Resultados para: "como matar uma cabra"

Você está a ver criança , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa como matar uma cabra. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, ver parto normal ver tudo, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Como muito mozzarella, ele faz parte da lista de “queijos cremosos” que se devem evitar?

O queijo é uma das preocupações principais da mulher grávida, de acordo com pesquisas de saúde. Contudo, os queijos cremosos processados, como o mozzarella, o queijo fresco e o queijo creme, podem comer-se durante a gravidez. Aconselhamos a evitar queijos como o Camemben, o Brie ou Chèvre (um tipo de queijo de cabra cremoso), ou outros com uma casca semelhante e queijos com veias azuis ou curados, pois podem conter Listeria, uma espécie de bactéria que pode prejudicar o seu bebé. O processo de cozedura poderá matar a Listeria; assim poderá ser seguro comer comida que contenha queijos cremosos, com bolor ou de veias azuis, desde que tenha sido bem cozinhada e tenha cozido bem, até por dentro. Ler Mais...

Queimaduras e intoxicações

Valerá a pena lembrar que o tabaco é responsável indireto por queimaduras e incêndios, seja através do próprio cigarro, seja pelos isqueiros e fósforos. É de referir também as intoxicações, que podem ser muito graves, se um bebé ingerir uma beata. Um cigarro pode, literalmente, matar uma criança e ainda se vê pessoas que, na praia, fumam e depois enterram as beatas na areia, criando uma armadilha para os bebés que gatinham, designadamente os seus próprios filhos. Ler Mais...

Areia

Se o vosso filho comer areia, paciência, deitá-la-á fora na primeira ocasião... o único problema é se, misturados com a areia, vão detritos, lixos e outras coisas indesejáveis - como as beatas de cigarros que podem matar, se ingeridas. As praias vigiadas são limpas quando começa a época balnear e, na maior parte delas, há um processo de limpeza diária, nomeadamente com tractores que peneiram a areia e a alisam. Todavia, mesmo com o crescente civismo e com o número grande de caixotes do lixo que há nas praias vigiadas, ainda existe muito boa gente que não quer saber dos outros e deita o lixo na areia com o maior desplante. Ou enterra pontas de cigarro. Ler Mais...

Intoxicações

A partir do ano de idade, até cerca dos 3, é a idade privilegiada das intoxicações. Continua a ser um problema grave em Portugal. De medicamentos a pesticidas, de corantes a produtos de higiene, de limpa-sanitas a detergentes para máquinas de lavar. Um produto colorido, «engraçado», com cheiro, utilizado pelos pais e à mão de semear, é uma tentação muito grande para uma criança desta idade, que o levará à boca imediatamente, porque não basta ver, cheirar e tocar - é preciso provar. Além da curiosidade e da facilidade de se deslocar, a criança pequena não tem a noção do perigo. O que para nós, adultos pode ser evidente - por exemplo que os pesticidas podem matar – para a criança não fez qualquer sentido, pois provavelmente nem sequer tem uma vaga noção do que é a more ou, pelo menos, da irreversibilidade da morte. Conselho: Façam hoje mesmo uma revisão à vossa casa, garagem, jardim. E vejam o que podem modificar, para evitar intoxicações. Ler Mais...

Mentira que é fantasia

As crianças pequenas, de 4, 5 anos, gostam de inventar histórias e fábulas. Faz parte do seu desenvolvimento e é, portanto, normal, assim como é normal gostarem de ouvir contar histórias (atividade fundamental e porventura demasiadamente esquecida pelos pais), quer as histórias tradicionais, quer as inventadas pelos adultos e, muitas vezes, o que lhes dá mais gozo é, depois de as conhecer bem, ouvir as histórias tradicionais com pormenores novos e distorcendo a «verdade» que conhecem, como o Lobo Mau ser afinal um exemplo de bom cidadão, ou os Três Porquinhos viverem com os pais, o fato do Capuchinho Vermelho ser verde, ou a Cabra Cabrês e a Formiga Rabiga terminarem as suas questiúnculas a beber um chá e a comer torradas. Nas crianças desta idade, há frequentemente uma «zona cinzenta» entre a realidade e a fantasia, e as coisas imaginadas acabam por ser tão reais na sua mente que são capazes de jurar pés juntos que determinadas coisas se passaram, mesmo coisas tão hipoteticamente impossíveis como ter aparecido um leão no infantário, terem ido dar um pas seio a pé ao Japão ou o Pai Natal descer pela chaminé. Embora se devam esclarecer as coisas e tentar fazer ver à criança que provavelmente não se passaram bem assim, não se deve, neste caso, fazer chacota ou rotular a criança abertamente de mentirosa, já que ela está mesmo convencida de que o que está a contar corresponde à verdade. Obviamente que, se esta «zona cinzenta» for muito vasta e a confusão entre os factos e a fantasia se tornar constante ou não se esbater com a idade, o caso deverá ser debatido com o médico-assistente, porque pode estar associado a problemas do foro psicológico e de fuga à realidade. De qualquer forma, é normal as crianças chegarem longe nesta mistura da realidade e da fantasia - basta lembrar os amigos imaginários com quem falam e que «vêm», que sentam à mesa ou com quem brincam como citei anteriormente. Ler Mais...

Verrugas

Uma verruga é um pequeno alto, duro, na pele, com uma superfície rugosa (como uma couve-flor), de cor branca, rosada ou acastanhada. Dentro da verruga aparecem pequenos pontos que parecem pontos negros. As verrugas podem aparecer em qualquer parte do corpo, mas muito especialmente nos dedos, palma das mãos ou planta dos pés. São geralmente indolores, mas as que se situam nos pés podem causar desconforto ao andar. Mais raramente, uma verruga pode dar comichão, infecta ou sangrar. O vírus que causa as verrugas é da família dos papilomavírus (onde se insere o vírus que causa a infeção que degenera em cancro do colo do útero). O vírus pode ser transmitido de pessoa para pessoa, sobretudo se houver uma ferida ou arranhão. Há crianças que, no entanto, têm verrugas em dadas fases da vida, provavelmente associadas a stresse, baixas da imunidade temporárias ou após doenças debilitantes. Existem preparados para reduzir as verrugas e para matar o vírus. Se necessário, o dermatologista pode queimar as verrugas com laser ou através do frio (óxido nítrico). Ler Mais...
Como matar uma cabra | Para Pais.