Resultados para: "cesaria aberta por dentro"

Você está a ver alimentação , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa cesaria aberta por dentro. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, ver parto normal ver tudo, parto normal visto de frente, grávidas parindo parto normal, cesariana inflamada, gemeos escondidos barriga.

Nunca sacudam um bebé!

Se, por um lado, os bebés são seres extraordinariamente resistentes, por outro são também muito frágeis, mesmo que pareça um paradoxo estas duas coisas tão contrárias na mesma pessoa. Mas afinal, não somos nós todos assim? E se isso acontece com os bebés, também acontece aos pais e ser pai pela primeira ou segunda vez, sem experiência anterior de filhos, com escasso passado de irmãos, primos e sobrinhos, e com a pressão do trabalho, do dia-a-dia e de tudo o que nos cai em cima, pode fazer com que a nossa paciência e a nossa resistência acabem por ser pequenas. E se, àquelas «pequenas criaturas», lhes dá para chorar intensamente ou proporcionar várias noites sem «pregar olho», então os pais podem ficar nervosos e sacudir os bebés, no intuito de os fazer calar. Mesmo que não seja propriamente num contexto de maus-tratos. Só que tal atitude é extremamente perigosa, podendo levar à cegueira ou mesmo à morte. A cabeça dos bebés é maior e mais pesada, comparativamente ao resto do corpo, do que a de um adulto. Se não tiver apoio a cabeça descai, porque os músculos do pescoço são ainda frágeis e não conseguem sustentá-la por muito tempo. Abanar um bebé (ou pegar nos ombros e sacudi-lo) faz mover a cabeça para trás e para a frente, muito rapidamente e com uma força muito grande. Isso leva a que os vasos sanguíneos se possam romper e causar hemorragias dentro da cabeça do bebé, como se se tratasse de um acidente vascular cerebral dos idosos, podendo levar a cegueira, surdez, convulsões, futuras dificuldades de aprendizagem, outras lesões cerebrais e da espinal medula (causa de paralisias) ou até a morte. O mesmo acontece quando o cérebro, que ainda não está totalmente compartimentado dentro da cabeça (que tem a «moleirinha» aberta e está em crescimento), com a movimentação se desloca e bate contra a parede óssea do crânio (como a água dentro de um aquário), causando lesões de impacto muito semelhantes às que acontecem num desastre de automóvel. Outro tipo de acções, como brincadeiras em que se bate na cabeça ou aquele gesto tão comum (quando os pais voltam para casa ao fim do dia de trabalho e reencontram o bebé) de os atirar ao ar, podem causar lesões semelhantes. Deve-se brincar com um bebé, mas as brincadeiras têm que ser suaves e cuidadosas. Muitos pais não estão cientes disto e, designadamente, sacodem a criança quando estão irritados e a querem calar ou admoestar. Há outras maneiras e essa é muito perigosa. Nunca façam isso, nem a sério, nem a brincar. Ter ou cuidar de uma criança nem sempre é fácil e um mar de rosas. E mesmo as melhores rosas têm espinhos. Ler Mais...

Amamentar é uma luta. O que estamos a fazer errado?

