Resultados para: "coisas que ajudam o dilatamento"

Você está a ver bebé , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa coisas que ajudam o dilatamento. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, gemeos escondidos barriga, cesaria inflamada, cesariana inflamada, colo do utero dilatado fotos, bucentinha infantil.

Ato quatro – as visitas

Além do que escrevi n'O Grande Livro do Bebé, em como as visitas sociais são indesejáveis e contraproducentes, exceção feita às «fadas madrinhas» que ajudam discretamente, sem se dar por elas, vale a pena referir que um ambiente de grande agitação vai provocar insegurança na criança, dado que é difícil alguém consciencializar-se de que as coisas pouco se alteraram quando a confusão é reinante e as conversas díspares e, sobretudo, centradas no irmão. Ler Mais...

As aulas de relaxamento e de parto ajudam?

As técnicas de relaxamento e respiração ensinadas nas aulas de parto pré-natais são muito úteis quando utilizadas em conjunto e na altura certa do trabalho de parto. Isso, combinado com o trabalho com o seu companheiro e a sua parteira pode ajudar a tomar a dor mais suportável e assim a experiência do parto mais agradável. Vale a pena fazer notar que as pessoas têm diferentes limiares de dor e as técnicas de relaxamento e respiração só por si podem não ser suficientes para a ajudar a lidar com a dor no trabalho de parto, em especial com o avançar do trabalho de parto. Praticar as técnicas de respiração e relaxamento antes de o trabalho de parto começar aumenta os benefícios, portanto as aulas ajudam. Ler Mais...

Frutas e legumes

Deve comer pelo menos cinco porções de fruta e legumes por dia, em especial legumes de folhas verdes, ricos em ferro. Estes fornecem vitaminas essenciais e minerais e fibras, que ajudam a digestão e previnem a prisão de ventre. O ideal é comê-los pouco cozidos ou crus. Os congelados, os enlatados e os frutos e legumes secos são boas opções. Ler Mais...

E as amas…

As amas são uma solução cada vez mais frequente. Existem vários tipos de amas e é difícil dizer se colocar uma criança numa ama é bom ou é mau. Tudo depende. E tudo depende de vários fatores: espaço da casa, limpeza, segurança, riscos, número de crianças e respectivas idades, pessoas que ajudam, características da ama e motivações (faz o que faz por dinheiro ou por gostar de crianças, tem ou não paciência para os aspectos mais maçadores de tomar conta de uma criança, etc). Existem amas queo verdadeiras mães, existem outras queo de fugir a sete pés. A colocação em amas deverá obedecer a várias regras, e será bom que a ama esteja registada na segurança social pois isso implica um número limitado de crianças e respeito pelas referidas regras, queo da higiene aos espaços, presença de animais, etc. além de que algumas redes de amas fazem cursos e actualizações sobre puericultura que embora não sejam uma garantia em muito ajudam à credibilidade das amas. Um estudo efetuado em Portugal, no qual participei, mostrou que era indiferente a frequência de ama ou de infantário na socialização e bem-estar da criança, dependendo o sucesso ou insucesso da qualidade do serviço prestado. Se a ama é competente e afetuosa o bebé fica bem entregue. Cabe aos pais fazerem essa vigilância (aliás, como em relação às outras instituições e hipóteses) sem pensarem que têm o problema resolvido para sempre mal entregam a criança. Ler Mais...

Quando é preciso usar óculos

Nos casos em que um bebé precisa de usar óculos, geralmente a habituação é feita com tranquilidade, até porque o próprio bebé se sente melhor com eles, dado que vê melhor. De qualquer modo, há sistemas que ajudam a manter os óculos na cabeça da criança, embora seja frequente irem parar ao chão, arrancados por exemplo por um irmão ou pelo próprio, e estragando-se com alguma frequência. É fundamental, periodicamente, ajustar os óculos na óptica onde foram comprados, pois se foram sujeitos a tratos de pole, podem ficar mal centrados, e isso é suficiente para o bebé não os querer usar porque desvirtuam a imagem.

ong>Curiosidadeong>

Muitos pais perguntam qual vai ser a cor dos olhos dos seus filhos. A questão à nascença está pouco definida. Temos um tom azulado que permanece durante o aleitamento, que ainda pode baralhar mais as coisas. Mas, habitualmente, aos 6-9 meses já se pode fazer uma previsão quase certa (em alguns casos é logo à nascença, quando os olhos são castanhos escuros ou são azuis quase transparentes). Ler Mais...

Sou muito pequena e tenho pés pequenos – isso será um problema quando der à luz?

No passado, os médicos costumavam medir os pés das mulheres grávidas para avaliar as possibilidades de necessitarem de uma cesariana, pois pensava-se que pés pequenos indicavam uma pélvis estreita. Embora haja alguma verdade no facto de que pés pequenos em geral indicam que uma mulher tem uma constituição óssea pequena e assim também uma pélvis pequena, também as mulheres pequenas têm tendência a desenvolver bebés mais pequenos em proporção com o tamanho da pélvis. Uma verdadeira desproporção céfalo-pélvica (DCP), em que a cabeça do bebé é demasiado grande para passar na pélvis e nascer através da vagina, é relativamente rara. Durante o trabalho de partooutros factores que ajudam o seu bebé a nascer. A pélvis não é uma estrutura fixa e as hormonas ajudam a amaciar os ligamentos que ligam os ossos pélvicos, para ajudar a pélvis a alargar e a acomodar o bebé. Também a cabeça do seu bebé está preparada para se moldar. O crânio é formado por ossos separados que se podem sobrepor ligeiramente a fim de reduzir o tamanho da cabeça quando esta passa através da pélvis, durante o trabalho de parto. Esta é uma parte normal do processo de pano. As posições no trabalho de parto também afectam o tamanho da pélvis. Por exemplo, agachar-se pode aumentar as medidas internas da pélvis em cerca de 30 %. Sentar-se ou deitar-se de costas pode reduzir essas medidas, restringindo o movimento natural de recuo do cóccix durante o parto. Ler Mais...
Coisas que ajudam o dilatamento | Para Pais.