Resultados para: "bucentinha infantil"

Você está a ver bebé , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa bucentinha infantil. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, gemeos escondidos barriga, cesaria inflamada, cesariana inflamada, colo do utero dilatado fotos, bucentinha infantil.

Cancro

Quando falamos de cancro, estamos habituados a pensar em pessoas adultas ou em idosos. Nem sempre é assim. O cancro atinge também as crianças e os adolescentes, sendo uma das maiores causas de doença neste grupo etário. Mas a evolução da Medicina permite-nos encarar este drama com algum otimismo, sobretudo quando pensamos, não apenas na vida, mas principalmente na sua qualidade e no bem-estar das crianças e dos adolescentes que são portadores destas doenças. Como ser saudável sendo-se doente? O cancro ensina-nos que, em muitos casos, este paradoxo tem uma resolução possível. A expressão «cancro infantil» aplica-se, de maneira geral, a todas as doenças malignas nas crianças e adolescentes. Estas doenças constituem uma parcela significativa da mortalidade e do estado de doença crónica neste grupo etário, com elevada utilização dos serviços e necessidade de meios de diagnóstico e de tratamentos agressivos e dispendiosos, sem falar em todo o sofrimento e perturbação da qualidade de vida da criança e da família. O tipo mais frequente de cancro infantil e juvenil é o do sangue - leucemias e linfomas - seguindo-se os tumores cerebrais, bem como os tumores ósseos e linfoma de Hodgkin. Muitos dos casos de cancro de adultos tiveram provavelmente a sua origem no período infantil, só se manifestando mais tarde. Mas, felizmente, os avanços da Medicina permitem que cada vez mais crianças sobrevivam ao primeiro «embate» e vejam as suas vidas prolongadas, na maior parte dos casos com uma qualidade assinalável. Ler Mais...

Os espaços exteriores de recreio

Em meio urbano, a dificuldade em ter espaços suficientemente grandes para albergar as «explosões energéticas» das crianças neste grupo etário do 1 aos 5, e de arranjar ambientes onde possam trepar, subir, cair, balançar-se, correr e até brigar pelo mesmo espaço sem causar distúrbios, originou o aparecimento do parque infantil. E, cada vez mais, as crianças pensam em parques infantis como o espaço da brincadeira que lhes é vedada em casa. Para as crianças que vivem em meio urbano ou «urbanizado», o parque infantil representa cada vez mais o único espaço de jogo privilegiado e mais prevalente, porque os próprios jardins infantis são cada vez mais infantis do que jardins. O desafio é grande, a todos os níveis, mas um é ponto de honra: brincar em segurança e brincar com qualidade, mas como para brincar com qualidade, só é possível se houver segurança e vice-versa, vemos que está tudo interligado. Ler Mais...

Periodicidade da medição da estatura

A medição do comprimento faz parte dos exames de saúde. Contudo, atendendo aos erros técnicos frequentes e ao ritmo do crescimento do bebé, não é aconselhável uma medição demasiadamente frequente. Sugere-se que o bebé, se não houver nenhuma suspeita de algo que necessite de outro esquema, seja medido ao nascer, e depois apenas ao mês, 2, 4, 6, 9 e 12. Todas as medições deverão ser corretamente registadas no gráfico de percentis do Boletim de Saúde Infantil e Juvenil. Ler Mais...

Exames de saúde

A medição do comprimento faz parte dos exames de saúde. Contudo, atendendo aos erros técnicos frequentes e ao ritmo do crescimento do bebé, não é aconselhável uma medição demasiadamente frequente. Sugere-se que o bebé, se não houver nenhuma suspeita de algo que necessite de outro esquema, seja medido ao nascer, e depois apenas ao mês, 2, 4, 6, 9 e 12. Todas as medições deverão ser corretamente registadas no gráfico de percentis do Boletim de Saúde Infantil e Juvenil. Ler Mais...

Segurança a brincar não é brincadeira…

A Convenção dos Direitos da Criança reconhece que as crianças têm por um lado o direito de crescer e de se desenvolver normalmente, sem limitações desnecessárias, e simultaneamente o direito à protecção. A sociedade portuguesa tem igualmente um grande papel a desempenhar e não pode atirar esta responsabilidade apenas para os ombros do Estado; pelo contrário, terá de assumir de forma global a protecção da sua população infantil e juvenil. Os pais fazem parte da sociedade, e como garantes dos intresses dos filhos deverão esforçar-se por intervir sempre que detetarem alguma situação de perigo. Ler Mais...
Bucentinha infantil | Para Pais.