Embora amamentar seja suposto ser um processo natural, para algumas mães e bebés pode ser um desafio. Há algumas diretrizes básicas para a ajudar a relaxar, a si e ao seu bebé, e para fazê-lo agarrar como deve ser. Primeiro, tente não forçar o mamilo para dentro da boca do bebé. Em vez disso, espere que o seu bebé se incline para o mamilo. Para isso acontecer, o seu bebé deverá estar voltado para si com a cabeça, os ombros e o corpo numa linha direita. O lábio inferior do bebé deverá estar por baixo do seu mamilo. Para acalmar o seu bebé deverá acariciar o lábio dele com o seu mamilo ou espremer umas gotas de leite para os lábios dele. Se o bebé quiser mamar, abrirá a boca para receber o mamilo. Se isso acontecer, encoste-o mais a si para que ele possa agarrar bem o mamilo e a aréola (a parte mais escura da pele à volta do mamilo). Logo que ele esteja na posição correta, você não deverá poder ver o seu mamilo, só uma pequena área da aréola. Também se deverá sentir confortável. Embora não deva levar o seu mamilo de encontro ao seu bebé, pode puxá-lo contra o seio para que a boca dele toque no mamilo e seja encorajado a abri-la. Evite inclinar-se para a frente, pois isso pode causar-lhe dores nas costas e pode forçar uma má técnica de amamentação. Há sinais de que o seu bebé está a agarrar corretamente. O lábio inferior deverá estar dobrado para trás, o queixo a tocar o seio, a boca bem aberta, a sua aréola deve ser mais visível acima do lábio superior do que por baixo do lábio inferior e o ritmo de sucção deve ser em sucções longas e profundas. Ler Mais...

Ensinar a não desperdiçar

A relação entre as coisas é fundamental. As crianças gostam de entender os ciclos da natureza e habituam-se a não desperdiçar As questões ecológicas que vão enfrentar são enormes, como já é previsível. A escassez e qualidade da água será uma delas. É funda- mental ensiná-las que a água respeita-se, não se desperdiça. E que serve para tantos fins que qualquer gota é importante. Uma criança pequena adorará histórias que a façam ver que, desde as células aos oceanos, a água está presente, passando pelos rios, fontes, lagos, torneiras e jarros. Ensinar a não deixar a torneira aberta quando não se está a usar, a servir-se da quantidade de que necessita, a não a sujar ou inquinar, faz parte da educação mais básica. E essa educação passa pela mesa e pelas conversas que um copo de água pode suscitar. Ler Mais...

O meu bebé deverá usar o gorro dentro de casa?

Um dos fatores que se sabe que pode aumentar o risco de morte súbita é o sobreaquecimento. Embora os bebés percam o excesso de calor pela cabeça, e seja importante cobrir-lhes a cabeça no exterior, se estiver frio ou vento, o gorro do bebé deverá ser retirado dentro de casa ou quando entrar num local aquecido, como um autocarro ou uma loja, mesmo que tenha de o acordar. Há algumas exceções. Se um bebé tiver nascido prematuro, se tiver um baixo peso à nascença, ou se tiver dificuldade em manter a sua temperatura, então poderá precisar de usar o gorro dentro de casa. Contudo, logo que estes bebés tenham um peso saudável, ou consigam manter a temperatura do corpo, isso já não se justifica. Ler Mais...

Estou com 25 semanas de gravidez e o meu bebé parece que “salta” quando ouve ruídos altos – isso é normal?

Os bebés prematuros reagem aos sons e os sons altos produzem-lhes um “reflexo de susto”, portanto isto é uma prova evidente de que os bebés dentro do útero, durante a gestação, também ouvem e reagem aos sons altos, possivelmente com movimentos repentinos. Como mencionado acima, estudos demonstraram que os bebés podem reagir a sons dentro do útero desde as nove semanas de gestação. Conforme o feto vai crescendo, a audição desenvolve-se com os bebés a responder a uma maior variedade de sons. Ler Mais...

A minha mãe teve varizes – será que também vou tê-las na gravidez?

Cerca de um terço das mulheres sofrem de alguma forma de varizes na gravidez. Isto ocorre porque o aumento da hormona progesterona faz com que as paredes das veias se tornem menos firmes; há também um aumento de pressão dentro das veias como resultado do aumento do útero que pressiona as veias da pélvis. Famílias com varizes no seu historial aumentam as possibilidades de as ter, mas há várias coisas que pode fazer para diminuir os riscos ou a gravidade das varizes. Se as varizes aparecerem durante a gravidez, em geral melhoram dentro de três meses depois do parto, embora infelizmente, em gravidezes subsequentes o mais certo seja voltarem. Ler Mais...
Cesaria aberta por dentro | Para Pais.