Resultados para: "coceira prejudica o bebe dentro da barriga"

Você está a ver gravidez , criança e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa coceira prejudica o bebe dentro da barriga. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Quando devo pôr o meu bebé de barriga para baixo?

Mesmo um recém-nascido pode passar algum tempo de barriga para baixo quando estiver acordado para ajudar a fortalecer o pescoço e os ombros e para ajudar a controlar a cabeça. É importante que o seu bebé não passe o tempo todo deitado de costas, pois com o passar do tempo pode deformar a cabeça e "achatá-la" num dos lados. Quando for mais velho, deitá-lo de barriga ajudá-lo-á a aprender a gatinhar. Supervisione-o durante "o tempo de barriga para baixo" e esteja pronta para ajudar se ele se cansar ou ficar frustrado; irá gradualmente ficando mais forte. Contudo, nunca ponha o seu bebé de barriga para baixo para dormir, pois isso pode aumentar o risco de morte súbita. Ler Mais...

Gostaria de comunicar e de criar laços com o meu bebé antes do nascimento. Há alguma coisa que eu possa fazer?

Com o progredir da sua gravidez, há muitas formas de se concentrar no seu bebé e de comunicar com ele e essas ocasiões são uma oportunidade para relaxar e também para tirar uma folga. * Relaxe num banho morno e concentre-se em sentir os movimentos do seu bebé, imaginando o que ele estará a fazer dentro de si. * Fale com o seu bebé. O seu bebé pode detectar sons fora do útero por volta do segundo trimestre e o mais provável é prestar atenção à sua voz. Pode ir comentando as suas actividades ou mesmo ler para o seu bebé. O seu companheiro também pode conversar com o bebé. * Esfregue ou massaje a barriga. Irá descobrir que o seu bebé responde com pontapés; é quase como estar a ter uma conversa! * Passe algum tempo a fazer planos para a chegada do bebé, por exemplo, escolhendo as cores para o quarto do bebé ou mesmo comprando alguns fatinhos. * Inscreva-se com o seu companheiro em aulas de preparação para o parto. Isso dará a ambos a oportunidade de pensar no trabalho de parto, no parto e no vosso bebé. * Consulte um livro de nomes de bebés e faça uma lista daqueles de que você e o seu companheiro gostam. * Alguns casais gostam de tirar fotografias com regularidade da barriga em crescimento. Ler Mais...

Impétigo

O impétigo é uma infeção da pele, generalizada, provocada por bactérias (estafilococo ou estreptococo), em que aparecem furúnculos repetidos. É típico da criança entre os 2 e os 5 anos. Não é uma doença grave, mas dá comichão e as lesões de coceira podem torná-la crónica, com cicatrizes na pele. Geralmente começa por uma mancha, depois pápula, bolha e esta esfarela, começando a surgir outras. Dentro da bolha está pus. As pernas e a cara são as partes mais atingidas. Há um aumento dos gânglios locais. O impétigo é muito contagioso, na própria criança, mas também para outras. O tratamento assenta em desinfeção local, pomadas com antibióticos e, frequentemente, antibiótico que cubra as duas bactérias mais prováveis. Se não passar com as medidas supra, há que fazer uma análise bacteriológica para determinar qual a bactéria presente e que tipo de resistências antibióticas tem. Ler Mais...

A minha barriga é descida portanto deve ser um rapaz?

Issoo é provável! Diz-se que se a barriga é baixa vai ter um rapaz, e se é alta, então vai ter uma menina. A verdade é que a forma da sua barriga provavelmente é determinada pelo músculo e tonicidade uterinos assim como pela posição do seu bebé. Há imensos mitos menina - menino: se tiver as mãos macias vai ter uma rapariga, se tiver as mãos ásperas será um rapaz; se o futuro pai andar nervoso é uma menina, se andar relaxado é um rapaz; se a mãe pegar na chávena de café com as duas mãos é uma menina se pegar pela asa é um rapaz; se tiver o umbigo muito sensível é uma menina, se tiver os pés frios é rapaz... a lista não tem fim! Ler Mais...

Conselho sobre irmãos

A imitaçãoo desenvolve a capacidade de humanização. Imitar é próprio dos símios. «Olha como a Ana se porta bem, e tu, afinal...» - esta é uma forma muito usada, mas muito contraproducente, até porque estimula na criança vários sentimentos que não a ajudam em nada: de raiva e inimizade pelos outros que servem de termo de comparação; de infelicidade, porque fica a pensar que os pais, afinal, gostavam era de ter a Ana como filha. Quando anunciar? As notícias importantes, sejam boas ou más, devem ser dadas pelos pais. Se queremos que os nossos filhos nos considerem as pessoas mais verdadeiras e de maior segurança, não podemos deixar que sejam outros a comunicar as grandes alegrias ou tristezas da família. Seja a morte de alguém, seja o nascimento de um irmão. No entanto, como abordarei a seguir (e dentro do grupo etário de que trata este livro), nove meses são muitos meses para o entendimento de uma criança, e a fantasia em que vive pode, no caso de grande insistência no tema, gerar ansiedade ou pelo contrário, falsa segurança, aumentando o choque e os efeitos colaterais. Para cada pergunta deverá haver uma resposta verdadeira, mas apenas com os elementos mais tranquilos e leves da verdade. Antecipar grandes coisas é proporcionar à criança um espaço demasiadamente grande para a fantasia. Quando dizemos que «depois vai brincar com o maninho» a criança pensará que é logo mal nasça, e ficará desiludida. Deve criar-se uma ligação com o bebé, claro, ainda dentro da barriga da mãe, uma ligação afetiva e em que o tato tem muita força. O resto, o próprio bebé, dentro da barriga, se encarregará de fazer, transmitindo através da «comunicação invisível» algumas «trocas de ideias» com o irmão. Ler Mais...

Conselho sobre a autonomia

A hiperprotecção - uma tentação terrível para os pais - leva a mal-estar nas crianças, e prejudica o processo de autonomia, fazendo-os ficar desfasados do ambiente. O papel dos pais tem de ser abolir o perigo, controlar o risco, ensinar regras, avisar de potenciais armadilhas e favorecer oportunidades para comportamentos adequados, consequentes, estimulando o pensamento a médio prazo, mas mantendo o prazer de estar vivo e o gozo de experimentar novas situações. Ler Mais...
Coceira prejudica o bebe dentro da barriga | Para Pais.