Resultados para: "exame de 41 semanas de gravidez"

Você está a ver alimentação , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa exame de 41 semanas de gravidez. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Na minha primeira consulta pré-natal terá de me ser feito um exame interno?

Não é provável que lhe façam um exame interno na sua primeira consulta. Há mais ou menos vinte anos, quando os testes de gravidez feitos em casa não eram tão fiáveis e as ecografias não eram tão comuns, um exame interno era a melhor forma de confirmar e datar a gravidez. A parteira ou o médico colocavam dois dedos na vagina e pressionavam na parte baixa do abdómen com a outra mão, para determinar o tamanho do útero. Hoje em dia há poucos casos em que seja recomendado um exame interno durante o início da gravidez. Se tiver uma infecção, como infecção fúngica, um exame interno facilita a observação da vagina para detectar qualquer sinal de infecção e para retirar uma amostra de tecido com uma espécie de cotonete de algodão. O esfregaço é enviado para um laboratório para examinar e se poder fazer o tratamento adequado. Se tiver sangramento vaginal, poderá fazer um exame interno com um espéculo (um instrumento com a forma de um bico de pato, usado para testes ginecológicos) para permitir ver o cólo do útero: uma pequena erosão na superfície é uma causa comum de sangramento na gravidez. Embora os exames internos não sejam agradáveis, é importante tentar descontrair para ajudar os músculos da vagina a relaxar e a alargar, e assim evitar o desconforto. Muitas mulheres acham que ajuda respirar lenta e regularmente durante o exame. Ler Mais...

Estou com quatro meses de gravidez e ainda tive poucas consultas – vão-se tornar mais frequentes?

Sim, as suas consultas pré-natais vão tornar-se mais frequentes conforme a gravidez vai avançando. Na sua primeira gravidez, pode esperar um total de cerca de 10 consultas mas se já teve antes um bebé, poderão ser só 7. Se aparecer alguma complicação, serão marcadas consultas adicionais de acordo com as suas necessidades. O plano de consultas pré-natais difere ligeiramente de local para local, mas regra geral pode esperar uma consulta nas seguintes fases da gravidez: uma ou duas consultas por volta das 12 semanas de gravidez e depois consultas às 16 semanas, 25 semanas, 28 semanas, 31 semanas, 34 semanas, 36 semanas, 38 semanas, 40 semanas e, se o bebé atrasar, 41 semanas. Se estiver à espera do seu segundo ou subsequente bebé e a gravidez estiver a ser normal, pode não precisar de assistir a tantas consultas. Ler Mais...

Estou com 17 semanas e os meus seios mudaram – doem e parecem diferentes. Isso é normal?

É perfeitamente normal e muito comum ter alterações nos seios durante a gravidez. Estas são causadas quer por um aumento do fornecimento de sangue quer pelas hormonas da gravidez, em particular nas primeiras 12 semanas. Antes de a sua gravidez estar confirmada devia sentir uma sensação de formigueiro (em especial na zona dos mamilos) pois a afluência de sangue aumentou. Logo nas 6-8 semanas, os seios podem aumentar e tornar-se mais sensíveis e podem começar a ter um aspecto diferente, com veias muito finas a aparecerem Por volta das 8-12 semanas, os mamilos escurecem e podem tornar-se mais erectos, e já nas 16 semanas, o colostro, o primeiro leite, pode ser espremido. Ler Mais...

O que acontecerá na minha consulta pós-natal?

Cerca de seis semanas depois do nascimento do seu bebé, precisará de ir ao médico para a sua consulta pós-natal. Durante essa consulta, o médico assegurar-se-á de que o seu corpo está a voltar ao normal depois da gravidez e do parto. Poderão medir-lhe a tensão arterial e também poderão fazer-lhe um exame interno para se assegurarem de que os pontos cicatrizaram e de que o seu útero voltou ao tamanho da pré-gravidez. O seu médico far-lhe-á perguntas sobre os seus planos de contraceção e discutirá as opções disponíveis, e poderão fazer-lhe perguntas sobre a sua saúde emocional - como se está a adaptar à maternidade e se tem algumas questões ou problemas particulares. Ler Mais...

O que significa um trabalho de parto pré-termo?

Pré-termo significa que o bebé nasce algumas semanas antes do previsto. Enquanto só uma pequena percentagem de bebés nasce no dia em que realmente se espera, prever exatamente quando será o parto é completamente impossível. A maioria das mulheres tem os seus bebés entre as 37 e as 42 semanas de gravidez. A data prevista (DPP ou data provável do parto) é calculada às 40 semanas. Tecnicamente, qualquer bebé nascido antes de completar as 37 semanas de gravidez é considerado prematuro, mas quanto mais perto da DPP o seu bebé nascer, menos problemas terá em adaptar-se à vida fora do útero. Ler Mais...

O que acontece ao bebé depois das 40 semanas?

Em muitas gravidezes não há alterações nas atividades do seu bebé depois das 40 semanas e os seus padrões de movimento serão os mesmos, embora provavelmente a cabeça do bebé desça mais na pélvis, em preparação para o parto, e em resultado sentir-se-á mais leve junto das costelas e mais pesada na zona pélvica. Noutras gravidezes, as mães podem notar um abrandar dos movimentos com o avançar da gravidez. A placenta, que alimenta o bebé, diminui a eficácia depois de cerca das 38 semanas e certamente depois das 41 semanas. Isso significa que o crescimento do seu bebé tende a diminuir com o prolongar da sua gravidez. Como não é possível prever com exatidão se a placenta continuará a funcionar bem, muitos hospitais têm como política a indução para evitar o risco de colocar o bebé em perigo, que aumenta com o prolongamento da gravidez. Ler Mais...
Exame de 41 semanas de gravidez | Para Pais.