Resultados para: "doencas semelhantes uma gravidez"

Você está a ver alimentação , criança e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa doencas semelhantes uma gravidez. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, ver parto normal ver tudo, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Estou com 10 semanas de gravidez e tenho dores semelhantes às menstruais. Devo descansar para evitar um aborto?

Dores semelhantes às menstruais, sem sangramento vaginal ou corrimento sanguíneo, podem ocorrer nesta fase da gravidez. Por vezes as dores podem ser sentidas conforme os ligamentos se distendem quando o bebé e o seu útero crescem. Há, também, outras causas possíveis para a dor, além do abono, tais como a prisão de ventre e uma infecção do aparelho urinário. Muitos médicos aconselham o descanso para evitar “ameaça” de aborto, mas não há qualquer evidência de que isso faça qualquer diferença para o progresso da gravidez. Se quiser descansar porque se sente desconfortável com as dores, então descanse, mas se se sente bem a continuar com uma vida normal então é porque essa é a melhor opção para si. Mergulhar num banho morno e praticar técnicas de relaxamento podem aliviar a imensidade da dor. Se a dor aumentar ou se sangrar ou tiver corrimento sanguíneo, contacte o seu médico. Ler Mais...

Além de ser considerada a mais, de que outra forma posso ser discriminada durante a gravidez?

Outras formas de discriminação que podem ocorrer durante a gravidez incluem dar-lhe trabalho não recomendável (deverá ser feita uma avaliação de riscos, ver ao lado), alterar o seu horário de trabalho sem ter o seu acordo, utilizar doenças relacionadas com a gravidez como fim disciplinar ou atribuir-lhe fraco rendimento só porque está grávida. Ler Mais...

Porque é que alguns bebés nascem prematuros?

Há certos fatores que podem aumentar a possibilidade de ter um bebé prematuro. Estes incluem um historial obstétrico anterior de prematuridade próprias ou da mãe ou da irmã, doenças durante a gravidez, o estado de saúde da mãe anterior à gravidez, ter uma gravidez múltipla, fumar e problemas fetais, como, por exemplo, um crescimento reduzido, que pode ter como causa fatores do estilo de vida como fumar e outros problemas fetais. Muitos bebés prematuros vão para uma unidade de cuidados especiais para bebés (ver ao lado), onde receberão cuidados e atenções médicas especializadas até estarem suficientemente bem para regressarem a casa. Ler Mais...

Quando é que pode ter cuidados conduzidos por um especialista?

As mulheres com doenças anteriores, como hipertensão, ou aquelas com questões de gravidez mais complexas, como gravidez de gémeos, podem ter a maioria das consultas com um obstetra. Muitas das consultas podem ser feitas no hospital. Há outras condições, como a diabetes ou epilepsia, que podem exigir os cuidados de dois especialistas: um especialista da doença em causa e um obstetra. Uma parteira do hospital também deverá participar nestes cuidados. Ler Mais...

As minhas gengivas começaram a sangrar desde que estou grávida – porquê?

É muito normal as gengivas sangrarem na gravidez. A hormona da gravidez progesterona torna os músculos e ligamentos mais macios e alongados para arranjar espaço para o crescimento do bebé. Contudo, isso pode afectar tecidos de outras partes do corpo, tais como as gengivas, tornando-as mais macias e mais propensas a sangrarem. Algumas mulheres têm ainda desejos de coisas doces na gravidez, que em excesso podem afectar as gengivas, tornando-as mais moles, inchadas e aumentando a possibilidade de desenvolver gengivite, uma infecção das gengivas. As mulheres grávidas devem ir ao dentista no início da gravidez (no Centro de Saúde podem disponibilizar-lhe cheques-dentista anuais até um máximo de 120€). Na gravidez, é importante escovar os seus dentes mais vezes do que o normal e usar o fio dental com regularidade para diminuir o risco de infecção. Ao contrário do que possa parecer, julga-se haver uma ligação entre parto pré-termo e doenças das gengivas. Ler Mais...

O que é um aborto?

Um aborto á a expulsão ou a extracção do útero de um embrião ou feto antes da 24ª semana de gravidez. Os sinais de um aborto são sangramento vaginal e dores semelhantes às menstruais. Como nem todos os abortos seguem o mesmo padrão, há várias formas de descrever o que acontece. * Ameaça de aborto ocorre quando há sangramento que pode ou não ser acompanhado de dor, mas o feto sobrevive. * Aborto incipiente ocorre quando há sangramento e dores devido a contracções do útero, o canal cervical dilata e o feio é expelido. * Aborto retido ocorre quando o feto morre mas mantém-se no útero e ou é expelido mais tarde naturalmente ou retirado por operação. Ler Mais...
Doencas semelhantes uma gravidez | Para Pais.