Resultados para: "berbigao faz mal a gravidas"

Você está a ver criança , bebé e / ou outros itens relacionados com a sua pesquisa berbigao faz mal a gravidas. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez. mulheres parindo dentro do hospital, cesaria inflamada por dentro, gemeos escondidos barriga, cesaria inflamada, cesariana inflamada, colo do utero dilatado fotos, pontos parto normal coçando.

Quais são os sintomas?

Há vários graus de pré-eclampsia, desde uma pequena subida da sua tensão arterial para o fim da gravidez e um pequeno aumento de proteína detectado na sua urina (o que afecta cerca de 1 em cada 10 mulheres grávidas), até uma grande subida da tensão arterial e uma grande quantidade de proteína encontrada na urina (afectando 1 em cada 50 mulheres grávidas). A sua tensão arterial e a sua urina serão analisadas (e será medido o tamanho do bebé) nas consultas pré-natais para procurar sinais de pré-eclampsia e deverá contactar a sua parteira ou o seu médico de imediato se experimentar qualquer destes sintomas. Ler Mais...

Adoro marisco e como com regularidade. Posso continuar a comê-lo durante a gravidez?

Comer marisco cru ou pouco cozido é um risco e deve ser evitado, pois pode conter vírus e bactérias prejudiciais. As ostras cruas podem trazer um vírus chamado Norovirus, o qual causa náuseas, dores abdominais e diarreia, e o marisco cru ou mal cozido pode conter hepatite A, um vírus que afecta o fígado. Contudo, comer camarões, lagosta, ostras, amêijoas, berbigão, vieiras ou caranguejo bem cozinhados, é hoje em dia considerado seguro, pois a temperatura mata qualquer bactéria ou vírus. Nutricionalmente, o marisco cozinhado é benéfico, pois é baixo em gordura, alto em proteínas e rico em minerais. Um camarão ou uma lagosta bem cozinhados ficam vermelhos e com a carne opaca, branca e firme. As amêijoas, os mexilhões e as ostras abrem as conchas quando bem cozinhados - deite fora algum que não abra. Assegure-se de que compra marisco de confiaa. Ler Mais...

Apareceram-me manchas escuras na cara. O que pode ser?

As manchas escuras na cara chamam-se cloasma ou “pano” e afectam cerca de metade das mulheres grávidas. Quase todas as mulheres grávidas notam alguma alteração na cor da pele, podendo em geral escurecer a partir das 12 semanas. Isso é devido a um aumento das hormonas que estimulam a pigmentação da pele, afectando mais as mulheres de pele mais escura. Este escurecimento pode ser mais aparente em certas zonas, como os mamilos, o períneo (a pele entre a vagina e o ânus), e o umbigo ou áreas sujeitas a fricção como o interior das coxas e as axilas. Pode reduzir ou prevenir as manchas escuras na cara minimizando a sua exposição ao sol e utilizando protectores solares de factor elevado. Ler Mais...

Não consigo olhar para o espelho pois sinto-me deprimida com o meu tamanho. As coisas irão melhorar?

Não está sozinha na batalha com a sua imagem na gravidez. Para muitas mulheres, a alteração das formas do seu corpo pode criar sentimentos muito negativos. Fazer uma dieta saudável e algum exercício ajuda a limitar ao mínimo o aumento de peso e o exercício ajuda a elevar a sua moral e a melhorar a sua sensação de bem-estar. Não há uma reacção emocional padrão para a gravidez, mas além de ter de aceitar a alteração momentânea da sua vida e do seu corpo, também está sob a influência de hormonas flutuantes, as quais afectam o seu humor e ajudam a ter sentimentos negativos. Uma depressão média na gravidez é muitas vezes ultrapassada com a confiaa e apoio do seu companheiro, família ou amigos. Falar dos seus receio ou problemas com o seu companheiro, ou com outras grávidas nas aulas pré-natais, pode ajudar a aliviar a ansiedade - vai descobrir que as outras grávidas estão a passar pelas mesmas sensações. Se a sua depressão for muito grave e se se sentir desesperada, consulte a sua parteira ou o seu médico pós reconhece-se agora que a depressão pré-natal tem efeitos nos resultados da gravidez e do parto, e há estudos que mostram a possibilidade de uma ligação entre a medicação para tratar depressão na gravidez e o pouco peso à nascença e o aumento de risco de parto pré-termo. O seu médico ou parteira podem enviá-la a um especialista e em algumas áreas existem encontros de mulheres grávidas que sofrem de depressão pré-natal. Ler Mais...

Qual o melhor tipo de exercício durante o terceiro trimestre?

A natação é uma forma excelente de exercício e pode ser mantida com seguraa ao longo da gravidez. Melhora a circulação, fortifica os músculos, dá resistência e é a preferida na gravidez avaada pois fá-la sentir-se quase sem peso. Muitas mulheres acham que as aulas de aquanatal são um prazer - fazer exercício dentro de água é suave para as articulações e ajuda a reduzir o inchaço das pernas, muito comum no fim da gravidez. As aulas de aquanatal podem ser dadas por uma parteira ou por um professor treinado para ensinar mulheres grávidas. Caminhar é uma boa forma de exercício para a gravidez mais avaada pois mantém-na em forma sem prejudicar os seus joelhos ou tornozelos. Leve alguma água para beber para evitar desidratação. Ioga e pilares são bons se encontrar um professor com experiência em trabalhar com mulheres grávidas. O ioga ensina técnicas de respiração e relaxamento que podem ajudar durante o trabalho de parto e o parto. Muitos exercícios de pilates são feitos em posição de "gatas", o que é ideal para a gravidez e ajuda a diminuir o stress das costas e da pélvis e, próximo do fim da gravidez, pode ajudar a posicionar o seu bebé para o parto. Ler Mais...
Berbigao faz mal a gravidas | Para Pais.