Resultados para: "como tirar mancha de piercing no nariz"

Você está a ver leite , criança e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa como tirar mancha de piercing no nariz. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, ver parto normal ver tudo, gemeos escondidos barriga, cesariana inflamada.

O que devo fazer com o piercing do meu umbigo?

Se está grávida e tem um piercing no umbigo, a sua parteira decerto recomendará que retire qualquer peça de metal do seu umbigo durante a gravidez. Algumas mulheres seguem este conselho, mas muitas mulheres não querem arriscar retirar o seu piercing e ter de voltar a colocá-lo depois o bebé nascer, portanto tentam continuar a usar o acessório no umbigo durante a gravidez. Você pode usar um acessório chamado retainer. Devido à popularidade dos piercings no corpo, este foi produzido para ajudar as mulheres grávidas a manterem os seus piercings conforme a sua silhueta vai mudando. São feitos de uma substância macia e flexível chamada PTTE (politetrafluoretileno), em diversas famas, e tem duas bolas acrílicas atarrachadas nas pontas. Há uma grande variedade de tamanhos e estilos para as mulheres escolherem. Como regra geral, deverá escolher um retainer que seja pelo menos 4 mm mais comprido do que o tamanho do acessório que costumava usar. No entanto, como pode imaginar, cada barriga é diferente e sem dúvida irá mudar de tamanho com o progredir da gravidez. O factor importante é que o seu retainer nunca belisque a sua pele - se sentir que o seu retainer lhe está a causar desconforto, então compre um tamanho maior. Ler Mais...

É-me permitido tirar tempo adicional não pago depois de terminar a minha licença de parto?

Pode tirar uma licença parental depois da licença de maternidade e tem direito aos mesmos termos e condições como se estivesse a tirar uma licença de maternidade “adicional”. Isto significa que pode voltar para o mesmo trabalho, se possível, ou para uma alternativa conveniente. A licença parental é um direito que pode ser gozado pelo pai ou pela mãe e deve ser usada para cuidar da criança ou para tomar as devidas providências para o tratamento da criança. Se tiver gémeos, tem direito a gozar um acréscimo da licença de maternidade de 30 dias por cada um sem contar o primeiro, ou seja 120 dias + 30 dias no caso de dois gémeos. Pode ainda tirar férias pagas ou pedir ao seu empregador uma licença sem vencimento. Também pode valer a pena discutir com ele opções de trabalho flexíveis. Ler Mais...

Conselho sobre obstrução nasal

Os pais e educadores devem estar muito atentos ao nariz das crianças, e tratá-lo de forma a garantir a sua permeabilidade. No entanto, há que tomar em atenção o seguinte: a parede do nariz (mucosa) é muito frágil (exatamente por ser fina e muito vascularizada). Qualquer agressão (cotonete, aspirador de secreções, limpezas bruscas, etc.) pode lesar a parede do nariz e provocar a resposta por parte deste que é a secreção de ainda mais ranho. Ensinar e insistir para se assoar é a medida mais eficaz. Ler Mais...

O nariz

Nunca é demais relembrar as funções do nariz. O pensarmos que só desempenha funções estéticas ou que serve para estar ranhoso leva a que não lhe demos a devida importância. A prevenção das infeções respiratórias começa no nariz. O nariz é fundamental nas crianças pois aquece o ar, humidifica-o, purifica-o e evita que os agentes agressores possam ir para territórios mais nobres. É ele o primeiro obstáculo, o primeiro filtro, à poluição, fumos, pó, micróbios e tantas outras coisas nocivas. Um pouco mais atrás, os adenoides funcionam como segunda linha. Se por acaso o nariz não for limpo cuidadosamente - pelo menos uma vez por dia de forma completa, dentro do que é uma boa higiene nasal - as secreções acumulam-se e tornam-se pasto para as bactérias e vírus, para além da obstrução que proporcionam. Ao ter o nariz tapado, a criança desta idade respira pela boca, não aquecendo e humidificando devidamente o ar, o que vai alterar as condições da mucosa faríngea, ocasionando mais infeções. Por outro lado, os adenoides vão entrar em ação, aumentando de volume e dando ainda mais sintomas, obstrutivos e respiratórios, inflamatórios e infeciosos. Ler Mais...

Rinite alérgica

A descrição anterior já diz tudo sobre o que é a rinite alérgica. Do ponto de vista subjetivo, ou seja, da criança que sofre de rinite. O que vemos, do lado objetivo, é uma criança olheirenta, que respira pela boca, com o nariz entupido e com «tiques» como estar sempre a passar a mão pelo nariz ou a cocá-lo. Durante a noite ressona e tosse, como as crianças com os adenoides grandes. Durante o dia está cansada e sonolenta. A causa destes sintomas é, precisamente, a sensibilização do nariz (e também dos olhos e faringe) a substâncias alimentares, pólenes, plantas, pó e ácaros, pêlos de animais, entre outros. Por vezes há rinites cujos sintomas são desencadeados por alterações súbitas de temperatura. Os piores períodos são o Outono e a Primavera. O fumo do tabaco e outros agentes poluentes são «inimigos a abater» porque aumentam os sintomas e a sensibilização e irritação do nariz. Ler Mais...

Medicamentos

É verdade que as nossas casas se transformaram em réplicas de farmácias. Temos na gaveta ou no armário várias caixas de comprimidos, xaropes, drageias... sei lá o quê. E embora os medicamentos possam ser extremamente necessários em ocasiões precisas, não há dúvida que tê-los comporta também o risco de os utilizar indevidamente (por exemplo, antibióticos logo no primeiro dia de doença), aumenta o risco de intoxicações acidentais (especialmente para quem tem bebés pequenos) e o risco de efeitos secundários. Peçam ao médico dos vossos filhos que vos indique quais os medicamentos a ter em casa e quando os utilizar, como por exemplo, os medicamentos para baixar a febre, tirar dores, fazer a limpeza e desobstrução do nariz, e outras situações agudas. No entanto, não se deveriam dar outros medicamentos sem indicação e sem receita médica, salvo se os sintomas forem leves e exatamente iguais ao que já os pais conhecem (por exemplo, nariz obstruído, febre, certos tipos de tosse). Abstenham-se também de hipermedicar os vossos filhos e não vão na primeira opinião de pessoas que não sejam médicos, como é o caso de amigos ou até alguns bem-intencionados ajudantes de farmácia. É preciso algum cuidado com os medicamentos, porque todos eles podem ter efeitos secundários ou ser inapropriados para a situação do bebé. Mesmo os medicamentos de venda livre ou os que se vendem nas parafarmácias e outros postos de venda. Ler Mais...
Como tirar mancha de piercing no nariz | Para Pais.