Resultados para: "creme antifungico para bebe"

Você está a ver leite , criança e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa creme antifungico para bebe. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Como deveremos lidar com o eritema das fraldas?

O eritema das fraldas é doloroso para o bebé, mas também preocupante para os pais, que podem pensar que o poderiam ter evitado. Há várias razões para o eritema das fraldas, incluindo se a urina ou as fezes do bebé forem concentradas, o que as torna irritantes para a pele, se não for utilizado um creme barreira, ou se o bebé tiver uma infeção de fungos que prejudicará o eritema. Mudar a fralda com demasiada frequência também pode por vezes ser prejudicial pois o bebé pode ser sensível aos toalhetes que estiverem a ser utilizados. A melhor forma de lidar com o eritema das fraldas é arejar o rabinho o mais possível. Depois de lavar bem as mãos, limpe o rabinho do seu bebé com algodão e água quente da torneira e/ou um creme emoliente, que lubrifica a pele evitando que se tome demasiado seca. Evite os sabonetes e os toalhetes. Depois deixe o seu bebé sem fralda numa proteção absorvente ou numa toalha, durante uns momentos. Quando lhe mudar a fralda, aplique uma camada fina de creme emoliente ou barreira, para que proteja a pele mas não evite que a fralda absorva a urina. As pomadas ou cremes próprios incluem o óxido de zinco ou vaselina. Outra pomada, chamada pomada de metano, contém dióxido de titânio, que parece ser eficaz a cicatrizar o eritema das fraldas, embora tenha um cheiro estranho e possa manchar os tecidos. Por vezes, um eritema de fraldas moderado ou grave pode infetar. Nesse caso, deverá ser necessário um tratamento com antibióticos. Para reduzir a inflamação, pode ser indicado um creme corticosteroide para ser aplicado uma vez por dia, para reduzir a inflamação e para facilitar a cicatrização. Poderá ainda ser indicado um creme anti fungos pois muitas irritações moderadas ou graves são provocadas pela bactéria Cândida albicans. Se o eritema persistir passados 7-10 dias, o médico poderá receitar um xarope antifúngico para tratar os intestinos da infeção de fungos. Se isso acontecer, também deverá pôr um creme antifúngico nos seus mamilos, se estiver a amamentar. Embora isso seja invulgar, se o eritema continuar a não dar sinais de cicatrizar, o seu médico poderá enviar o seu bebé a um dermatologista. Ler Mais...

Cremes

Criança na praia igual a creme de fator elevado, de preferência igual ou superior a 40. Quanto mais clara e sardenta a pele e mais ruivos os cabelos, maior deve ser o fator. Escolham um creme à prova de água (porque as crianças estão sempre a entrar e a sair) e besuntem-nos antes da chegada, repetindo o processo. O buraco do ozono não é uma invenção de alguns «malucos». Ler Mais...

Eritema das fraldas

É vulgar aparecerem, até a criança deixar de usar fraldas, lesões de vermelhidão e -assadura» na região genital e anal. Estas lesões devem-se a irritação, para a qual vários factores podem contribuir: fricção e maceração, alergia às fraldas, contacto prolongado com a urina ou as fezes (escassa mudança de fraldas), alergia aos cremes ou ao sabonete e produtos de limpeza, podendo infetar-se secundariamente por bactérias ou por fungos. Os pais conhecem já muitos cremes que podem aplicar, a maioria das vezes à base de vitamina A e óxido de zinco, e que resolvem o assunto sobretudo se houver o cuidado de mudar as fraldas com alguma frequência e lavar suavemente com água tépida e sabão neutro. As fraldas com plástico oclusivo não deverão ser usadas nesta altura - são preferíveis as fraldas descartáveis. Por vezes a pele infeta-se com fungos e fica então muito vermelha, podendo até pelar e fazer autênticas feridas. Nessa altura é necessário aplicar um creme antifúngico), existindo vários no mercado. Se não passar ou se a lesão for muito grave, então deve consultar-se o médico-assistente. Ler Mais...

