Resultados para: "chupeta com buraco para os dedos"

Você está a ver bebé , criança e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa chupeta com buraco para os dedos. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, cesaria inflamada, gemeos escondidos barriga, colo do utero dilatado fotos, cesariana inflamada, pontos parto normal coçando.

E se optar por chupeta? Qual escolher?

• escolha uma chupeta de peça única, para que não corra o risco de se partir e de o bebé aspirar uma parte; • assegure-se que a chupeta pode ser lavada na máquina de lavar e que se limpa facilmente; • veja se tem buracos de ventilação; • escolha o tamanho adequado à idade e ao bebé em causa; • evite que a parte circular (escudo) seja demasiadamente larga, pois pode obstruir as narinas do bebé quando este chucha com intensidade; • se está e quer continuar a amamentar, escolha de preferência uma chupeta das que são mais parecidas com a forma do mamilo; • as chupetas de látex são mais moles e mais flexíveis, o que parece melhor para um recém-nascido, mas as de silicone são mais duráveis e correm menos o risco de se degradar. Também são melhor laváveis; • cuidado com os cordões e correntes que prendem a chupeta podem envolver-se à volta do pescoço do bebé e magoá-lo à questão «mas ela está sempre a cair ao chão», responde-se: «porque se calhar os bebés deveriam ser mais vigiados, ou então deveríamos deixá-los utilizar "os dedos que Deus lhes deu"»; • não caia na tentação de fazer chupetas caseiras, com tetinas de biberão e algodão o bebé pode sufocar com o algodão. Ler Mais...

Chupeta para os pais?!

Idealmente, as chupetas deveriam ter em conta o interesse e o bem-estar dos bebés e não as conveniências dos pais. Se calhar quem deveria até ter uma chupeta eram os pais! Um ponto é, todavia, importante: se um bebé chora porque lhe falta alguma coisa é errado tentar adiar ou colmatar a resolução do problema através da chupeta. Só servirá para fazer do bebé uma pessoa frustrada e derrotista. As chupetas destinam-se aos períodos em que o bebé tem necessidade de chuchar e não para servir como «rolha» para abafar o barulho do choro. Portanto, quando o bebé está bem, calmo e tranquilo, não se deve dar chupeta ou, se ele a tiver na boca, dever-se-á retirá-la. A chupeta deve ser, realmente, o último recurso. Alguns estudos têm recentemente mostrado que o uso de chupeta pode reduzir a incidência de síndroma da morte súbita do lactente. Embora esta medida não se compare, em eficácia, ao deitar o bebé de costas, alguns pediatras afirmam que a chupeta ainda pode ter um efeito adicional, durante os primeiros meses de vida. A questão está em conseguir desmamar a criança da chupeta, depois desse período crítico. Não se deve, pois, abusar da chupeta nem querer dela o que ela não pode dar. Nada disto é, contudo, dramático, nem se deve fazer um «bicho de sete cabeças» com coisas destas. Apenas se exige bom senso, instinto e não ceder demasiado a facilitismos, e sobretudo não cair em fundamentalismos de qualquer espécie. A vida é demasiadamente curta para nos consumirmos em batalhas estéreis e inúteis, e o tempo que temos para viver com os nossos filhos e gozar da sua presença é também demasiadamente escasso para não o aproveitarmos ao máximo, de maneira positiva. Ler Mais...

Algumas regras para o uso da chupeta

Caso os pais optem por dar uma chupeta: - Deverão colocá-la apenas quando o bebé vai dormir, e não depois de adormecer ou quando estiver acordado. - Se o bebé a recusar não deverá haver demasiadas insistências. Nos bebés amamentados ao peito, esta prática deverá iniciar-se apenas depois do primeiro mês de vida. - As chupetas devem ser limpas e substituídas regularmente. Para evitar desenvolvimento de fungos, recomenda-se que se ponha a chupeta numa solução que tenha metade de água, metade de vinagre, durante cerca de dez minutos, todos os dias, deixando depois secar bem ao ar antes de dar ao bebé. Uma coisa que não deverá ser feita (e que se vê com alguma frequência, por exemplo quando a chupeta cai ao chão) é «lavá-la» na boca da mãe - muitas mães fazem isso: primeiro passam-na na sua própria boca e depois introduzem na boca do bebé. Esta prática não tem qualquer vantagem e só serve para transmitir micróbios da mãe para o filho. - Nunca se deve, igualmente, colocar açúcar, mel ou outras substâncias doces na chupeta, porque causará, com elevada probabilidade, cárie dentária nos futuros dentes. - Há que estar atento a sinais de deterioração da chupeta, pois se se quebrar ou fragmentar pode causar asfixia. Há chupetas no mercado que têm menos probabilidade de ocorrer esta deterioração. Também há que escolher uma chupeta que tenha orifício para a entrada de ar, no caso (mesmo raro) de o bebé poder engolir a chupeta ou aspirá-la. - Algumas crianças gostam de várias chupetas e, identificando-se com ela através do tacto e do olfacto, rejeitam outras. Convém por isso ter duas ou três e ir alternando, para o caso de se perder uma. Por vezes afeiçoam-se tanto à sua chupeta que a querem, mesmo que gasta mas cuidado que pode ser perigoso, se houver o risco de se fragmentar. Ler Mais...

A minha parteira diz que o nosso bebé fica consolado se chuchar. Estou relutante em dar-lhe uma chupeta. Devo fazê-lo?

Se um bebé agarrou bem no peito e tem sugado e engolido bem durante mamadas longas e depois continua ao peito a dar pequenas chupadelas sem engolir, é porque está a consolado a chuchar. Muitos bebés gostam de chuchar, não só os que são amamentados. Se o seu bebé adormecer, poderá tirá-lo do peito com cuidado ou, se você estiver confortável, deixe-o ficar. O seu bebé pode gostar de chuchar por várias razões. Pode estar a estimular o seio para aumentar a sua produção de leite, pode estar a aglomerar uma mamada e está a passar pelo sono antes da mamada seguinte, ou pode querer estar aconchegado junto a si. Julga-se que o chuchar regulariza os batimentos cardíacos do bebé, relaxa o estômago e ajuda-o a acalmar. Dar-lhe uma chupeta é uma escolha sua. Alguns pais julgam que é a melhor forma de pôr um bebé a dormir, de dia ou de noite; outros pensam que só deverá ser usada à noite, e alguns pensam que não deverá ser usada nunca. A Foundation for Sudden Infant Death (FSD) sugeriu em 2007 que a utilização da chupeta pode reduzir o risco de morte súbita, mas que os bebés amamentados não deveriam usar uma antes de terem mais de um mês e o amamentar estar regularizado. Este conselho baseia-se em estudos que sugerem uma menor incidência de morte súbita em bebés que usam chupeta. Ler Mais...

Cremes

Criança na praia igual a creme de fator elevado, de preferência igual ou superior a 40. Quanto mais clara e sardenta a pele e mais ruivos os cabelos, maior deve ser o fator. Escolham um creme à prova de água (porque as crianças estão sempre a entrar e a sair) e besuntem-nos antes da chegada, repetindo o processo. O buraco do ozono não é uma invenção de alguns «malucos». Ler Mais...
Chupeta com buraco para os dedos | Para Pais.