque não deve ser inferiorizando os outros que se aumenta a autoestima, pode-se elogiar a criança pelo que vai fazendo e, principalmente, pela consistência e maturidade do que vai fazendo e do que sabe - se não é possível dizer «começas- te a fazer desenhos», pode dizer-se que «os desenhos estão cada vez mais bem feitos e cuidados». Ler Mais...

Ecografia transfontanelar

A fontanela anterior é uma excelente janela para se «espreitar» o cérebro e as estruturas intracranianas, através de um método simples, inócuo e barato - a ecografia. Quando se suspeita de algum problema, ou nos bebés que tiveram gestações de risco, partos complicados, asfixia ao nascer, etc, é muito comum o médico pedir uma ecografia transfontanelar. Se a técnica é fácil, já a interpretação dos resultados é mais difícil, de maneira que este exame deve ser sempre feito por um ecografista com experiência e competência em bebés pequenos. Ler Mais...
Fazendo exame da bucwta | Para Pais.