Resultados para: "doenca na chochota ve foto"

Você está a ver criança , gravidez e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa doenca na chochota ve foto. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. cesaria inflamada por dentro, mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada, gemeos escondidos barriga, colo do utero dilatado fotos, pontos parto normal coçando, cesariana inflamada.

A «quinta doença» – O que é a quinta doença?

A quinta doença é também chamada eritema infeccioso, e é uma doença causada por um vírus - o chamado «parvovírus B19». O nome «parvovírus» significa «pequeno vírus». Dentro dos parvovírus este pertence à classe B e é o número 19. O parvovírus humano B19 afecta os glóbulos vermelhos e causa uma erupção na pele (exantema) que geralmente não tem grande gravidade. No entanto, os estudos mais recentes têm encontrado um ou outro caso em que as coisas não se passam assim tão bem, como veremos. Ler Mais...

Sexta Doença – O que causa a doença?

O exantema súbito é causado por um vírus, da família dos herpes, o qual só infecta os seres humanos, mas desconhece-se o modo de transmissão de pessoa para pessoa. A infecção por este vírus dá imunidade, ou seja, só se tem a doença uma vez. A maioria das crianças tem-na no primeiro ano de vida, mais vulgarmente entre os 6 e os 15 meses de idade, havendo um aumento da incidência na Primavera e no Verão. Ler Mais...

Quinta doença – Como e em quem aparece a doença?

Qualquer pessoa pode infectar-se, mas a doença surge mais frequentemente nas crianças. O vírus passa das pessoas infectadas para as outras, através da saliva, das secreções nasais e dos «perdigotos», ou seja, tal e qual como uma banal constipação. A pessoa infectada é contagiosa desde a semana antes de aparecerem os sintomas até ao início do exantema, ou seja, é muito difícil isolar os infectados porque não aparentam qualquer doença. Portanto, na fase de «cara em bofetada» a criança já não é contagiosa, podendo frequentar a escola, se estiver bem. A infecção pelo parvovírus humano B19 parece dar imunidade vitalícia e cerca de 50% dos adultos têm anticorpos contra o vírus, o que significa que já tiveram a infecção (provavelmente em crianças). Ler Mais...

Colostase obstétrica

A colostase é uma doença na qual a bílis não corre livremente nos canais biliares do fígado, sendo obrigada a desviar-se para o sistema sanguíneo. Esta doença traz riscos sérios tanto para a mãe como para o bebé e assim é importante que seja diagnosticada através de análises ao sangue e tratada o mais urgentemente possível. Será dada medicação para aliviar a comichão e para melhorar o funcionamento do fígado. O objectivo da medicação é estabilizar a doença até ser seguro dar â luz. Em geral, o trabalho de parto é induzido entre as semanas 35 e 38 de gravidez. Ler Mais...

Doença da boca-mão-pé

A doença boca-mão-pé ocorre sobretudo cerca dos 4-5 anos, e pode ser causada por uma grande variedade de vírus, mais frequentemente um que se chama coxsackie. A doença não costuma ser grave e as crianças recuperam numa semana. Os sintomas começam por febre ligeira, perda de apetite e mal-estar geral. Segue-se o aparecimento de aftas dolorosas na boca, sobretudo na parte interior das bochechas e gengivas, e manchas nas palmas das mãos e plantas dos pés, que depois evoluem para nódulos e bolhas. A doença é contagiosa através das secreções nasais, saliva e líquido das bolhas, durante pelo menos uma semana depois do início da doença. Perante estes sintomas a criança deverá ser observada pelo médico-assistente. O risco maior consiste na desidratação provocada pela não ingestão de líquidos em quantidade suficiente, atendendo à dificuldade em engolir e à falta de apetite. A alimentação deve ser baseada em líquidos e pastosos, frios e de sabor neutro (gelados, por exemplo). Não há tratamento específico, mas é preciso dar todos os medicamentos necessários para o conforto da criança, e os pais não se devem surpreender se ela emagrecer – passada a doença, o apetite virá, e em força. É conveniente evitar o contacto com mulheres grávidas. Ler Mais...

O exantema súbito ou a «sexta doença»

...ou três dias de febre, dois ou três dias de manchas e muitos dias de preocupação... A história conta-se em poucas palavras: febre durante três dias, manchas na pele durante outros dois ou três. Tão simples como isto... ou, se calhar, nem tanto assim. É o exantema súbito, roseola infantum ou «sexta doença», uma doença afinal com um nome complicado para uma situação que, felizmente, não tem, na maioria dos casos, qualquer gravidade. Apesar disso, o exantema súbito assusta os pais e, muitas vezes, os próprios médicos. Só por esse motivo vale a pena falar nele. Vejamos porquê: «Sarampo sarampelo, sete vezes vem ao pêlo», diz o ditado. Afinal sarampo só há um e felizmente só surge uma vez – ou nenhuma até, se as crianças estiverem devidamente vacinadas. A frase popular vem do tempo em que as doenças infecciosas se confundiam umas com as outras e para o cidadão comum todas eram «sarampos». Quando começou a identificação destas doenças - sarampo, escarlatina, rubéola, etc. - cujas característica comum principal é a existência de manchas na pele - designaram-se por primeira doença, segunda doença e por ai fora, até à sétima. A chamada «sexta doença» é, precisamente, o exantema súbito. Ler Mais...
Doenca na chochota ve foto | Para Pais.