Resultados para: "cogumelos nas fezes sintomas"

Você está a ver alimentação , grávida e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa cogumelos nas fezes sintomas. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, ver parto normal ver tudo, cesaria inflamada por dentro, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Cogumelos, ervas de cheiro

Os cogumelos não têm praticamente qualquer valor nutritivo, mas podem servir – caso a criança goste - de adorno. No entanto, nunca se devem comer cogumelos apanhados no campo. É demasiado arriscado e os verdadeiros conhecedores não são muitos. As ervas de cheiro podem ser dadas em todo este grupo etário, tendo em consideração que têm cheiro e sabor acentuado o que pode provocar rejeição por algumas crianças. Ler Mais...

Cogumelos venenosos

Os cogumelos venenosos, de que é um maior exemplo o Amanita phalloides, podem matar. Isto é a primeira verdade que as pessoas têm de conhecer. Matam, matam mesmo! Geralmente há quatro (ases na intoxicação por cogumelos: uma fase latente; outra com sintomas gastrintestinais (sobretudo diarreia), que começa nas primeiras 24 horas após a ingestão; uma terceira que dura um a dois dias e em que parece que tudo já passou e. finalmente, um verdadeiro ataque ao fígado. com a sua destruição e consequente insuficiência funcional, associada a lesão renal. Podem aparecer sinais de lesão neuromuscular, como fraqueza e paralisias. Se não se morrer, a cura virá em cerca de duas semanas. A quantidade capaz de causar tamanhas lesões é mínima. Por isso é um perfeito disparate colher cogumelos e comê-los sem se ser um conhecedor. Não é «armar-se» em conhecedor é sê-lo mesmo. E quanto às crianças, devem ser ensinadas a respeitar esses pequenos fungos, engraçados na consistência e no aspeto, que vêem tantas vezes no prato, nas pizzas e na culinária, mas que nada têm a ver com os que, de forma natural e «selvagem», irrompem entre as ervas na Primavera. Ler Mais...

Hepatite A

A hepatite A é uma doença causada por um vírus, pertencente a um grupo de vírus chamado enterovírus, ou seja, vírus que se eliminam predominantemente nas fezes. De facto, o vírus aparece nas fezes desde os primeiros dias da doença até cerca de 15 dias após o início dos sintomas. O período mais infecioso corresponde aos dias imediatamente antes do aparecimento dos sinais e sintomas, ou seja, quando ainda não se suspeita de nada ou quando, pelo menos, os sintomas ainda são muito incaracterísticos. A maior parte dos casos ocorre esporadicamente, passando de pessoa para pessoa. A hepatite A transmite-se fundamentalmente pelas fezes e contaminação oral. Quando aparecem surtos epidémicos, a origem está geralmente na água ou em alimentos contaminados, como pode acontecer em creches e jardins-de-infância. Ao contrário da hepatite B, o vírus da hepatite A permanece no sangue durante muito pouco tempo, pelo que a transmissão através de transfusões praticamente não existe. O mesmo se diz em relação à transmissão sexual. O vírus da hepatite A não se transmite pela saliva, pela urina ou durante o parto. Até há uns anos, quase todas as pessoas, ao entrarem na idade adulta, tinham anticorpos contra o vírus da hepatite A, o que significava que já tinham tido contacto com o vírus embora, na maior parte dos casos, esse contacto não se traduzisse verdadeiramente por doença, ou apenas produzisse alguns sinais e sintomas inespecíficos - que se confundiram com gripes, constipações ou indisposições - é natural que os leitores não se lembrem de alguma vez ter tido hepatite, pelo menos com todos os sinais e sintomas típicos. Ler Mais...

Ouvi dizer que os bebés alimentados a biberão têm um cocó com mais cheiro – é verdade?

Os intestinos dos bebés alimentados a biberão podem funcionar uma vez por dia ou só uma vez de três em três dias. Ambos são normais. As fezes de um bebé alimentado a biberão são castanho-claras, com cheiro, e mais duras do que as dos bebés amamentados. Alguns leites de farmácia dão às fezes uma cor esverdeada. Julga-se que é a gordura não absorvida que causa o cheiro desagradável das fezes nos bebés alimentados a leite de farmácia. O leite materno é mais bem absorvido, o que significa que as fezes, em geral, têm menos odor. Ler Mais...

Sinais e sintomas

A hepatite A é uma doença autolimitada, ou seja, cura espontaneamente e nunca evolui para a cronicidade. O período de incubação, que medeia entre o contacto com a pessoa ou com a fonte de infeção e o aparecimento dos sintomas, varia entre duas e quatro semanas. Como o contágio se faz numa fase anterior ao aparecimento de sintomas, é muitas vezes difícil conhecer com exatidão quem infecto quem. Clinicamente a hepatite A típica (em muitos dos casos, nas crianças, não há nada) revela-se por um período inicial semelhante a uma gripe, com alguns sintomas gastrointestinais - náuseas, vómitos, diarreia, dores abdominais -, cansaço, falta de apetite. Estes sintomas inespecíficos são geralmente uma fonte de preocupação para os pais. Numa segunda fase aparecem os sintomas e sinais que todos conhecem como «sintomas de hepatite» - icterícia (pele e olhos amarelos), urina cor de «vinho do Porto» e fezes claras (cor de «massa de vidraceiro»). Em geral, ao 3.°-5.° dia da icterícia, o estado geral da criança começa a melhora muito e ela recupera o apetite, ficando por vezes com um verdadeiro «apetite de leão». Os pais ficam mais aliviados, sobretudo porque a maioria das crianças emagrece na fase anterior a esta. Ler Mais...

Causas orgânicas

Há doenças que podem causar retenção fecal - como os chamados «megacolons», em que, como o nome indica, o intestino grosso é muito grande, albergando uma grande quantidade de fezes que faz a criança defecar só muito de vez em quando. Outras situações podem ser as fístulas e fissuras anais, que sangram e doem com a passagem das fezes, mesmo não se tratando de conteúdo muito duro. Geralmente são visíveis pelo médico e podem passar com a aplicação de uma pomada apropriada. Qualquer outra situação que se prolongue, se acompanhe de outros sinais ou sintomas (dores abdominais, emagrecimento, perda de apetite, variações do humor) deverá sempre ser analisada pelo médico-assistente. Para melhorar esta situação recomendo uma dieta equilibrada, sem arroz, cenoura, banana ou leite. Ler Mais...
Cogumelos nas fezes sintomas | Para Pais.