Resultados para: "depois de dez meses de uma cirurgia de piloro o que pode acontece"

Você está a ver bebé , gravidez e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa depois de dez meses de uma cirurgia de piloro o que pode acontece. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, gemeos escondidos barriga, cesaria inflamada, cesariana inflamada, colo do utero dilatado fotos, bucentinha infantil.

Estenose hipertrófica do piloro

A estenose do piloro é uma situação conhecida de alguns pais: o bebé (geralmente com 3, 4 semanas de vida) tem fome, come, mas vomita. Ao mesmo tempo faz menos cocó e xixi estes dados são importantes porque a desidratação é o maior risco a curto prazo. Os vómitos são em jato, com grande pressão, passado um bocado sobre a mamada, dando a impressão de que «vomita mais do que comeu». O estado geral vai-se deteriorando, podendo aparecer desidratação. Estes vómitos devem-se ao facto de o piloro, que e a prega que faz a transição entre o estômago e o duodeno, estar apertado («estenose»») e o conteúdo do estômagoo conseguir passar adiante. A solução é cirúrgica uma operação relativamente simples mas que é urgente. O diagnóstico é clínico e complementado pela ecografia. Ler Mais...

Todas as mulheres podem amamentar? A minha mãe diz queo conseguia.

A maioria das mulheres consegue amamentar. Pode concluir que o sistema de cuidados maternos impediu que a sua mãe amamentasse, pois houve uma altura em que diziam às mães para dar de mamar só de quatro em quatro horas. Aprender o mais que puder sobre a amamentação, com antecedência, irá dar-lhe mais hipóteses de ser bem-sucedida, Um mito comum é que o tamanho dos seios afeta a capacidade de amamentar, mas issoo é o caso. Uma cirurgia aos seios pode afetar a amamentação, mas mesmo depois da cirurgia mais invasiva é possível que uma porção das glândulas e canais originais se mantenham intactos. Espero que venha a ter confiança suficiente para tentar amamentar. Ler Mais...

O que acontece à placenta?

A placenta sustentou o seu bebé durante os nove meses no útero e o que lhe acontece depois da expulsão é uma pergunta comum. A placenta será observada para se comprovar que está completa e que foi expulsa com sucesso. Se parecer saudável, será deitada fora no hospital. Poderá ser levada para análises num laboratório se houver alguma coisa anormal na sua aparência. Em algumas culturas faz-se uma cerimónia com a placenta; e em algumas partes do mundo há mesmo a tradição de a comer. Ler Mais...

O que pode afectar a fertilidade de uma mulher?

Condições como a síndrome do ovário policístico (um desequilíbrio hormonal que provoca quistos no ovário) e a endometriose podem prejudicar a fertilidade. Outros desequilíbrios hormonais, como baixos níveis de FSH e LH podem afectar a ovulação; ou os níveis de progesterona podem ser demasiado baixos para reter um ovo fertilizado. Trompas de Falópio danificadas, devido a uma gravidez ectópica, cirurgia endometriose ou doença inflamatória pélvica, a qual pode ser causada por uma infecção como a clamídia podem evitar a concepção. Ovários danificados podem resultar de cicatrizes devidas a uma cirurgia ou infecção ou o fornecimento de ovos pode ser baixo. Algumas mulheres têm uma malformação do útero ou têm cicatrizes uterinas, que podem prejudicar a implantação de um ovo com sucesso. Ler Mais...

Tenho tido hemorragias nasais pela primeira vez na minha vida. Por que é que isso acontece?

o ê fora do normal ocorrerem hemorragias nasais na gravidez devido ao aumento de fornecimento de sangue no corpo. As hemorragias nasais nãoo sérias, mas se for forte, pode pedir ao seu médico um spray para ajudar a coagulação. Se as hemorragias forem muito frequentes, uma simples cirurgia pode cauterizar os vasos. Quando tiver uma hemorragia, sente-se durante alguns minutos, com a cabeça erguida, e aperte o nariz. Para evitar hemorragias tente assoar-se com cuidado, beba muitos líquidos para evitar desidratação e abra a boca ao espirrar para aliviar a pressão nasal. Ler Mais...

o tenho tido problemas, mas não quero passar pelo parto. Posso optar por uma cesariana?

Se não houver causas médicas para uma cesariana e isso for simplesmente devido ao seu medo das dores do trabalho de parto, então optar por uma cesariana é uma opção drástica. Uma cesariana é uma cirurgia abdominal e, embora por vezes seja preferível, não é um método favorável por várias razões, como o risco de problemas pós-operatórios resultantes da cirurgia, um maior risco de problemas secundários de fertilidade, ou de o segundo bebé ter de nascer por cesariana, e um risco aumentado de depressão pós-parto. Seria melhor falar com a sua parteira sobre as opções disponíveis para aliviar a dor e assegurar-se de que terá a que mais lhe convier. Ter consigo durante o trabalho de parto alguém que conheça e em quem confie pode reduzir imenso a sua ansiedade. Se, mesmo assim, sentir queo consegue passar pelo trabalho de parto, pode ter de falar com o seu obstetra pois a decisão final deverá ser dele. Ler Mais...
Depois de dez meses de uma cirurgia de piloro o que pode acontece | Para Pais.