Resultados para: "como abortar apertando a barriga"

Você está a ver criança , grávida e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa como abortar apertando a barriga. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, gemeos escondidos barriga, cesariana inflamada, cesaria inflamada, colo do utero dilatado fotos, pontos parto normal coçando.

Tive um parto longo e receio que a minha vagina tenha alargado. Voltarei ao normal?

Tente não se preocupar, embora de início possa notar alterações no seu corpo em resultado da gravidez e parto: lembre-se de que o corpo de uma mulher está preparado para dar à luz e para depois voltar ao normal. Para ajudar os músculos à volta da vagina a apertarem depois do parto, faça os exercícios para o pavimento pélvico que fez na gravidez. Para isso tem de identificar os músculos que precisa de exercitar apertando os músculos à volta da vagina e do ânus contraindo como se estivesse a travar a urina e gases ao mesmo tempo. Deverá praticar cinco ou seis vezes de cada vez, várias vezes ao dia. Se de início não conseguir manter os músculos apertados durante 5 segundos faça o que conseguir e continue a praticar. Também pode tentar contrações mais rápidas apertando e elevando os músculos do pavimento pélvico rapidamente e mantendo-as durante um segundo; depois relaxe um momento e repita. Ler Mais...

Quando devo pôr o meu bebé de barriga para baixo?

Mesmo um recém-nascido pode passar algum tempo de barriga para baixo quando estiver acordado para ajudar a fortalecer o pescoço e os ombros e para ajudar a controlar a cabeça. É importante que o seu bebé não passe o tempo todo deitado de costas, pois com o passar do tempo pode deformar a cabeça e "achatá-la" num dos lados. Quando for mais velho, deitá-lo de barriga ajudá-lo-á a aprender a gatinhar. Supervisione-o durante "o tempo de barriga para baixo" e esteja pronta para ajudar se ele se cansar ou ficar frustrado; irá gradualmente ficando mais forte. Contudo, nunca ponha o seu bebé de barriga para baixo para dormir, pois isso pode aumentar o risco de morte súbita. Ler Mais...

A minha barriga é descida portanto deve ser um rapaz?

Isso não é provável! Diz-se que se a barriga é baixa vai ter um rapaz, e se é alta, então vai ter uma menina. A verdade é que a forma da sua barriga provavelmente é determinada pelo músculo e tonicidade uterinos assim como pela posição do seu bebé. Há imensos mitos menina - menino: se tiver as mãos macias vai ter uma rapariga, se tiver as mãos ásperas será um rapaz; se o futuro pai andar nervoso é uma menina, se andar relaxado é um rapaz; se a mãe pegar na chávena de café com as duas mãos é uma menina se pegar pela asa é um rapaz; se tiver o umbigo muito sensível é uma menina, se tiver os pés frios é rapaz... a lista não tem fim! Ler Mais...

Conselho sobre cinto de seguraa

Coloquem bem o cinto de seguraa, apertando-o de modo a ficar um espaço de apenas uma mão travessa entre a criaa e o cinto. Nunca deixem o cinto passar por baixo do ombro ou, peio contrário, pelo pescoço. Às vezes as criaas tendem a passar o braço por cima do cinto, transformando este apoio de 3 pontos num de 2. É errado. Da mesma forma, se o cinto não passar pela caixa torácica, pode estrangular a criaa, em caso de travagem ou colisão. Ler Mais...

A minha mãe teve dois abortos – isso significa que eu tenho mais hipóteses de abortar?

Pergunte à sua mãe se lhe foi dada alguma explicação para os seus abortos. Se, por exemplo, ela sabe que foram devidos a anomalias cromossómicas, tal como a anemia falciforme, ou se foi um problema médico, tal como uma doença de coração, então há uma possibilidade de que o problema ser hereditário e o risco de aborto também poderá ser o mesmo para si. Contudo, é muito provável que os abortos da sua mãe tenham sido devido a ocorrências infelizes para as quais não foi encontrada qualquer razão. Se for este o caso, então não corre maior risco de aborto do que qualquer outra mulher da sua idade. No entanto, se engravidar, será aconselhável mencionar a história da gravidez da sua mãe na sua primeiro consulta pré-natal, pois o historial médico da sua família é uma parte importante das anotações médicas durante a gravidez. Ler Mais...

Massagem

Não é por deixar de ser bebé que a criaa deixa de precisar do contacto «pele com pele». É preciso dizer aos nossos filhos que os abraços não são feitos apenas para recompensar atos bons ou para descarregar saudades -são atos de amor e devem acontecer «sempre que uma pessoa quiser». Por isso, em qualquer idade, mas nesta, do 1 aos 5, em que as criaas se sentem tantas vezes ansiosas com medo do abandono (especialmente depois dos 2), é importante que tenhamos tempo para continuar a fazer-lhes uma massagem, seja depois do banho, seja à hora de deitar. Uma massagem bem-feita é bidirecional. Dá prazer e acalma quem é massajado, mas também quem faz a massagem. E um momento de uma enorme troca de energia e de equilíbrio. Não tenhamos, pois, receio de acarinhar, tocar e dar beijinhos e massagens aos nossos filhos. Eles gostam. Nós gostamos. Porque não, então? A massagem deve ser feita com um óleo ou creme corporal e: • As mãos devem estar sempre molhadas, para que não faça demasiada fricção, o que poderia causar alguma lesão na pele; • Se a criaa tem frio, vão fazendo a massagem por partes, de modo a que nunca esteja despida; • Com a criaa deitada de costas, massajem lentamente a parte da frente do corpo, falando com ela. Se quiserem pôr uma música calma, ambiente (de preferência clássica - Bach ou qualquer música barroca, Mozart. ou um jazz calmo) - irão ver o vosso filho distender e ficarão os pais, também, encantados; • Massajem a cabeça, o pescoço, os ombros e os braços, descendo ao longo deles, apertando devagarinho, suavemente, e depois o peito e a barriga, seguindo as curvas das costelas. A barriga deverá ser massajada em movimentos circulares a começar no umbigo e em espiral, no sentido dos ponteiros do relógio; • Finalmente desçam pelas coxas aaos pés, que deverão ser massajados na parte da frente e nos lados e planta do pé. Se virem que, a qualquer instante, a criaa mostra desagrado, pode ser que tenha tido alguma dor (e deverão consolá-la e eventualmente fazer a massagem mais suavemente), ou pode ser que esteja cansada ou com fome. De qualquer maneira, seja por que razão for, significa que, nesse dia ou nesse momento, é melhor parar. Ler Mais...
Como abortar apertando a barriga | Para Pais.