Resultados para: "corpo quente sem febre o que pode ser"

Você está a ver criança , criança e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa corpo quente sem febre o que pode ser. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Conselho sobre queimaduras

E necessário que as crianças, a partir do ano, ano e meio, tenham a perceção do que é «estar quente», mesmo que a proteção seja essencial e não se possa confiar na educação. Para distinguir o quente do frio, e acompanhar essa sensação de um «canto de aviso» dos pais, pode encostar-lhe a mão a um objeto morno (morno!), como uma caneca com líquido, e dizer, com ar escandalizado: «Cuidado! Está quente. Pode queimar!» A criança aprenderá e sentirá o calor que irradia de fontes de aquecimento. Mas claro queo se pode confiar apenas neste sentido. Ler Mais...

Quinta doença – Que sintomas?

Os sintomas aparecem cerca de uma a duas semanas depois do contágio e, essencialmente, são cansaço e febre ligeira que desaparece rapidamente. Depois destes sintomas (inespecíficos e que na maioria dos casos passam despercebidos), aparecem as manchas (exantema), geralmente ao nível das bochechas, dando o aspecto tradicionalmente descrito como «cara em bofetada» (nesta altura já sem febre). O exantema pode estender-se ao resto do corpo e murtas vezes vai e vem. Às vezes as manchas ficam mais claras na parte central. Por vezes podem causar comichão. Ler Mais...

Vantagens da febre

A febre foi associada a uma série de doenças graves, como convulsões, pneumonias septicemias ou meningites, como se fosse ela a causa dessas situações. Como é um dos primeiros sinais, e o que mais dá nas vistas (podendo inclusivamente ser medido), a febre é ainda vista como um mal e um inimigo a abater. Este conceito está errado, e pouco a pouco temos de o desfazer. A elevação da temperatura do corpo tem um papel muito importante na luta contra a infeção, diminuindo o crescimento dos micróbios, tornando-os menos agressivos e até matando-os, e por outro lado aumentando a eficácia dos mecanismos de defesa imunológica. Os próprios antibióticos são mais eficazes com febre. A temperatura do corpo depende de um equilíbrio entre a produção e a perda de calor, o que permite mantê-la dentro dos limites desejados, apesar das grandes variações térmicas a que o organismo está sujeito. Existe uma produção de calor obrigatória, atribuível ao metabolismo necessário à manutenção das funções essenciais à vida. A produção de calor involuntária está associada às atividades do dia-a-dia e depende da atividade metabólica, a qual tem lugar, principalmente, ao nível dos músculos. A febre é uma situação «regulada» e por isso a temperatura do corpo quase nunca atinge níveis perigosos. Assim, a elevação da temperatura é um mecanismo desejável, com um papel muito importante na luta contra a infeção; daí que haja que ponderar as situações em que deve ser «tratada». As crianças até aos 24 meses de idade, que tenham temperaturas superiores a 39,0°C (axilar ou o equivalente noutras medições), deverão ser sujeitas a observação médica. Se uma criança com idade inferior a 36 meses tiver febre superior a 40,5°C, se, após restabelecida a temperatura normal, estiver prostrada, não brincar, não se interessar pelo ambiente, não se consolar ao colo da mãe e não houver sinais de infeção evidente, há que procurar os cuidados de um médico. Ler Mais...

Febre

ong>O que é a febre?ong> A febre é um sinal importante. Ao contrário do que se pode pensar, a febre é uma resposta biológica muito complexa a um grande número de agentes externos e disfunções internas. É um dos sintomas mais frequentes nos grupos etários infantis. A elevação da temperatura tem um papel muito importante na luta contra a infecção, por exemplo, através de: - diminuição do ritmo de crescimento de certos vírus, bactérias e fungos - alterações estruturais nos microorganismos, que os inativam - diminuição da produção de fatores de virulência - aumento da actividade das defesas imunológicas - aumento da actividade dos antibióticos A febreo é uma doença, é um sinal. A ansiedade dos pais e o desejo de dar um antipirético fazem com que, muitas vezes, se hipermedique a febre, apesar dos crescentes conhecimentos científicos que sugerem que esta atitude, além de comportar alguns riscos, é, em muitos casos, desnecessária e ineficaz. Ler Mais...

A que temperatura deverá estar a nossa casa quando trouxermos o nosso bebé?

É difícil para os bebés manterem a temperatura do corpo. As unidades maternas estão muito aquecidas pois estão a lidar com bebés que acabaram de nascer e que ainda estão bastante molhados do parto. Uma vez em casa, deve manter a temperatura do quarto a cerca de 16-20°C, pelo que poderá achar conveniente a compra de um termómetro de ambiente. Os bebés correm risco de morte súbita se estiverem demasiado quentes por estarem num quarto muito aquecido ou com demasiada roupa. Contudo, a temperatura do quarto é só uma indicação, e você deverá aprender a verificar por outros sinais se o seu bebé está demasiado quente ou demasiado frio Como guia, as mãos e os pés do bebé devem estar frios e a cabeça deve estar quente pois ele tem tendência a perder calor pela cabeça. Verifique a temperatura do bebé colocando as costas da sua mão no peito dele, mas não os dedos, que podem estar frios. Se sentir o seu bebé quente, é provável que esteja suficientemente aquecido. Se estiver demasiado quente ou transpirado, retire uma camada de roupa ou um cobertor ou lençol. Se estiver frio, adicione uma camada. Os edredões nãoo recomendados até o bebé ter pelo menos um ano, para evitar sobreaquecimento. Se o seu bebé estiver maldisposto, quente ou com tremuras, a sua reação imediata deverá ser embrulhá-lo e embalá-lo, mas isso pode aquecê-lo demasiado. Em vez disso, retire alguma roupa para que o bebé possa arrefecer. Procure ajuda médica de imediato se a temperatura do bebé for superior a 39°C ou se ele não reagir. Ler Mais...

Como é que o nosso corpo regula a temperatura?

A temperatura do corpo depende de um equilíbrio entre a produção e a perda de calor, o que permite mantê-la dentro dos limites desejados, apesar das grandes variações térmicas a que o organismo esta sujeito. Existe uma produção de calor obrigatória, que resulta do metabolismo necessário à manutenção das funções essências à vida. A produção de calor involuntária está associada às atividades do dia-a-dia e tem lugar, principalmente, ao nível dos músculos - é por isso que um empregado de café anda sempre de manga curta ou uma pessoa que está parada senil mais frio. A febre é uma situação regulada por isso a temperatura do corpo quase nunca atinge níveis perigosos. Assim, a elevação da temperatura é um mecanismo desejável, com um papel muito importante na luta contra a infecção. Ler Mais...
Corpo quente sem febre o que pode ser | Para Pais.