Dermatite das fraldas

É vulgar aparecer nos bebés pequenos, lesões de vermelhidão e «assadura» na região genital e anal. Estas lesões devem-se geralmente a irritação, para a qual vários fatores podem contribuir: fricção e maceração, alergia às fraldas, contacto prolongado com a urina ou as fezes (escassa mudança de fraldas), alergia aos cremes ou ao sabonete e produtos de limpeza, podendo infectar-se secundariamente por bactérias ou por fungos, etc... Os pais conhecem já muitos cremes que podem aplicar, a maioria das vezes à base de vitamina A e óxido de zinco, e que resolvem o problema, sobretudo se houver o cuidado de mudar as fraldas com alguma frequência e lavar suavemente com água tépida e sabão neutro. As fraldas com plástico oclusivo não deverão ser usadas nesta altura - são preferíveis as fraldas descartáveis. Por vezes a pele infecta-se com fungos e fica então muito encarnada, podendo até pelar e fazer autênticas feridas. Nessa altura é necessário aplicar um creme antifúngico, existindo vários no mercado Se não passar ou se a lesão for muito grave, então deve consultar-se o médico assistente, para ver se não há já bactérias envolvidas na ferida e, se assim for, a necessitar de tratamentos locais com antibióticos. A medida mais eficaz: deixar os bebés de «rabo ao léu», apesar de inviável na maior parte do ano e dos contextos... Ler Mais...

Como mudar uma fralda

MATERIAL:

- Um colchão ou superfície de mudança, que fique à altura da sua cintura (atenção às suas costas) - Toalhetes ou algodão molhado em água morna - Creme protetor ou barreira - Fralda limpa • Coloque o bebé de costas, tente cantar-lhe ou distraí-lo, sobretudo se ele já tem mais de 3-4 meses (mexe-se bastante mais!). • Abra cuidadosamente a fralda suja, procurando que não verta o conteúdo,levante as pernas do bebé e limpe as fezes que possam estar entaladas no lado da fralda. Enrole-a da frente para trás e ponha-a de lado. • Levante cuidadosamente as pernas do bebé e limpe-o, com o toalhete ou algodão molhado. Se for rapariga, a limpeza deverá ser feita de frente para trás, não voltando a passar com a mesma parte do toalhete. Limpe bem o escroto aos rapazes, mas sem fazer fricção. • Seque a pele, se tiver utilizado água, coloque creme se o bebé estiver assado, se for uma das alturas do dia em que o faz ou se tiver feito cocó, e coloque a fralda. Não aperte demasiado. Com o tempo aprenderá a medida certa. • Elogie o seu bebé. Assim, ele achará que fez um grande feito, achar-se-á limpo e debater-se-á menos quando tiver que mudar as fraldas. Ler Mais...

Micose das fraldas

Nas crianças que ainda usam fralda, é vulgar aparecer lesões de vermelhidão intensa e «assadura», com distribuição em «borboleta», na região genital e anal, podendo causar ferida e até sangrar. Estas lesões devem-se à infeção por fungos, geralmente na sequência de irritação, para a qual vários fatores podem contribuir: fricção e maceração, alergia às fraldas, contacto prolongado com a urina ou as fezes (escassa mudança de fraldas), alergia aos cremes ou ao sabonete e produtos de limpeza. Além das pomadas com vitamina A e óxido de zinco, é necessário colocar também uma pomada com antifúngico, para lá de mudar as fraldas com maior frequência e lavar suavemente com água tépida e sabão neutro. A medida mais eficaz seria deixar as crianças de «rabo ao léu», dado que o ambiente escuro, húmido e quente das fraldas favorece o crescimento dos fungos. No entanto, esta medida é infelizmente inviável na maior parte do ano e dos contextos. Ler Mais...
Creme antifungico para bebe | Para Pais.