Resultados para: "episiotomia inchada"

Você está a ver bebé , alimentação e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa episiotomia inchada. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, ver parto normal ver tudo, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Cortes de episiotomia

Uma episiotomia é uma incisão, ou corte, feito com uma tesoura na zona chamada períneo, que é o espaço de tecido entre a vagina e o ânus. Esta zona alonga e fica mais fina durante o parto para permitir que a cabeça do bebé passe com facilidade. Uma episiotomia é feita só numa situação de emergência. Um exemplo disso é a necessidade de o bebé nascer rapidamente, ou por vezes durante um parto assistido, por exemplo com fórceps (ver ao lado), para evitar um rasgar descontrolado. Antes de o processo se iniciar, será injetada uma anestesia local no músculo, para reduzir o desconforto da dor durante a operação. O corte precisa depois de levar pontos e isso, em geral, é feito pelo obstetra que acompanhou o parto. Embora as episiotomias costumassem ser feitas por rotina há 10 ou 15 anos, agora só são feitas quando é realmente necessário. Deverá ser informada da razão por que ela é recomendada e terá de dar o seu consentimento verbal antes de se efetuar o processo. Ler Mais...

O que é uma episiotomia e porque deve ser feita?

Uma episiotomia é um corte ao longo do músculo entre a vagina e o ânus, conhecido por períneo, para alargar a zona por onde o bebé será expulso (ver acima). Isso só é feito quando absolutamente necessário e não será efetuado sem o seu consentimento. Há várias razões para uma episiotomia ser recomendada: se o bebé estiver em sofrimento, para apressar o sair da cabeça, em casos de partos com fórceps ou ventosas, se a cabeça do bebé for demasiado grande para passar na vagina, se o períneo não alongou o suficiente até ao fim da segunda fase do trabalho de parto para permitir uma passagem suave da cabeça do bebé através da vagina, se houver complicações, num parto vaginal, de um bebé em posição pélvica, ou se a mãe estiver com dificuldade em controlar as contrações enquanto a cabeça do bebé está a surgir, o que significa que irá rasgar bastante durante o parto. Em geral, é primeiro injetada no músculo uma anestesia local e o processo é efetuado durante a fase mais forte de uma contração, pois isso distrai-a do que está a ser feito e ajuda a um parto mais rápido. Ler Mais...

Depois de uma episiotomia como aliviar o desconforto dos pontos

Se fez uma episiotomia, o seu períneo poderá ficar bastante desconfortável depois do parto, pois a pele envolvente pode inchar, obrigando os pontos a esticar e o sentar-se torna-se bastante difícil. Eis algumas formas aliviar esse desconforto. Sente-se num anel de borracha para retirar a pressão dos pontos e permitir-lhe que relaxe. Aplique uma placa de gel gelada na zona, ou peça à sua parteira ou médico para lhe receitarem um creme ou spray analgésico. Tente agachar-se sobre a sanita quando urinar pois isso evita que o ácido da urina corra para os pontos. Lave e seque a zona com cuidado depois de ir à casa de banho. Um banho quente ou um duche podem acalmar. Depois de se lavar, seque a zona com cuidado batendo suavemente com uma toalha. Ler Mais...

Pensar em levar um corte é aterrador. O que posso fazer para evitar isso?

Alguns estudos têm demonstrado que massajar o períneo com regularidade durante a gravidez, utilizando um óleo sem perfume, pode reduzir o risco de rasgar pois isso ajuda a tomar essa zona mais flexível e por conseguinte pode ajudar a alongar a zona quando a cabeça do bebé estiver a passar. Antes de massajar o períneo lave as mãos com cuidado. Embora uma episiotomia possa ser uma perspetiva preocupante, se for aconselhada a fazer uma, isso pode evitar um rasgar descontrolado. Ler Mais...

Balanite

Chama-se balanite à inflamação ou infeção da glande, que é a zona que está debaixo do prepúcio (pele da pilinha). Pode ocorrer em qualquer idade. O aspeto é de uma pilinha com a ponta inchada, vermelha, com corrimento que pode ter várias cores: branco, amarelado ou esverdeado, mas que é geralmente espesso. Por vezes há queixa de dor ao fazer xixi. A balanite é muito comum - na idade das fraldas, há fatores que podem aumentar a frequência da infeção, como o ambiente quente, húmido e escuro da região genital, com a proximidade das fezes. A fimose (aperto da pilinha) é outro fator que ajuda. O tratamento da balanite assenta na aplicação de uma pomada com antibiótico durante 4 ou 5 dias, e limpeza (depois de passar a fase de maior inchaço). Em casos de repetição, ou naqueles em que a criança fica com dificuldade a fazer xixi, poderá ser necessária a circuncisão. Ler Mais...

Os primeiros sinais da gravidez

O primeiro sinal mais óbvio de que está grávida é a falta do período. Outros sintomas comuns do início da gravidez são o sentir-se extremamente cansada e inchada, os seios ficam muito mais sensíveis, aumenta a necessidade de urinar e pode sentir um maior ou menor desejo sexual, embora estes sintomas possam ocorrer antes da menstruação. Algumas mulheres também experimentam um pequeno sangramento por altura do tempo do seu período, o que pode ser confundido com um período leve, que ocorre quando o óvulo fertilizado se implanta na parede do útero. Também poderá sentir um sabor metálico na boca, náuseas ou vómitos - descritos como enjoos matinais, embora possam acontecer a qualquer hora do dia. Algumas mulheres não experimentam sintomas nenhuns. Ler Mais...
Episiotomia inchada | Para Pais.